O Sabugal prepara-se para viver um fim-de-semana de intensa campanha eleitoral. Os três principais candidatos apresentam-se ao eleitorado acompanhados dos elementos das listas à Câmara Muncipal, à Assembleia Municipal e às Juntas de Freguesia. Estão todos na área do jogo e preparam-se para superar o desafio sem cairem na piscina. É caso para dizer: soltem a parede.

Faltam 21 dias para as Eleições Autárquicas e apenas oito para «umas» Legislativas que escolhem o Governo de Portugal mas que parecem não ter importância no concelho do Sabugal. Também é um facto que os principais protagonistas ignoram o concelho e para eles Portugal termina na cidade da Guarda. Será pelos maus acessos? Será pela proximidade a Espanha?
A propósito de espanhóis e de TGV não há ninguém que explique aos portugueses que o comboio de alta velocidade é estratégico mas não é prioritário. O motivo parece-me evidente. Uma das linhas do AVE espanhol (bandeira da Expo espanhola) liga Sevilha a Madrid. Da capital espanhola partem linhas para Barcelona, Málaga e Vallodolid mas ainda ninguém sabe quando será feita a ligação, através dos Pirinéus, à cidade de Pau onde termina (começa) o TGV francês. Contra factos…
Mas voltemos ao concelho do Sabugal ignorando deliberadamente as Eleições Legislativas «em represália» à ausência total de campanha eleitoral dos partidos políticos na conquista de votos para a eleições dos quatro deputados do círculo eleitoral da Guarda. Impõe-se ignorar quem nos ignora.
Os eleitores sabugalenses não podem queixar-se da falta de candidatos à Câmara Municipal do Sabugal. Apresentam-se a votos cinco candidatos – Ana Isabel Charters (CDS-PP), António Dionísio (PS), António Robalo (PSD), Joaquim Ricardo (MPT) e José Manuel Monteiro (CDU) – e apenas o concelho da Guarda, com seis candidaturas, tem mais opções de escolha. Nos outros dez concelhos temos Aguiar da Beira (com três candidaturas), Almeida (três), Celorico da Beira (quatro), Figueira de Castelo Rodrigo (três), Fornos de Algodres (quatro), Gouveia (quatro), Manteigas (três), Mêda (três), Pinhel (três), Seia (três), Trancoso (três) e Vila Nova de Foz Côa (três).

Candidaturas posicionam-se para ir a jogo
Este fim-de-semana os sabugalenses estão (todos) convidados para as três iniciativas partidárias que vão decorrer no Sabugal marcando o arranque em força das campanhas para as eleições autárquicas.
Para este sábado, 19 de Setembro, às 21 horas, está marcada para o Salão da Junta de Freguesia do Sabugal a apresentação dos candidatos das listas do MPT- Partido da Terra e a divulgação pública oficial do compromisso eleitoral. Joaquim Ricardo lidera a lista à Câmara Municipal e António Gata é candidato à Assembleia Municipal. O MPT apresenta listas a 14 Assembleias de Freguesia sabugalenses.
Lema: «Um projecto, um rumo, um futuro, e uma certeza: Mudar é possível!»

MPT-PARTIDO DA TERRA
Câmara Municipal Joaquim Ricardo
Assembleia Municipal António Gata
Assembleias
de
Freguesia
Águas Belas António Manuel P. Oliveira
Aldeia do Bispo Francisco Luiz Bárrios
Aldeia da Ribeira Filomena Neves Dias Rito
Aldeia S. António Nuno Miguel Silva Mota
Aldeia Velha José da Silva Moreira
Bendada Joaquim José S. P. Roque
Bismula Susana Maria A. André
Casteleiro Jorge M. C. Cameira
Quadrazais Simão N. M. Leitão
Sabugal Patrício da Silva Martins
Santo Estêvão António C. S. Martins
Seixo do Côa Domingos Cairrão Neto
Soito Rui José Rito Martins
Vale de Espinho António M. V. Fernandes

No domingo, 20 de Setembro, terá lugar no Auditório Municipal do Sabugal, às 17:30 horas, a cerimónia de apresentação pública dos candidatos sociais-democratas à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Assembleias de Freguesia. O Partido Social Democrata apresenta o actual vereador António Robalo como candidato à Câmara Municipal e o actual presidente da autarquia, Manuel Rito Alves como candidato à Assembleia Municipal. Os sociais-democratas concorrem em 24 Assembleias de Freguesia.
Lema: «Saber fazer bem.»

PSD-PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA
Câmara Municipal António Robalo
Assembleia Municipal Manuel Rito Alves
Assembleias
de
Freguesia
Águas Belas Carlos José A. Barata
Aldeia da Ribeira António M. Fernandes
Aldeia S. António Paulo Jorge F. Afonso
Aldeia do Bispo João Grancho Inácio
Baraçal Luís C. C. Lajes
Bendada Jorge Manuel Dias
Bismula Joaquim M. M. Leal
Cerdeira Joaquim M. C. Matos
Malcata Vítor Manuel Fernandes
Penalobo Daniel Alves
Pousafoles Bispo Nazaré N. A. M. Gomes
Quadrazais Carlos A. Panto
Q. S. Bartolomeu Joaquim A. F. Corte
Rapoula do Côa Álvaro M. P. Santos
Rebolosa Albino Frango
Rendo José Miguel P. M. Robalo
Sabugal Manuel A. A. Lousa
Seixo do Côa Manuel Reduto
Soito Alberto J. L. Barata
Sortelha Geraldo Mendes
Vale de Espinho Domingos M. G. Malhadas
Vila Boa Alfredo M. A. Monteiro
Vila Touro Manuel F. T. Simões
Vilar Maior António Bárbara Cunha

Igualmente no domingo, 20 de Setembro, às 18 horas, a Comissão Política Concelhia do Sabugal do Partido Socialista faz a apresentação pública das listas à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia no Salão da Junta de Freguesia do Sabugal. O comunicado socialista indica que estará presente o Secretário de Estado das Obras Públicas, Paulo Campos, os candidatos às legislativas pelo círculo eleitoral da Guarda e os representantes das listas para as eleições autárquicas do concelho do Sabugal. António Dionísio é o candidato à Câmara Municipal e Ramiro Matos à Assembleia Municipal. O Partido Socialista concorre a 20 Assembleias de Freguesia.
Lema: «Assim é possível. Sabugal – Concelho do Futuro.»

PS-PARTIDO SOCIALISTA
Câmara Municipal António Dionísio
Assembleia Municipal Ramiro Matos
Assembleias
de
Freguesia
Aldeia S. António José António Amândio
Águas Belas Carlos Alberto C. Capelo
Aldeia da Ribeira Manuel Gonçalves Martins
Bendada Adérito Alves Pinto
Bismula José Augusto Vaz
Casteleiro António J. G. Marques
Malcata Sandra M. G. Varandas
Moita António J. N. Moreno
Q. S. Bartolomeu Lénia C. Santos Diogo
Quadrazais Silvina M. V. Silva
Rapoula do Côa Horácio Martins
Rebolosa Manuel Rei E. Barros
Rendo Rafael F. M. P. Costa
Sabugal Manuel Joaquim Rasteiro
Seixo do Côa Martinho L. Correia
Soito João Manuel F. Calva
Sortelha Fernanda M. M. Esteves
Vale de Espinho José M. Lucas Mendes
Vila do Touro Carlos Santos Lages

Aproveitamos para lembrar as listas das candidaturas do CDS-PP com Ana Isabel Charters (com o lema «Temos soluções e sugestões, venham comigo»)…

CDS/PP-CENTRO DEMOCRÁTICO SOCIAL/PARTIDO POPULAR
Câmara Municipal Ana Isabel Charters
Assembleia Municipal Filipe Paulo Mendes Cunha
Assembleias
de
Freguesia
Aldeia S. António Jorge Joaquim B. M. Simões
Pousafoles Bispo Francisco Pires Dias

…e da CDU com José Manuel Monteiro.

CDU-COLIGAÇÃO DEMOCRÁTICA UNITÁRIA
Câmara Municipal José Manuel Monteiro
Assembleia Municipal João Carlos Taborda Manata
Assembleias
de
Freguesia
Alfaiates Porfírio Ramos
Cerdeira do Côa Osvaldo Teixeira d’Almeida
Moita Honório Antunes Santos
Rendo Manuel António Pereira
Sabugal Celso Cruz das Vinhas

É, portanto, um fim-de-semana de muitas movimentações políticas com os candidatos a alinharem-se na linha da área de jogo para a grande partida. No final apenas um conseguirá passar com todos os seus trunfos pela «urna da parede eleitoral». Para os outros está reservado… «um banho» apesar de considerar a esta distância que nenhuma das candidaturas irá conseguir alcançar os quatro vereadores que permitem governar com uma confortável maioria como aconteceu nesta mandato. Os acordos pós-eleitorais (ou pré) serão por isso um factor a ter em conta numa autarquia com sete mandatos e onde os cenários mais prováveis são: 3 – 3 – 1 ou 3 – 2 – 2. Não é uma sondagem. É, apenas, uma projecção a 21 dias da data das eleições. Vale o que vale.
É agora tempo de conhecer os programas eleitorais dos candidatos. Assim eles sejam tornados públicos. A finalizar deixo um desejo em forma de pedido aos próximos presidente e vereadores: tenham capacidade e querer para colocar os interesses do concelho acima dos interesses pessoais.

Alguns comentários mal-educados (escondidos sob anonimato) que nos têm chegado só demonstram a falta de cultura democrática, ou melhor, a asfixia democrática que alguns desejam para o Sabugal e para os Sabugalenses.
«A Cidade e as Terras», opinião de José Carlos Lages

jcglages@gmail.com

Anúncios