You are currently browsing the daily archive for Terça-feira, 1 Setembro, 2009.

Foi há 79 anos que foi erguido o hospital do Sabugal, equipamento que permitiu dar assistência na doença a uma população de mais de 36 mil habitantes que passava tempos difíceis.

hospitalEm 1995 tive ocasião de entrevistar para o jornal Sabugal, órgão informativo da Casa do Concelho do Sabugal, um grande sabugalense: o Ti Zé Cacau.
O velho carpinteiro, entretanto falecido, proporcionou-me a mais bela entrevista que já fiz e que, um dia, aqui reproduzirei. No meio da conversa, em que o Ti Cacau evocou os tempos antigos do Sabugal, falou-se na cerimónia de inauguração do hospital, onde o entrevistado estivera presente. Sendo senhor de uma memória prodigiosa, o Ti Cacau contou algo que recordava limpidamente:
«Da abertura do hospital, ainda recordo uma palavra do Padre Velho, de nome Manuel Nabais Caldeira, que a chorar disse: «Estou com os pés na sepultura, mas peço-lhes que nunca abandonem esta casa».
A recordação das palavras comovidas do velho carpinteiro foi-me agora proporcionada pelas preciosas fotografias e textos de João Duarte, que retratam os Cortejos de Oferendas, pelos quais se recolhiam donativos para construir e manter em funcionamento aquele equipamento público.
A história da construção do hospital do Sabugal merece ser contada. No frontispício do edifício, desde há quinze anos transformado em lar de idosos, está inscrita uma data: 1930. É essa a fotografia que ilustra este pequeno artigo e que serve de mote para o desafio que faço a que outros, à semelhança do João Duarte, contribuam para a recomposição da história do hospital do Sabugal.
«Contraponto», opinião de Paulo Leitão Batista

leitaobatista@gmail.com

Anúncios
Vodpod videos no longer available.

O presidente da Câmara do Sabugal não afasta a hipótese de pedir ao Governo a declaração do estatuto de calamidade pública, devido à vaga de incêndios no concelho nos últimos dias.

incendioEsta tarde, em declarações à estação de rádio TSF, o presidente da Câmara Municipal do Sabugal, Manuel Rito, disse que os prejuízos ainda não foram totalmente contabilizados, mas mostrou-se convicto de que serão bastante elevados: «Os principais prejuízos são na agricultura, arderam principalmente pastos, palheiros, olival e vinha». Mas para se ter uma ideia da dimensão do problema é necessário deitar contas aos prejuízos: «Tudo será equacionado em função da avaliação que vamos fazer», concluiu o autarca.
Desde a madrugada de domingo que o concelho tem sido atingido por vários incêndios de grande dimensão, os quais causaram avultados prejuízos à população.
Manuel Rito espera que ainda esta semana se conclua a avaliação dos prejuízos em todo o concelho, para então decidir se pede ao Governo a declaração do estatuto de calamidade pública, via necessária para que o concelho receba apoios públicos para fazer face à catástrofe.
plb

O presidente da Junta de Freguesia da Aldeia Histórica de Sortelha, no Sabugal, adiantou hoje à agência Lusa que o incêndio que começou no sábado à noite em Ribeira da Nave causou «prejuízos elevados e os animais ficaram sem alimentos».

Luís Paulo«A área da freguesia ardeu toda», disse à agência Lusa Luís Paulo, presidente da Junta de Freguesia da Aldeia Histórica de Sortelha, recordando que é a segunda maior freguesia em área do concelho do Sabugal com cerca de 43 quilómetros quadrados.
O autarca contou que o fogo deixou um rasto de destruição na zona, causando «prejuízos elevados que ainda não estão contabilizados, queimou animais, arrecadações agrícolas e árvores, sobretudo castanheiros e oliveiras».
Os habitantes das povoações vizinhas, rodeadas pelas chamas, contaram à Lusa que não dormiram durante a noite, tendo ficado «a guardar o fogo, para que não chegasse às casas».
«Durante a noite o fogo atacou mais a povoação da Moita, mas de manhã chegou aqui ao Casteleiro. Deitei-me por volta da uma da manhã mas não consegui dormir e alguns vizinhos estiveram acordados toda a noite», contou Micaela Marques, 77 anos, moradora na aldeia de Casteleiro.
Na vizinha localidade de Terreiro das Bruxas, Maria Fernandes, 68 anos, relatou à Lusa que «foi tudo muito rápido e a aldeia foi lambida pelo fogo, que chegou mesmo às casas porque o vento mudou muito depressa e quando demos conta estava já aqui na povoação onde destruiu oliveiras e carvalhos e pôs uma padaria em perigo».
Na aldeia de Urgueira, também fustigada pelas chamas, Maria Nabais, relatou que «o fogo andou de volta do povo mas não arderam casas». «O meu marido esteve toda a noite a vigiar o fogo e não dormiu», contou.

Tragédias contadas na primeira pessoa e que nos atingem a todos.
jcl

Segundo informação da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) deu-se uma reactivação do incêndio da Quinta do Anascer com o combate a evoluir favoravelmente. Foram activados o Plano Municipal de Emergência, o Comandante das Operações de Socorro (COS) e o Comandante Operacional Distrital. O Posto de Comando Operacional (PCO) está situado junto ao depósito de água no Alto do Espinhal. Estão a combater o incêndio da Quinta do Anascer 340 bombeiros, 113 viaturas e sete meios aéreos – dois helicópteros, dois aviões de ataque inicial e três aviões bombardeiros, dois deles Canadair espanhóis.

MAPA DO INCÊNDIO – SABUGAL – 31-8 / 1-9-2009
QUINTA DO ANASCER – NÃO CIRCUNSCRITO
1-9-2009
10:15 Accionados 2 aviões bombardeiros pesados Canadair espanhóis
9:30 Accionado 1 helicóptero bombardeiro pesado Kamov
7:30 Accionados 2 aviões bombardeiros pesados Canadair
2:48 Incêndio circunscrito
2:22 Veículo de planeamento, comando e comunicações no local
2:15 Grupo de reforço para combate a incêndios florestais
de Castelo Branco no local
2:14 Grupo de reforço para combate a incêndios florestais
de Portalegre no local
Grupo de reforço para combate a incêndios florestais
de Évora no local
2:13 Grupo de reforço para combate a incêndios florestais
de Santarém no local
0:43 Activado o Plano Municipal de Emergência
do Município do Sabugal
0:16 Comandante das Operações de Socorro (COS)
Comandante do Corpo de Bombeiros de Belmonte
31-8-2009
21.50 Veículo de planeamento, comando e comunicações no local
21:33 Incêndio com duas frentes activas
12:11 Comandante das Operações de Socorro (COS)
2.º Comandante Operacional Distrital de Castelo Branco
11:10 Incêndio com duas frentes activas
11:09 Comandante das Operações de Socorro (COS)
2.º Comandante Operacional Distrital de Castelo Branco
11:07 Posto de Comando Operacional (PCO) situado junto
à Barragem de Escarigo
9:15 Veículo de planeamento, comando e comunicações a caminho

jcl

«Um conflito armado entre nações horroriza-nos. Mas a guerra económica não é melhor que um conflito armado (…). Uma guerra económica é uma tortura prolongada. E os seus estragos não são menos terríveis que aqueles descritos na literatura da guerra propriamente dita». M.K. Gandhi.

António EmidioPerguntaram-me, porque dizem que dei a entender no meu artigo, «Portugal e Espanha – fragmentos do passado», que não estamos livres de uma ditadura idêntica à de Salazar/Caetano, como é possível?
Leitor(a), Salazar, Caetano, O Estado Novo, o Império Colonial, Deus, Pátria, Autoridade, já não voltam mais, pertencem ao cemitério da história.
Esta sociedade, a liberal, ou modernamente neoliberal, foi no princípio uma sociedade baseada na liberdade e contra o absolutismo, no respeito e na dignidade humana. Presentemente, não só em Portugal, mas na esmagadora maioria dos países do Mundo, é o regime político-económico imperante, tornou-se sinónimo de corrupção, guerra, exploração do homem pelo homem, destruição do meio ambiente, luta de todos contra todos, medo e aniquilamento de valores que toda a vida o homem conheceu e respeitou. A actual fase histórica que nos está a tocar viver, caracteriza-se pela preponderância da economia sobre qualquer outro valor inerente à condição humana. A única meta deste sistema é o lucro das empresas. O homem passou a ser uma peça de uma engrenagem económica.
O progresso, a modernidade, a tecnologia, a ciência, têm por um lado a capacidade de nos libertar, mas têm por outro o perigo da opressão, do autoritarismo e da ditadura. O momento em que o homem atingiu historicamente o seu máximo de tecnologia e ciência, antes dos dias de hoje, claro, foi durante a Segunda Guerra Mundial, o que aconteceu? Campos de extermínio como Auschwitz e os gulags russos, crimes monstruosos como Hirochima e Nagasaki.
A presente democracia, é uma democracia formal, eu pessoalmente sinto que a minha liberdade é uma coisa abstracta. É-me dada a liberdade de escolha cada quatro anos, mas o pensamento e a acção governativa dos escolhidos, difere na forma, não no conteúdo. Temos alternância, mas não temos alternativa. É o que se chama o pensamento único. O caminho mais directo para o autoritarismo e a ditadura.
Os governos (Estados) são cada vez mais autoritários, nós portugueses temos, infelizmente, um exemplo flagrante, no actual governo dito socialista de José Sócrates. Vamos avivar a memória de alguns leitores(as):
23 de Novembro de 2006, passeio de descontentamento de militares no Rossio, foram identificados dezenas deles, 12 levaram processos disciplinares, e um cumpriu uma pena na íntegra.
2 de Março de 2007, soldados da Guarda Nacional Republicana entraram nas instalações da Câmara de Avis, para identificar e listar o número dos funcionários dessa Câmara que iriam participar na Acção Nacional, convocada pela CGTP, com o lema «Juntos por uma mudança de políticas».
8 de Outubro de 2007, dois agentes da polícia entraram na sede do Sindicato dos Professores da Região Centro na Covilhã, como não havia qualquer dirigente, porque estavam em actividade, levaram com eles dois documentos de informação.
Ficamos por aqui em matéria policial, há um pormenor que as pessoas conhecem, mas ao mesmo tempo desconhecem o seu objectivo. A arrogância. A arrogância é um instrumento mediante o qual se molda o povo ao governo (Estado), é um instrumento de submissão e obediência, é a condição sócio-psicológica do totalitarismo, é o poder na sua forma mais crua.
Repito, os governos e os estados estão cada vez mais autoritários, cada vez nos vigiam mais com Câmaras de vídeo, escutas telefónicas e interferências nos e-mails. O mesmo acontece com os nossos dados pessoais, conhecem as nossas contas bancárias, as dividas ou não, ao fisco (do cidadão comum), a nossa ideologia, a nossa religião, e até a tendência sexual.
Já não há presos políticos, os que denunciam tudo isto, e se revoltam, silenciam-nos, retiram-nos das tribunas públicas e dos meios de comunicação ao serviço do sistema.
Autoritarismo ou Democracia? Tudo depende de nós. Se não nos mobilizarmos, a ditadura da economia vai tornar-se uma realidade bem brutal. O grande capital, reprime quando se vê ameaçado, e utiliza a violência para se defender.
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Setembro 2009
S T Q Q S S D
« Ago   Out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.152.392 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios