No período de 17 a 23 de Agosto a GNR registou em todo o distrito da Guarda 90 ocorrências de natureza criminal, de entre as quais se destacam os furtos. Foram ainda detidos 13 indivíduos e levantados 363 autos de contra-ordenação.

Segundo o comunicado semanal do Comando Territorial da Guarda da GNR, registaram-se 25 furtos, sendo um de veículo, sete em veículos, quatro em estabelecimentos comercias, três em residências e 10 de natureza diversa.
Foram detidos 13 Indivíduos, 10 dos quais em flagrante delito. Quatro das detenções ocorreram por condução sob o efeito do álcool, outras quatro por crimes relativos a caça de espécies não cinegéticas, um por condução sem habilitação legal e um por posse ilegal de estupefacientes. Foram ainda detidos três indivíduos por mandado judicial.
No mesmo período foram elaborados 363 autos de contra-ordenação, pelas seguintes infracções: 352 à legislação rodoviária, nove à legislação da natureza e ambiente e dois à legislação policial.
No dia 17 de Agosto, a GNR realizou uma operação, direccionada para a fiscalização geral de trânsito e prevenção da criminalidade em geral, de onde resultou uma detenção por condução sob efeito do álcool e foram elaborados 13 autos de contra-ordenação por infracção à legislação rodoviária.
Na zona de fronteira com Espanha, foram realizadas quatro operações no âmbito da fitossanidade florestal, direccionadas para a fiscalização do Nemátodo do Pinheiro, tendo sido fiscalizados 167 veículos.
No que reporta a acidentes de viação verificaram-se 39, sendo 30 por colisão, oito por despiste e um por atropelamento, dos quais resultaram oito feridos leves.
O Núcleo Programas Especiais de Gouveia e de Pinhel, realizaram várias acções de sensibilização no âmbito do programa «Comercio Seguro» nos respectivos concelhos, e distribuíram panfletos informativos aos comerciantes. Também se realizaram acções de sensibilização relativas ao programa «Idosos em Segurança» nos mesmos concelhos, contando com a presença de 50 idosos.
plb