Faleceu na manhã de hoje o Padre Francisco dos Santos Vaz, pároco de Águas Belas. O sacerdote, de 66 anos, morreu vítima de doença prolongada ,na Casa de Saúde das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus (Bento Menni) de Condeixa, Coimbra.

Padre Francisco Santos VazO funeral realiza-se amanhã, dia 24 de Agosto, pelas 17 horas, na Igreja Paroquial da Bismula, aldeia de onde O Padre Francisco Vaz era natural.
O pároco da Bismula, Padre Hélder Lopes traçou-nos o perfil biográfico do sacerdote falecido:
Nasceu em 20 de Outubro de 1942 na Bismula, concelho do Sabugal.
Estudou nos Seminários Diocesanos do Fundão (de 1953 a 1959) e da Guarda (de 1959 a 1966).
Foi ordenado Sacerdote Diocesano da Guarda a 24 de Julho de 1966, no Castelo do Sabugal (43 anos de sacerdócio).
Formou-se em Filologia Clássica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde estudou de 1972 a 1977.
Foi pároco de Aldeia da Ribeira, Vilar Maior, Bismula, Rebolosa, Alfaiates, e actualmente era pároco de Águas Belas (todas do arciprestado do Sabugal).
Foi professor efectivo do Ensino Secundário de Literatura Clássica e História, em Vilar Formoso, Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo e Sabugal. Fez parte da Comissão Instaladora da Escola Secundária do Sabugal.
Enquanto pároco de Alfaiates e Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Alfaiates, foi o dinamizador da construção do lar da Santa Casa da Misericórdia daquela paróquia.
Foi também responsável pelo aparecimento e manutenção da série de Boletins Paroquiais «Nordeste» (desde 1971), de que ainda era seu coordenador e redactor.
Publicou três livros: «Nordetinas e Sabatinas» (2003), «Ao longo do Caminhar» (2006), «Pantivária» (2008). Residia no Sabugal.

Capeia Arraiana associa-se à dor dos familiares e amigos do Padre Chico, um homem bom e de grande sabedoria, que deixou como grande obra o jornal «Nordeste», que fundou e manteve durante décadas. O «Nordeste» foi a voz do povo do Sabugal. Por ele o Padre Francisco Vaz deu expressão à mensagem de Cristo e também aos anseios e reivindicações da população. Hoje o Sabugal ficou mais pobre.
plb