Na semana passada, de 20 a 26 de Julho, o Comando Territorial da GNR da Guarda registou 67 ocorrências criminais e efectuou 14 detenções a maior parte das quais em flagrante delito.

gnrSegundo o comunicado semanal da GNR do distrito da Guarda, dentre os 67 crimes destracam-se 21 que foram furtos, nomeadamente de veículos, residências, e estabelecimentos comerciais.
Quantos às detenções, 13 foram em flagrante delito: uma por condução sem habilitação legal, quatro por condução sob o efeito do álcool, quatro por furto de cobre, uma por furto de veiculo, uma por posse ilegal de estupefacientes, uma por ameaças e coação à patrulha da GNR, uma por desobediência (condução de veiculo apreendido). Os militares da GNR detiveram ainda um indivíduo no cumprimento de mandado judicial.
Na mesma semana foram ainda elaborados 313 autos de contra-ordenação, pelas seguintes infracções: 282 à Legislação Rodoviária, 25 à Legislação da Natureza e Ambiente e seis à Legislação Policial.
No dia 24 de Julho, o Comando Territorial levou a efeito uma operação distrital, direccionada
para fiscalização de trânsito e prevenção geral da criminalidade. Na acção foi detido um indivíduo de 31 anos de idade por posse ilegal de estupefacientes (3,8 gramas de cogumelos alucinogeneos e 0,3 gramas de haxixe). Foi ainda notificado um outro para comparecer na GNR do Porto, por posse de 0,7 gramas de haxixe e 0,5 gramas de cocaína. Foram ainda elaborados cinco autos de contra-ordenação por infracção à legislação rodoviária.
No mesmo dia 24 de Julho, militares dos Postos Territoriais de Seia e Paranhos da Beira, detiveram em flagrante quatro indivíduos de 31, 22, 18 e 17 anos de idade, residentes em Canas de Senhorim, por crime de furto de cobre. Na ocasião foram-lhes apreendidos 28,6 quilos de material furtado.
Ainda no dia 24 de Julho, militares do Posto Territorial de Almeida detiveram durante a madrugada, em flagrante delito um individuo estrangeiro, de 29 anos pelo crime de furto de veiculo, o suspeito foi constituído arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência.
No período em referência foram realizadas sete operações no âmbito da fitossanidade florestal, na zona de fronteira com Espanha, direccionadas para a fiscalização do Nemátodo do Pinheiro, tendo sido fiscalizados 240 veículos e elaborados cinco autos de contra-ordenação.
No que respeita a acidentes rodoviários, registaram-se 31, sendo: 16 por colisão, 14 por despiste e um por atropelamento. Dos sinistros resultaram um morto, um ferido grave e 14 feridos leves.
plb

Anúncios