You are currently browsing the daily archive for Segunda-feira, 27 Julho, 2009.

A União de Associações de Caça e Pesca do Sabugal (Côacaça), pretende recrutar um jovem para trabalhar na área do concelho do Sabugal.

caçaO perfil da pessoa pretendida pela associação é o seguinte: homem ou mulher com idade inferior a 30 anos, que tenha como habilitações mínimas o 12.º ano de escolaridade, possua conhecimentos de Informática, carta de condução, tenha boa apresentação e seja uma personalidade ambiciosa, proactiva e dinâmica. O candidato terá ainda que revelar vocação na área comercial.
A Côacaça pediu ao Capeia Arraiana a divulgação desta oportunidade de emprego para um jovem no concelho, informando ainda que os interessados deverão enviar os seus curriculum vitae até 20 de Agosto para a seguinte morada:
Rua de Santa Catarina nº 2, 6320-271 Rebolosa.
Para qualquer esclarecimento adicional poderá contactar-se a associação pelo telefone: 969559935.
plb

Na semana passada, de 20 a 26 de Julho, o Comando Territorial da GNR da Guarda registou 67 ocorrências criminais e efectuou 14 detenções a maior parte das quais em flagrante delito.

gnrSegundo o comunicado semanal da GNR do distrito da Guarda, dentre os 67 crimes destracam-se 21 que foram furtos, nomeadamente de veículos, residências, e estabelecimentos comerciais.
Quantos às detenções, 13 foram em flagrante delito: uma por condução sem habilitação legal, quatro por condução sob o efeito do álcool, quatro por furto de cobre, uma por furto de veiculo, uma por posse ilegal de estupefacientes, uma por ameaças e coação à patrulha da GNR, uma por desobediência (condução de veiculo apreendido). Os militares da GNR detiveram ainda um indivíduo no cumprimento de mandado judicial.
Na mesma semana foram ainda elaborados 313 autos de contra-ordenação, pelas seguintes infracções: 282 à Legislação Rodoviária, 25 à Legislação da Natureza e Ambiente e seis à Legislação Policial.
No dia 24 de Julho, o Comando Territorial levou a efeito uma operação distrital, direccionada
para fiscalização de trânsito e prevenção geral da criminalidade. Na acção foi detido um indivíduo de 31 anos de idade por posse ilegal de estupefacientes (3,8 gramas de cogumelos alucinogeneos e 0,3 gramas de haxixe). Foi ainda notificado um outro para comparecer na GNR do Porto, por posse de 0,7 gramas de haxixe e 0,5 gramas de cocaína. Foram ainda elaborados cinco autos de contra-ordenação por infracção à legislação rodoviária.
No mesmo dia 24 de Julho, militares dos Postos Territoriais de Seia e Paranhos da Beira, detiveram em flagrante quatro indivíduos de 31, 22, 18 e 17 anos de idade, residentes em Canas de Senhorim, por crime de furto de cobre. Na ocasião foram-lhes apreendidos 28,6 quilos de material furtado.
Ainda no dia 24 de Julho, militares do Posto Territorial de Almeida detiveram durante a madrugada, em flagrante delito um individuo estrangeiro, de 29 anos pelo crime de furto de veiculo, o suspeito foi constituído arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência.
No período em referência foram realizadas sete operações no âmbito da fitossanidade florestal, na zona de fronteira com Espanha, direccionadas para a fiscalização do Nemátodo do Pinheiro, tendo sido fiscalizados 240 veículos e elaborados cinco autos de contra-ordenação.
No que respeita a acidentes rodoviários, registaram-se 31, sendo: 16 por colisão, 14 por despiste e um por atropelamento. Dos sinistros resultaram um morto, um ferido grave e 14 feridos leves.
plb

Galeria de imagens do «Fórum Autárquico da Guarda» do PSD que decorreu no sábado, 25 de Julho de 2009, no Salão de Festas da Junta de Freguesia do Sabugal.

GALERIA DE IMAGENS – 25-7-2009

O Sabugal foi o palco este sábado, 25 de Julho, do Fórum Autárquico «Falar Verdade» do PSD do distrito da Guarda. Marcaram presença nos trabalhos a deputada Ana Manso e a maioria dos candidatos laranjas aos 14 municípios guardenses. A líder do partido, Manuela Ferreira Leite, adoentada com uma gripe não se deslocou ao Sabugal tendo sido substituída pelo vice-presidente Paulo Mota Pinto. Álvaro Amaro aproveitou para deixar um recado à presidente do partido: «Na Guarda não aceitaremos nomes nacionais na lista de deputados.»

Fórum Autárquico

Respondendo ao repto lançado na quinta-feira na sessão de apresentação no RaiaHotel do candidato, António Robalo, cerca de 300 militantes e simpatizantes sabugalenses encheram o salão de festas da Junta de Freguesia do Sabugal. A presença da líder social-democrata e dos candidatos às 14 Câmaras Municipais do distrito da Guarda ajudaram a aumentar a curiosidade e a militância. Quase em cima da hora ficou a saber-se que Manuela Ferreira Leite não marcaria presença em virtude de estar adoentada com uma arreliadora gripe. Em seu lugar enviou o vice-presidente Paulo Mota Pinto que encerrou a sessão mas que, curiosamente, não era portador de nenhuma mensagem da líder ausente para os sabugalenses e guardenses presentes.
Os trabalhos do Fórum Autárquico «Falar Verdade» foram conduzidos pelo coordenador distrital, João Prata, que foi introduzindo os temas e apresentando os muitos oradores do dia com direito a cinco rigorosos minutos.
A sessão de abertura esteve a cargo do presidente da Comissão Política do Sabugal, Manuel Corte. Seguiram as intervenções de Tânia Cameira e António Agostinho Lucas da Silva, respectivamente, representantes dos candidatos a presidentes de Junta de Freguesia, Tânia Cameira, e dos candidatos às Assembleias Municipais.
Os candidatos aos municípios guardenses tiveram direito a cinco rigorosos minutos e discursaram sobre diferentes temas: António Batista Ribeiro (Almeida), «Cooperação transfronteiriça»; Vítor Martins Santos (Celorico da Beira), «Sustentabilidade e aproveitamento dos recursos naturais»; António Edmundo Ribeiro (Figueira Castelo Rodrigo), «Potenciar recursos endógenos»; José Miranda (Fornos de Algodres), «Potencialidades das novas acessibilidades»; Álvaro Amaro (Gouveia), «Um combate pelo Interior»; João Mourato (Mêda), «Incentivo à inovação»; António Luís Ruas (Pinhel), «Ordenar o território, vencer o despovoamento»; António Robalo (Sabugal), «Educação e Formação»; Luís Caetano (Seia), «A Serra da Estrela como pólo aglutinador»; Júlio Sarmento (Trancoso), «Saúde e Solidariedade Social» e Gustavo Duarte (Vila Nova de Foz Côa), «Aproveitamento turístico da Beira e do Douro».
O recandidato a Gouveia, Álvaro Amaro, considerou como grande desafio para as próximas gerações a cooperação transfronteiriça e defendeu a necessidade de empunhar a bandeira do Interior que «tem sido muito sacrificado pelo poder central com política imorais que têm levado ao despovoamento do território» tendo apontado como solução «uma nova rede do ensino superior em Portugal, com as universidades e os politécnicos a criarem pólos com cursos nos diferentes concelhos».
João Mourato, actual presidente da Mêda, lembrou que «os autarcas do PSD têm sido discriminados pelo Governo» e António Ruas (Pinhel) pediu que o poder central «assuma de uma vez por todas a aposta no investimento no Interior, nos parques eólicos e nas fontes hídricas como factor de desenvolvimento local». Júlio Sarmento (Trancoso) animou a plateia com alguns sorrisos quando iniciou o discurso olhando para João Prata dizendo que sabia «da tolerância mas não sou dos que me calo com facilidade» para logo de seguida acrescentar: «Não temos gente. Porque não temos aquilo que nos falta vai continuar a faltar-nos aquilo que não temos.» De seguida atacou o Serviço Nacional de Saúde e o processo do Hospital da Guarda: «É uma telenovela. Temos assistido na Guada a revoada de ministros que vêm lançar mais uma pedra no novo hospital. O último vai ser o ministro da Justiça quando vier explicar a providência cautelar. A Segurança Social é uma autêntica quinta rodeada de um muro de compadrio.» A terminar o actual presidente de Trancoso deixou ainda um pensamento: «É mais importante morrer na luta do que morrer na hesitação.»
Encerrou a participação autárquica o candidatos Gustavo Duarte (Vila Nova de Foz Côa) lembrando que os extremos do distrito, Sabugal e Foz Côa, tocam-se pela afinidade de um rio que une. «A arrogância do primeiro-ministro reproduziu-se nas nossas terras. Muitos socratezinhos foram crescendo pelo País e Foz Côa parou. Temos muito a recuperar especialmente no turismo até porque seis das aldeias históricas estão na nossa região.»
Da intervenção de António Robalo subordinada ao tema «Educação e Formação» (disponível para consulta e cópia no final deste artigo) destacamos os compromissos de desenvolver no Centro Social João Paulo II um Centro de Ciência e Actividades Criativas e a abertura no Sabugal de uma Universidade Sénior.
Os autarcas presentes fizeram questão de iniciar os discursos agradecendo ao actual presidente da Câmara Municipal do Sabugal, Manuel Rito, toda a disponibilidade e cooperação ao longo dos últimos anos e felicitando-o na hora da despedida.
Na sessão de encerramento usaram da palavra Álvaro Amaro, presidente da Comissão Política Distrital da Guarda e Paulo Mota Pinto, vice-presidente da Comissão Política Nacional em representação da presidente Manuela Ferreira Leite.
Álvaro Amaro, sem limites de tempo, utilizando um tom inflamado próprio de um comício, começou por informar que apesar de ter tentado falar telefonicamente com a presidente do partido tal ainda não tinha sido possível pedindo por isso a Paulo Mota Pinto que servisse de mensageiro para o desejo de melhoras de todos os guardenses. «Fomos o primeiro distrito a fechar as listas de candidatos. Os autarcas do PSD são o colchão do partido nos bons e maus momentos porque tal como disse Zeca Afonso – a Académica não é um clube, é uma causa – e também nós somos uma causa», disse Álvaro Amaro perante uma atenta plateia. Depois deixou alguns recados para dentro do partido. «Todos nós sentimos a causa do Interior. Nenhum Governo do PSD deixará de contar com vozes muito críticas se não perceber. Esteja onde estiver jamais – jamais não porque pareço o outro – nunca, nunca calarei a minha voz sobre os novos valores da política. É inaceitável que 10 autarcas PSD do distrito da Guarda tenham estado um ano à espera que um secretário de Estado do Turismo os recebesse. A política do carneirismo não tem mais espaço e não podemos viver num país a duas velocidades no litoral e no interior». A finalizar pediu novamente a Paulo Mota Pinto que fosse portador de um aviso dos sociais-democratas do distrito da Guarda. «Soube hoje de manhã que o cabeça-de-lista socialista pela Guarda é Fernando Assis. Como social-democrata sinto-me ofendido. É esta a política velha de quando nos diziam – não têm aí pessoas válidas por isso lá vai mais um – mas nós queremos dizer aqui à presidente do Partido Social Democrata que não aceitamos que nos imponham nenhum nome de fora da Guarda. Não rasgarei o cartão mas saberei tirar conclusões políticas.»
Encerrou o Fórum Autárquico, o vice-presidente Paulo Mota Pinto que esteve no Sabugal em substituição de Manuela Ferreira Leite retida em Lisboa a muitos quilómetros de distância com gripe. O dirigente discursou sobre os grandes desafios nacionais que se colocam ao partido em ano de três eleições. Sobre José Sócrates considerou: «Foram quatro anos de grandes erros. O Governo desistiu de governar. O Governo está esgotado.» Para o Interior não apontou soluções porque «os problemas do Interior não se resolvem do pé para a mão».
No final os participantes foram convidados a dirigirem-se, a pé, até aos jardins do Auditório Municipal onde decorreu um lanche.

Curiosamente Paulo Mota Pinto não foi portador de nenhuma mensagem da presidente laranja para os simpatizantes e militantes presentes no Salão de Festas da Junta de Freguesia do Sabugal.

António Robalo – Discurso de apresentação da candidatura. Aqui.
António Robalo – Discurso no Fórum Autárquico. Aqui.
jcl

John Huston está a ser alvo de uma retrospectiva na Cinemateca. Na semana passada foram projectados três filmes curiosos do realizador de «Relíquia Macabra»: três documentários rodados para o Governo dos EUA durante a II Guerra Mundial.

Pedro Miguel Fernandes - Série BEstes três documentários são bons exemplos de como o cinema, tal como outras artes, foi utilizado como propaganda em tempos de guerra, com o objectivo de moralizar a população. No caso de John Huston os três filmes são completamente diferentes, pois cada um aborda um tema especifico e de maneira diferente: desde as batalhas nos céus do Pacifico ao regresso a casa dos soldados com problemas psiquiátricos resultantes do conflito, passando pelas batalhas em território italiano.
O primeiro a ser rodado, em 1943, foi «Report From the Aleutians», onde a câmara acompanhou um grupo de aviadores da Força Aérea norte-americana de serviço no Alasca que tinham como missão destruir as bases japonesas do Pacifico que estavam a começar a ganhar força naquela região para atacar os EUA. Aqui o documentário foca a preparação e o desenrolar de uma das missões, explicando como é que os soldados passavam o tempo e alguns aspectos que nos ensinam bem como era uma missão naquela altura, pois os últimos minutos do filme são passados a bordo dos aviões de uma esquadrilha durante o ataque.
Dois anos depois, em 1945, John Huston volta a ser contratado, desta vez para filmar o avanço das tropas norte-americanas em Itália. Em «The Battle of San Pietro» pode-se dizer que o realizador entra mesmo na acção, pois muitas das filmagens foram feitas durante ataques reais o que colocou em risco a vida do realizador. O próprio admitiu posteriormente que este período o marcou para sempre, deixando-lhe sequelas na memória. Tal como o próprio nome do filme indica, a acção é uma batalha pela conquista de San Pietro, uma pequena vila italiana que tinha de ser conquistada devido à sua posição estratégica. Neste caso o documentário é um pouco mais forte, pois as imagens da batalha mostram a verdadeira dificuldade das tropas em avançar, e é comum ver explosões muito perto da câmara e os corpos de alguns soldados mortos em acção.
O último filme desta trilogia de documentários de guerra filmados por John Huston é «Let There Be Light». Este é o mais polémico dos três, pois esteve proibido pelo próprio Governo dos EUA e apenas nos anos 1980 pôde ser visto. Aqui o cenário não é o teatro de guerra, mas sim um hospital psiquiátrico, para onde eram enviados os soldados com problemas psicológicos, que segundo dados oficiais foram 20 por cento do total das baixas durante a II Guerra Mundial. Em «Let There Be Light» contam-se as histórias de um grupo de militares que sofreu os horrores do conflito e alguns métodos utilizados para os ajudar a voltar a uma vida normal. O que terá causado alguma polémica na altura foram os tratamentos utilizados e algumas imagens mais fortes que surgem no filme. Talvez as autoridades tivessem ficado arrependidas do trabalho final por mostrar a utilização de algumas técnicas pouco usuais e acabaram mesmo por proibir o filme. As razões oficiais nunca foram conhecidas.
John Huston foi apenas um dos vários realizadores norte-americanos a filmar a II Grande Guerra para propósitos de propaganda. Outros também foram contratados, mas optaram por fazer filmes ficcionados, sendo estes três os poucos documentários do conflito filmados por um grande nome da Sétima Arte.
«Série B», opinião de Pedro Miguel Fernandes

pedrompfernandes@sapo.pt

A associação Movimento Independente de Manteigas (MIM), com a colaboração de outras associações do concelho, vai realizar nos dias 1 e 2 de Agosto a iniciativa «Manteigas Sport’s Alive», que inclui um conjunto de actividades de cariz cultural e desportivo.

DJ's_webHaverá torneio de futebol de praia, orientação pedestre, esqui, rapel, escalada, canoagem, parapente, ginástica. Está ainda previsto um serão musical com diversas actuações e ainda muitos e variados jogos tradicionais. Os participantes poderão também acampar.
Destaque para o primeiro dia, às 23 horas, dm que haverá um espectáculo de música e dança com a intervenção de diferentes artistas.
As actividades previstas no «Manteigas Sport’s Alive» têm por objectivo promover aquele concelho serrano e o Complexo Lúdico/Desportivo da Relva da Reboleira, onde as mesmas se realizarão.
O MIM é um movimento independente que pretende contribuir positivamente para o desenvolvimento de Manteigas a diversos níveis, sentido em que se inscreve esta interessante iniciativa repleta de actividades desportivas e culturais.
plb

As primeiras eleições autárquicas, depois da Revolução de Abril, em Portugal, tiveram lugar em Dezembro de 1976. O primeiro Presidente da Câmara Municipal do Sabugal eleito em Democracia foi o Dr. João Lopes, natural de Vale de Espinho, que tomou posse em 1977.

Tomada de posse do Presidente da Câmara Municipal do Sabugal em 1977

Joao Aristides DuarteA Câmara do Sabugal não era nada do que é hoje, em termos de equipamentos, por exemplo. A velha camioneta Barreiros era um dos únicos veículos de que a Câmara Municipal dispunha para acudir às mais variadas situações. Os orçamentos eram reduzidíssimos. Só com a aprovação da Lei das Finanças Locais se notou algum progresso em termos financeiros nas autarquias de todo o país. Até dava vontade de rir, se não fosse tão trágico, alguém dizer que antes é que era bom.
No Sabugal o candidato que saiu vencedor, e foi eleito o primeiro Presidente da Câmara Municipal em Democracia, foi o Dr. João Lopes, natural de Vale de Espinho.
Esta fotografia refere-se à sua tomada de posse, como Presidente da Câmara.
O Dr. João Lopes, à direita em grande plano, prepara-se para assinar o documento da sua tomada de posse, enquanto a médica Dr.ª Maria de Lurdes, que exerceu durante muitos anos o cargo de Delegada de Saúde, no Sabugal e vereadora eleita nas eleições de Dezembro está a discursar.
Ao lado da Dr.ª Lurdes está o Sr. José Fernandes de Oliveira, do Soito, também vereador eleito nessas eleições.
O terceiro a contar da esquerda é Abílio Curto, que tinha sido eleito para o seu primeiro mandato como Presidente da Câmara Municipal da Guarda e se deslocou ao Sabugal para assistir à tomada de posse.
Do lado direito de Abílio Curto encontra-se a (já falecida) funcionária da Câmara Municipal, D.ª Lena.
As restantes pessoas nesta fotografia não as consigo identificar. Se algum dos leitores desta crónica puderem ajudar (através de comentários) agradecia.
O Dr. Lopes faleceria passados poucos anos da sua tomada de posse, atingido por uma doença fatal que o vitimou. Hoje, há, no Sabugal, uma rua com o seu nome.
«Memória, Memórias…», opinião de João Aristides Duarte

akapunkrural@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.166.113 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES