You are currently browsing the daily archive for Terça-feira, 7 Julho, 2009.

O projecto para a construção do Parque de Campismo e Lazer do Sabugal foi aprovado na última Assembleia Municipal. O Capeia Arraiana visitou os 7,2 hectares de carvalheira destinados ao projecto na companhia de Manuel Rito, presidente da Câmara Municipal do Sabugal.

Parque Campismo Sabugal - clique para ampliar

GPS: Latitude – 40°20’36.97″N – Longitude – 7° 5’42.31″W

(Clique nas imagens para ampliar.)

Na reunião ordinária de 30 de Abril de 2009 o Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, Manuel Rito, agendou uma reunião para o dia 8 de Maio com os representantes da parceria público-privada para a construção do parque de campismo.
A Comissão de Análise, da Sabugal+, depois de analisadas as propostas dos concorrentes escolheu o consórcio constituído pelas empresas Imoestrela-Sociedade de Investimentos da Serra da Estrela, Arser-Areias da Serra da Estrela, Equipav-Gestão de Equipamentos e Manuel Rodrigues Gouveia, SA. As conclusões foram apresentados para votação e aprovados, por maioria, na Assembleia Municipal de 26 de Junho.
Na sequência da aprovação fiicou, também, decidido que seria constituída uma empresa para gerir a construção e a exploração ficando a Sabugal+ com 49 por cento e o consórcio com os restantes 51 por cento do capital. O investimento de 9 milhões e cem mil euros será pago ao consórcio pela autarquia sabugalense, durante um período de 25 anos, e no final passará a pertencer na totalidade ao Município.
Junto à Robinil, à loja de materiais de construção da firma Ricardo&Ricardos e ao lindo chalet de António Fernandes (com a particularidade de ter um girocóptero na garagem) tem início uma verdejante estrada secundária com vista privilegiada para o Rio Côa e para o Castelo do Sabugal. É conhecida como a estrada da Senhora da Graça pois dá acesso ao parque de merendas e ao santuário da igreja das cinco paredes projectada pelo Padre Souta. Após a construção da barragem do Sabugal serve, também, para acesso ao passadiço que fica por cima do grande paredão que sustém as águas da albufeira.
No início de uma ligeira inclinação da estrada a última casa antes dos terrenos do parque de campismo pertence à Junta de Freguesia de Aldeia de Santo António e tem servido para local de votação e de convívio. É nesta zona privilegiada do concelho do Sabugal com vista para a Serra da Malcata e onde o rio Côa, corre agora, regulado pelas «comportas humanas», que vai ser construído o futuro Parque de Campismo e Lazer do Sabugal.
«Durante o mandato do presidente Morgado houve a possibilidade de adquirir este terreno e não hesitámos», lembra com orgulho Manuel Rito, presidente da Câmara Municipal do Sabugal, enquanto saltávamos pela parede de pedra ao lado da portaleira enferrujada.
«São 7,2 hectares com carvalheira que vão desde a estrada até lá abaixo ao rio Côa. A sombra é muito importante num parque de campismo mas possivelmente temos que cortar algumas árvores para melhorar o espaço para os campistas. Enquadrados nesta magnífica paisagem estamos perto de tudo. Do Sabugal, do rio Côa, da barragem, da Malcata, da… tranquila qualidade raiana», diz-nos Manuel Rito no meio de uma majestosa carvalheira.
– Um parque de campismo não é só árvores e sombra. Que tipo de equipamentos estão previstos?
– O projecto prevê uma capacidade para 600 campistas, a construção de 16 bungalows (casas para ocupação temporária), bar, restaurante, piscina, campo de jogos e uma rede de trilhos pedonais e para BTT. Faltava ao concelho do Sabugal um parque de campismo com qualidade e de referência para evitar que os turistas nos visitem só de passagem. A Turismo Serra da Estrela considera o parque de campismo do Sabugal como um dos projectos de primeira categoria a incluir no Plano Estratégico Serra da Estrela 2009-2013 e aproveito para divulgar, com grande satisfação, que neste plano foi também incluído o complexo do Parque Termal do Cró.
Parque de Campismo e Lazer do Sabugal. Um equipamento que deverá ser concebido com directrizes idênticas às dos parques naturais ou ecológicos, dentro do conceito de sustentabilidade ambiental, que faz falta ao turismo do concelho e ao aproveitamento das potencialidades da albufeira da Barragem do Sabugal.
jcl

O Ministério da Administração Interna (MAI) assinou 29 Contratos Locais de Segurança (CLS) com autarquias de sete distritos durante um ano, estando a decorrer negociações para serem celebrados outros, dentre os quais com os Municípios de Pinhel e da Guarda.

Ministério Administração InternaOs CLS têm sido uma aposta do actual executivo governamental, com o objectivo de aumentar o sentimento de segurança e o nível de confiança das populações, aproximando-as das forças de segurança. Trata-se de uma iniciativa que tem por base um protocolo celebrado entre o MAI, através dos Governos Civis, e as autarquias interessadas.
Uma das grandes apostas do CLS é a prevenção e o combate à criminalidade. Os primeiros foram assinados no Bairro do Cerco, no Porto, em Maio de 2008, e no concelho de Loures, em Setembro de 2008. Os resultados têm sido considerados muito positivos, envolvendo nas acções diversas entidades oficiais, associações, empresas e os próprios cidadãos.
Este ano já foram assinados oito CLS no distrito de Évora, 16 em Faro, um no centro histórico de Viseu, no município de Cabeceira de Bastos (Braga) e em Cuba (Beja).
Numa nota enviada à agência Lusa, o MAI adianta que o Governo «está empenhado na negociação de novos CLS com os municípios de Pinhel e Guarda (distrito da Guarda) e com a Câmara Municipal de Setúbal». A iniciativa surge tendo em conta o sucesso dos contratos já implementados, que excederam as melhores expectativas. Os CLS não têm sido apenas um instrumento de combate à criminalidade, pois envolvem outras valências como a integração social e de promoção da cidadania, daí que tenham sido celebrados não só em zonas problemáticas, mas também noutros locais.
Os CLS são inspirados em experiências de sucesso nos países nórdicos e em França. A mais-valia é o envolvimento de toda a comunidade no projecto, não se ficando apenas pelas forças de segurança. As acções envolvem associações, empresas, moradores e o poder local.
As autarquias têm neste momento um papel fundamental na resposta a dar aos problemas locais relacionados com a segurança comunitária.
Segundo o MAI, a celebração dos CLS tem possibilitado um reforço do policiamento de proximidade, o apoio à vítima em casos de violência doméstica, violação ou maus-tratos, e também a segurança escolar e a prevenção da sinistralidade rodoviária e de incêndios florestais.
plb

A aldeia de Carpinteiro, no concelho da Guarda, organizou uma concentração de burros no passado domingo, onde se juntaram 19 animais. Esta foi a terceira edição de uma iniciativa original com o objectivo de incentivar as pessoas a manterem a posse dos burros, assim lutando contra a sua extinção.

BurrosA organização foi da Associação Cultural e de Melhoramentos de Carpinteiro, que tem prestado atenção aos valores tradicionais da aldeia, promovendo iniciativas que visam a sua promoção.
O facto de apenas se terem conseguido concentrar 19 asnos diz bem do perigo de desaparecimento deste animal das aldeias do Interior, onde antes abundava dado o seu precioso auxílio às tarefas agrícolas de que a população se ocupava.
Mesmo assim Carpinteiro é uma das aldeias da Guarda com maior número de burros, criando-se com estas iniciativas a ideia de que o seu número não pode decrescer. Há mesmo o caso de pessoas que garantem a presença do burro na «corte» apenas para contribuírem na luta contra o desaparecimento da espécie, exibindo-o depois com orgulho neste evento anual.
Os burros presentes participaram num vistoso desfile. Muitos puxaram à carroça, apresentando-se devidamente ajaezados, para gáudio das muitas pessoas que observaram a concentração dos animais.
Todos os participantes tiveram direito a um certificado de participação, sendo ainda distribuídos alguns prémios. O vencedor foi um burro chamado «pardo», pertencente a uma habitante da aldeia, de nome Deolinda Tomé. O belo exemplar asinino puxava uma carroça alusiva à actividade de padeiro.
Para o ano a concentração terá uma nova edição.
plb

É ponto assente que aos grandes poderes mediáticos, cuja influência na formação de opiniões resulta incontestável, não interessa que os cidadãos adquiram meios de pensamento crítico.

António EmidioDurante umas curtíssimas férias, dei-me ao trabalho de ler alguns jornais, e ver um pouco de televisão. Fiquei impressionado com a quantidade de jornais que diariamente aparecem nas bancas. Muitas notícias? Nem por isso, simples fait divers que não interessam a ninguém, misturados com uma ou outra notícia mais séria, e uma grande profusão de fazedores de opinião, ou seja, quanto mais escrevem menos informam.
Vou trazer para aqui três notícias, das muitas que li, mas que mais me chamaram a atenção, por várias razões: Uma tem a ver com o negócio entre a TVI e a PT. Cheguei a uma conclusão fácil, tudo são interesses e lutas político/económicas das macro empresas. É uma realidade que tem a ver com o actual sistema político. Surgiu uma poderosa aliança entre macro empresas e bancos, com políticos endinheirados, havendo uma ténue divisão entre os dois grupos. Já um dia escrevi, e volto a escrever: quem representam neste sistema politico/económico os políticos? Exclusivamente as grandes empresas e os bancos. Também considero que neste mesmo sistema, as eleições de quatro em quatro anos, são uma renovação periódica das elites económicas e politicas.
Noticiou a televisão que na Colômbia estão a ser julgados alguns militares pelo crime de assassinarem jovens das camadas mais humildes da população, depois de os aliciarem com um bom emprego. Os cadáveres desses jovens eram mostrados na televisão como sendo cadáveres de guerrilheiros (FARC) abatidos pelo exército. O porquê destes crimes? Mostrar trabalho à população colombiana, demonstrando que o exército actua e está a vencer a guerra, uma atitude psicológica. Agora o que não disseram os jornais; com este procedimento muitos oficiais foram promovidos, e eram dados oito dias de licença a cada soldado que abatesse um guerrilheiro, e estes jovens estavam mesmo à mão, depois de mortos ninguém lhes perguntava o que tinham sido em vida. Um prémio pelo trabalho apresentado!
Voltemos a Portugal e falemos da multinacional espanhola Pescanova. O nosso ilustre e socialista primeiro-ministro, inaugurou em Mira uma secção dessa multinacional, entregou-lhe 45 milhões de euros de ajudas directas, sem falarmos nas indirectas que foram vantagens fiscais, ou seja, impostos reduzidos, ou até nulos. O Estado entregará de mão beijada a essas empresa milhões de euros, alegando que serão criados postos de trabalho, mas esses postos de trabalho vão ser pagos pelo erário público. Nada tenho contra os salários desses trabalhadores, nem desses nem de nenhuns, mas que lho paguem os grandes patrões e grandes accionistas da multinacional, com os seus astronómicos lucros. Ao entregar tanto dinheiro nas mãos de macro empresas, com um único fim de terem lucro, esse dinheiro vai fazer falta à segurança social, pensões dignas, saúde, ensino, etc. Esta é a concorrência dentro da União Europeia, as grandes empresas deslocam-se para os países onde lhe forem dadas mais facilidades, e uma das facilidades mais desejada é o baixo salário de quem trabalha. A mim, se me dessem tanto dinheiro e tanta facilidade, também criava um negócio…
Para terminar, vi estas frases escritas num jornal, penso que por pessoas politicamente correctas.
«A história das ideias mostra que aqueles que reivindicam a totalidade da verdade foram sempre contra a democracia».
«A verdade nem sempre é lucrativa em termos eleitorais».
A ser assim, amigo leitor(a), nunca queira saber a verdade, mantenha-se na ignorância que é o que eles querem.
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

A direcção de campanha do candidato Joaquim Ricardo entendeu clarificar em comunicado a proposta divulgada no Capeia Arraiana sobre a rentabilização das IPSS’s do Sabugal com recurso a utentes de fora do concelho.

Joaquim Ricardo«Àcerca da notícia publicada em 5 de Julho no Capeia Arraiana e que mereceu honrosos comentários por parte de alguns leitores o que desde já se agradece, esclarece-se o seguinte:
O nosso candidato conhece como ninguém o sector de serviços que as IPSS prestam na valência de lar. Sabe dos inúmeros pedidos de internamento existentes (listas de espera) que cada uma das instituições possui. Pedidos esses (saiba-se!) que não discriminam idosos quanto à sua residência, isto é, nas listas de espera não constam somente idosos residentes no concelho mas também de outras partes do país.
Face a esse conhecimento o que o candidato quis dizer é que este sector tem potencialidades para crescer ainda mais, tanto em quantidade como em qualidade e assim proporcionar a criação de mais postos de trabalho. E, aumentando essa oferta, é natural que as listas de espera diminuam e tornar-se-ão, a prazo, inexistentes!
Ora, o sector (tal como qualquer outro sector de actividade económica) não pode sobreviver sem a procura (abundante!) desses serviços e até possuir uma boa carteira de pedidos que garantam a ocupação das camas logo que estas se tornem disponíveis.
Por isso e para garantir um fluxo normal de utentes (clientes) que procuram as nossas IPSS, temos que diversificar o mercado para o exterior do concelho garantindo, deste modo, um stock razoável de pedidos nesta valência que evite o colapso do sector no curto ou médio prazo e deste modo, garantir os postos de trabalho criados, que como se disse, somam neste momento certa de oito centenas mas pode crescer até às dez se lhe for dada a devida e merecida atenção.
Direcção de campanha de Joaquim Ricardo»
jcl

A prática de furtos vem ganhando peso na criminalidade registada pela GNR da Guarda e isso é bem evidente nos resultados da semana passada onde, tendo sido registadas 72 ocorrências criminais, 29 respeitaram a furtos.

Guarda Nacional RepublicanaDentre os furtos, seis aconteceram em estabelecimentos comerciais, quatro em veículos, três em residências, dois de veículos motorizados e um em edifícios públicos, sendo os restantes classificados pela GNR como «outros furtos».
Segundo o comunicado semanal do Comando Territorial da Guarda, detiveram-se 12 Indivíduos, 10 dos quais em flagrante delito: Seis por condução sob o efeito do álcool, três por condução ilegal, um por posse e cultivo de plantas de cannabis. Foram ainda cumpridos dois mandados de detenção judiciais.
Na mesma semana, de 29 de Junho a 5 de Julho, foram elaborados 298 autos de contra-ordenação, pelas seguintes infracções: 284 à legislação rodoviária, 11 à legislação da natureza e ambiente, três à legislação policial geral.
No dia 1 de Julho, o Comando Territorial da Guarda, levou a efeito, em Gouveia, uma operação destinada à fiscalização rodoviária e abordagem de indivíduos suspeitos da prática de crimes. Da mesma resultou a fiscalização de 155 veículos, sendo elaborados 11 autos de contra-ordenação por infracção ao Código da Estrada, efectuadas duas detenções por condução sob efeito do álcool e ainda apreendidos artigos de vestuário contrafeito no valor de seis mil e 500 euros.
No dia 4 de Julho realizou-se uma outra operação, na zona da fronteira com Espanha, destinada ao controlo de mercadorias e posse ilegal de armas de fogo. Da operação resultou a apreensão de mais de mil artigos contrafeitos (ténis, pólos, malas de senhora e toalhas de banho), num valor superior a 52 mil euros. A mercadoria era transportada numa carrinha e destinava-se a ser comercializada na feira mensal de Vilar Formoso.
O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Gouveia deteve, na manhã do dia 2 de Julho, um indivíduo de 19 anos, residente em Seia, por posse e cultivo de cannabis sativa. A detenção foi realizada na sequência de uma busca domiciliária em que foram apreendidas quatro plantas de cannabis com o peso de 162 gramas e uma caixa com olhas secas prontas a consumir. O suspeito foi presente ao Tribunal Judicial de Seia, sendo-lhe sido aplicado Termo de Identidade e Residência como medida de coação.
Foram ainda realizadas sete operações no âmbito da fitossanidade florestal, na zona de fronteira com Espanha, tendo sido fiscalizados 405 veículos e elaborados 11 autos de contra-ordenação.
Na semana em referência verificaram-se 24 acidentes de viação, sendo 15 por colisão, oito por despiste e um por atropelamento. Dos acidentes resultaram cinco feridos leves.
Verificou-se ainda um acidente de trabalho, do qual resultou um ferido grave.
plb

«Este é o clube mais certo para mim, não tenho dúvida. Sente-se algo quando se veste a camisola a primeira vez. É um momento especial este que estou a viver hoje», afirmou Cristiano Ronaldo durante a sua apresentação no estádio Santiago Bernabéu.

Vodpod videos no longer available.

A cerimónia, transmitida para todo o mundo, bateu todos os recordes com mais de 85.000 adeptos a encherem completamente as bancadas e centenas de outros a terem que a acompanhar, em écrãs gigantes, no exterior.
jcl

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.165.450 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES