Realizou-se no passado dia 23 de Maio, o torneio comemorativo dos 52 anos do Clube de Judo de Beja, conhecido por «Taça Cruz Martins». O distrito da Guarda participou neste evento com judocas do Clube de Judo da Guarda (dois) e do Sporting Clube do Sabugal (três) num total de 154 judocas de 14 clubes.

Judocas Sporting Clube SabugalA «Taça Cruz Martins» realiza-se todos os anos em Beja inserida nas actividades das festas da cidade e é destinada aos escalões mais jovens, infantis e iniciados (10, 11, 12 e 13 anos).
Para os escalões de formação do clube sabugalense, tratou-se de um novo ciclo na formação dos jovens, pois foi nesta prova que, em 2003, o Sporting Clube do Sabugal (SCS) lançou a sua primeira competidora que desta vez esteve como monitora para orientar os pupilos raianos.
Foi, portanto, na continuidade do trabalho que está a ser desenvolvido na secção de Judo do SCS que a próxima geração de Judocas do Sabugal se apresentou em Beja com três atletas de 10 e 11 anos.
Este tipo de eventos permite aos judocas que só aos 14 anos podem realizar provas de Campeonato Nacional, conhecer melhor a realidade da competição, tendo em conta serem aplicadas as regras oficiais desta modalidade, sendo assim confrontados não só com os seus oponentes, mas também com tudo o que envolve uma prova oficial, desde as longas deslocações ao stress imposto pela espera de entrar para o Tatami. Não havendo aqui lugar para medos, pois o medo fica com os que não querem participar.
Os judocas Mariana Vaz e Pedro Carreira, ambos do SCS, obtiveram dois primeiros lugares, David Vaz do Clube de Judo da Guarda, um segundo lugar, Emanuel Martins (SCS) um terceiro lugar, e Francisco Simão (CJG) um quarto lugar, todos em categorias de peso diferentes.
O técnico do clube sabugalense esteve presente na prova na qualidade de árbitro, deixando bem entregues os pequenos judocas. A «Taça Cruz Martins» foi entregue ao clube com mais pontuação, em função da classificação dos seus atletas, ficando o Sabugal num honroso 6.º lugar dos 16 participantes, com apenas três atletas em prova, atrás do clube de Judo local.
O resultado final neste tipo de evento é sempre positivo pois prevalece a experiencia ganha pelos atletas em detrimento de qualquer medalha conquistada que nestas idades nem sempre corresponde ao potencial dos jovens competidores, cujos resultados se prevêem a longo prazo.
djmc

Anúncios