No dia 8 de Maio, o Comando Territorial da Guarda da GNR levou a efeito uma operação distrital, destinada ao combate da criminalidade em geral, detecção de viaturas furtada e armas ilegais, bem como identificação de indivíduos suspeitos e envolvidos em actividades delituosas.

Operação STOP da GNRNa operação, que ocorreu em simultâneo em Vilar Formoso e na zona de Seia e Gouveia, foram envolvidos 86 militares da GNR, tendo a colaboração de elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e da Direcção Geral das Alfândegas e Impostos Especiais sobre o Consumo (DGAIEC), tendo como resultado a fiscalização de 514 veículos, dos quais 134 se encontravam em infracção à Legislação Rodoviária.
No decurso da semana passada foram ainda realizadas oito Operações no âmbito da fitossanidade florestal, na zona de fronteira com Espanha, tendo sido fiscalizados 370 veículos e elaborados sete autos de contra-ordenação.
Segundo o comunicado semanal da GNR, no período em análise registaram-se 59 ocorrências criminais, 28 delas referentes a furtos. Dentre os furtos houve um de veículos, quatro em veículos, quatro em edifícios públicos, dois em edifícios comerciais, sete em residências e ainda dez outros furtos.
Foram detidos 15 Indivíduos. Oito em flagrante delito: um por desobediência à autoridade (no âmbito da fiscalização rodoviária), um por condução sem habilitação legal e seis por condução sob o efeito do álcool. Foram ainda detidos sete indivíduos por cumprimento de mandados judiciais.
Foram ainda elaborados 243 Autos de contra-ordenação, pelas seguintes infracções: 226 à Legislação Rodoviária, 12 à Legislação da Natureza e Ambiente e cinco à Legislação Policial.
Registaram-se 27 acidentes de viação, sendo 15 por colisão, 10 por despiste e dois por atropelamento. Deles resultaram 1 feridos grave 12 feridos leves.
plb

Anúncios