O Sporting Clube do Sabugal fez o que lhe competia, vencendo ontem em casa o Vilar Formoso por 1-0. Porém Mêda e Aguiar da Beira também venceram os seus desafios, ficando a tabela classificativa inalterada para os três primeiros. Tudo se adiou para a última jornada do campeonato, que se disputa no próximo domingo.

Bola de futebolO Meda continua a liderar o Campeonato de Futebol da Primeira Divisão Distrital da Guarda, embora com os mesmos pontos do Sabugal, enquanto que o Aguiar da Beira está apenas a um ponto.
No Sabugal havia grande expectativa quanto ao jogo do Sporting da Meda, que recebeu o Gouveia, considerado um adversário difícil, porém o clube medense ganhou por 3-0, assim mantendo a liderança. O Aguiar da Beira, que também espreita uma oportunidade, recebeu e goleou o Lageosa do Mondego por 6-0.
Na próxima jornada os três primeiros jogam fora de casa e tudo farão para vencer. O Sabugal terá, teoricamente, a tarefa mais difícil, pois vai a Vila Nova de Foz Côa jogar com o quarto classificado. No Sabugal, na última jornada da primeira volta, o Sabugal venceu por 1-0, mas agora será tudo mais difícil.
O Mêda também não terá tarefa fácil, ao deslocar-se a Pinhel, um adversário sempre complicado, que na primeira volta impôs em Mêda um empate a duas bolas. Já o Aguiar da Beira terá o jogo teoricamente mais simples, pois irá à Guarda defrontar o NDS, que é o último classificado, e que foi batido na primeira volta por 4-0.
Tudo continua pois em aberto. Como a esperança se deve manter até ao final, pois até ao lavar dos cestos é vindima, ao Sabugal caberá levar de vencida o jogo em Foz Côa e esperar pelos resultados dos seus mais directos adversários.
Capeia Arraiana conversou com o presidente do SC Sabugal, Carlos Janela, que se mostrou confiante na subida do Clube à terceira Divisão Nacional, mas sente de que isso será extremamente difícil. «Nós temos que disputar um jogo muito complicado. O Foz Côa tem uma boa equipa e não facilita. Por outro lado o Mêda perdeu o campeonato do ano passado na última jornada e a história não se repete. Sei que irá a Pinhel para ganhar e tudo farão para o conseguir».
De qualquer forma, Carlos Janela desdramatiza e diz que o Sabugal cumpriu já a sua missão: «Excedemos todas as expectativas, desde logo porque não fizemos equipa para isto. Queríamos disputar tranquilamente o campeonato, mas as vitórias foram surgindo e chegámos com muito orgulho à posição em que estamos. Claro que agora acreditamos poder ser campeões até que o árbitro dê o apito final no nosso jogo e nos dos outros».
Apesar da esperança, o clube não tem qualquer eventual comemoração minimamente preparada: «Até seria mau agoiro. Iremos para Foz Côa confiantes e tudo faremos para vencer. Se a isso se juntar uma escorregadela do Mêda em Pinhel, então faremos uma festa espontânea, à medida da nossa grande satisfação».
plb

Anúncios