A Câmara Municipal de Trancoso lançou um concurso, onde está previsto o investimento de 1,2 milhões de euros, para a construção do Centro de Interpretação Judaico a localizar na antiga Judiaria de Trancoso. No âmbito da candidatura do Programa de Regeneração Urbana está programada a requalificação do Largo Luís Albuquerque com a instalação de mobiliário urbano adequado e embelezamento.

Centro de Interpretação Judaico de TrancosoDecorreu em Trancoso, há cerca de 15 anos, o Primeiro Encontro Internacional da História das Beiras e dos Judeus Peninsulares que reuniu judeus portugueses oriundos das zonas de Guarda, Trancoso, Foz Côa, Moncorvo, Belmonte, Lisboa, Porto, Bragança, Fundão, Covilhã e Coimbra, entre outras. Estiveram ainda presentes elementos de Israel, Estados Unidos, Argentina, França, Bélgica, Espanha, Itália, membros de associações judaicas e das Associação Judaica Rosh Pinah e da Associação de Amizade Portugal-Israel, sedeadas na Guarda, promotores do encontro em parceria com a Câmara Municipal. Na altura foi salientada a importância desta cidade e da sua tradição judaica para a criação de um Centro Interpretativo dedicado à presença hebraica nesta região.
O Centro de Interpretação Judaica Isaac Cardoso que o Município de Trancoso vai construir, com um investimento de 1,2 milhões de euros, tem como objectivos a valorização, registo, defesa e promoção de diversos elementos ligados à cultura judaica, em particular à Comunidade Hebraica de Trancoso.
O presidente da Câmara Municipal, Júlio Sarmento, pretende que este equipamento venha a ser «um lugar de investigação, estudo e debate de ideias, temas e culturas relativas às religiões, mas também sobre a Tolerância, tendo como base um conjunto documental e bibliográfico e promovendo parcerias com entidades nacionais e estrangeiras, nomeadamente do Brasil, Holanda, Espanha, Estados Unidos e Israel com o objectivo de obter o máximo de investigação sobre os Judeus de Trancoso».
A criação de prémios de investigação, publicação de teses e trabalhos de investigação e artigos científicos nesta área em parceria com instituições congéneres, a realização de seminários, simpósios, congressos, dando continuidade às Primeiras Jornadas do Património judaico na Beira Interior realizadas em Trancoso em 2005, visitas de estudo e visitas guiadas vocacionadas principalmente para o turismo cultural e religioso, são alguns dos fins a que se destina o Centro de Interpretação Judaica Isaac Cardoso.
Fernando Cardoso, aliás Isaac Cardoso nasceu no início do século XVII em Trancoso. Foi viver em 1610 para Espanha com a família. Aqui estudou e doutorou-se em Salamanca. Médico, filósofo e defensor do judaísmo, foi uma das figuras proeminentes da época e das personalidades mais ilustres de Trancoso.A autarquia vai, igualmente remodelar a iluminação do Centro Histórico de Trancoso por forma a enriquecer o ambiente o urbano tornando-o mais visível e atractivo. A intervenção corresponde a um investimento estimado em 700 mil euros.
aps

Anúncios