Portugal conquistou 24 medalhas no Torneio Internacional de Esperanças (cadetes), que se realizou no fim-de-semana de 18 e 19 de Abril, pela segunda vez em Miranda do Corvo, Coimbra.

Judo - Sporting do SabugalA introdução de novas regras na arbitragem obrigou a um aumento do nível competitivo dos judocas. E foi com muito público a assistir, que os 164 atletas (105 rapazes e 59 raparigas de 15 e 16 anos) distribuídos por 15 categorias de peso, competiram numa prova de elevado nível técnico com a presença de alguns campeões nacionais de seus respectivos países.
A comitiva portuguesa conquistou 21 medalhas no total, sendo 8 de ouro, mas foi a Espanha que no total somou 31 medalhas, com menos uma de ouro que Portugal.
O distrito da Guarda esteve representado por três judocas femininas, Inês Cunha do Clube de Judo da Guarda e Ana Sofia Figueiredo do Sporting Clube do Sabugal (SCS), ambas em -57 kg, que competiram no domingo e cujo bom comportamento e boa atitude frente a adversárias mais graduadas e mais experientes não foi suficiente, conseguindo no entanto ainda ir às repescagens. No sábado, Ana Rita Figueiredo do Sporting Clube do Sabugal em -48 kg, subiu ao pódio arrecadando o Bronze dedicando o ramo de flores à irmã que iria competir no dia seguinte.
Segundo o treinador do SCS, as atletas podiam ter conseguido mais algumas vitórias mas a falta de experiência, o pouco tempo de prática na modalidade e algum nervosismo não permitiu um melhor desempenho. No entanto a judoca sabugalense que traz para casa a primeira medalha Internacional do Distrito da Guarda desde o lançamento da modalidade na região, conseguiu eliminar a vice-campeã nacional que a tinha afastado do pódio em Fevereiro no Arena de Portimão, perdendo com a campeã nacional no combate de acesso à final.
Este escalão etário ainda tem algumas provas de nível nacional até ao fim do ano, mas Ana Rita Figueiredo e Inês Cunho, bem como outros judocas guardenses que não participaram nesta prova, estando no último ano deste escalão, deverão focar as suas atenções nas competições de juniores, nas quais se deverão esforçar, para entrar já em 2009 no ranking nacional que dá acesso à fase final do Campeonato Nacional.
djmc

Anúncios