Os «Ex-Votos» formaram-se no final dos anos 80, do século XX, em Lisboa. O seu líder e mentor era Zé Leonel, um dos fundadores dos Xutos & Pontapés.

Joao Aristides DuarteQuando os Xutos deram o seu primeiro concerto, nos Alunos de Apolo, em 1979, Zé Leonel era o vocalista da banda. Esteve nos Xutos quase dois anos.
Zé Leonel esteve ligado aos Faíscas, uma mítica banda Punk portuguesa, onde fazia o papel de «agitador de massas» de modo a criar conflitos para que o público se envolvesse em desacatos, necessários para a sua promoção. Curiosamente, aquando do concerto dos Faíscas, no Sabugal, em Maio de 1978, Zé Leonel não veio.
Os «Ex-Votos» nunca tiveram grande popularidade, mas eram conhecidos por um público específico, ligado ao Rock mais alternativo. Mesmo assim, ainda tiveram um ou outro tema bastante conhecido do público, sobretudo «Subtilezas Porno-Populares», um tema que ficou conhecido como «Pimba!», tal como era referido num autocolante que acompanhava o CD. Zé Leonel até se chateou todo quando Emanuel lançou a moda do «Pimba» e a canção com o mesmo nome. Os «Ex-Votos» já tinham lançado o «Pimba!» um ano ou dois antes, embora o estilo musical nada tivesse em comum.
Todos os membros que passaram pelos Xutos & Pontapés já tocaram no concelho de Sabugal. Francis foi o guitarrista no concerto dos Xutos, no Soito, em 1981. Gui tocou com os Xutos na Rapoula do Côa e tocou com os Despe & Siga num concerto, no Soito, em 1995.
Zé Leonel e os Ex-Votos apresentaram-se ao vivo, no Sabugal, no dia 3 de Agosto de 2003, evento integrado na Festa das Associações, que teve lugar no Largo da Fonte.
Este foi um dia de imenso calor. O céu estava completamente negro, tal o número de incêndios que rodeavam o concelho.
Ex-Votos no SabugalOs membros dos «Ex-Votos» tiveram que fazer um desvio, já que não puderam seguir viagem por Caria. Depois, já perto de Santa Ana de Azinha havia outro incêndio. Com cuidado lá conseguiram chegar ao Sabugal, para fazerem o ensaio de som.
Devido à pouco cuidadosa divulgação (em nenhum local se encontrava um cartaz que indicasse que os Ex-Votos eram liderados por um membro fundador dos Xutos & Pontapés), este concerto correu muito mal.
O público presente era tão pouco que nem deu para os músicos aquecerem. No entanto, eles tocaram como se o estivessem a fazer para uma verdadeira multidão. É assim que mandam as regras do profissionalismo.
Os «Ex-Votos» apresentaram-se no Sabugal com uma formação que incluía saxofonista, acordeonista, baterista, baixista, vocalista feminina e vocalista masculino (Zé Leonel).
Tocaram vários temas, tais como «Isso é Bom», «Benditos Sejam», «Saloia», «Alice», «Cantiga da Vida», etc.
O concerto terminou, como não podia deixar de ser com «Subtilezas Porno-Populares» (ou «Pimba!»).
Numa entrevista que o Zé Leonel me concedeu no ano passado e foi publicada no jornal «Nova Guarda», referiu que, após o concerto do Sabugal, a banda cumpriu os concertos agendados e terminou logo de seguida. Zé Leonel também disse que este tinha sido um dos piores concertos da sua vida, não só pelo concerto em si, mas pelos atalhos que tiveram que percorrer devido aos incêndios.
Este foi um concerto mítico apenas pela presença de um nome, também ele, mítico do Rock português no palco instalado no Largo da Fonte.
Na imagem pode ver-se uma fotografia deste concerto, da minha autoria.
«Música, Músicas…», opinião de João Aristides Duarte

akapunkrural@gmail.com

Anúncios