Ruralidades.

Tive o privilégio de almoçar num dos pouco sítios que existe em Portugal onde se mantêm viva a essência do mundo rural. Um local privilegiado pela serrania e pela comunhão entre o homem e natureza. Esqueçamos os pratos a rigor, os talheres a condizer e muitos outros semblantes de uma refeição de um regular restaurante.
Tendências que tendem a desaparecer a passos largos, entidades culturais de um povo que ainda continua a ser o segundo país da UE mais rural.

(Clique nas imagens para ampliar.)

«A Objectiva de…», galeria fotográfica de Pedro Afonso
pmiguelafonso@gmail.com