You are currently browsing the daily archive for Sábado, 7 Fevereiro, 2009.

No início de 2009, o ano de todas as eleições, o Capeia Arraiana entendeu convidar os três candidatos a ocuparem um espaço comunicacional de esclarecimento (livre e gratuito) para discussão pública dos seus pontos de vista. O chefe de finanças António Dionísio (Sabugal), o engenheiro António Robalo (Ruvina) e o chefe de divisão de finanças Joaquim Ricardo (Aldeia de Santo António) têm diversos prós e contras no momento actual das suas candidaturas.

Eleições Autárquicas no SabugalOs candidatos, bem aconselhados, deviam perceber que já estão em intensa campanha eleitoral, diria até, que deviam estar em exclusividade. A nível nacional os três momentos eleitorais (ou apenas dois por acumulação) ainda não estão marcados mas, daqui a quatro/cinco meses (Junho ou Julho), podem ocorrer as eleições para o Parlamento Europeu a primeira prova de fogo aos candidatos. Os que se identificarem com as forças políticas ganhadoras vão ver nisso um sinal positivo. Os outros vão dizer que as eleições europeias têm motivações muito diferentes das locais.
Teremos, depois, as legislativas e as autárquicas que podem, ou não, ser em simultâneo mas que têm de decorrer obrigatoriamente até Outubro. Faltam por isso apenas oito, oito longos meses para três grandes momentos eleitorais em que os candidatos autárquicos vão estar disponíveis e em permanência no terreno.
O candidato pelo Partido Socialista, António Dionísio, tem como principal ponto negativo a sua inelegibilidade (especial) enquanto chefe da repartição de finanças do círculo eleitoral onde exerce funções (artigo 7.º da Lei Eleitoral). A questão, no entanto, já foi respondida pelo candidato em entrevista recente ao Capeia Arraiana. A concretização dos seus objectivos estará muito dependente das dinâmicas – pessoal e do seu staff –, da capacidade de aconchegar as duas facções dos socialistas sabugalenses e de convencer todos aqueles que são críticos da actuação de cerca de uma década de governação social-democrata. Uma boa presença, a simpatia e o relacionamento cordial são os pontos fortes de António Dionísio. Como candidato irá construir uma imagem de fractura com o passado e de insatisfação com o que foi feito, apoiado no não comprometimento (tal como Joaquim Ricardo) com a política do executivo municipal.
Vale o que vale: ligação familiar à vila do Soito.
O candidato pelo Partido Social Democrata, António Robalo, em funções como vereador autárquico não tem nenhuma inelegibilidade legal. A não concretização, durante 2009, de projectos anunciados pela maioria social-democrata no executivo camarário, com destaque para o mega-investimento da Malcata, e a imagem «desgastada» por muitos anos de poder poderá transformar-se em factor negativo. O poder político executivo é sempre uma moeda de duas faces. O PSD tem uma grande tradição autárquica em Portugal e em especial no Sabugal. Na balança das decisões estarão os pesos da satisfação dos 40 presidentes de Junta de Freguesia, das Associações e outras entidades raianas. Mas, acima de tudo, tem de conviver até às eleições com a sombra das palavras e das decisões de Manuel Rito. E, claro, em política nunca é a oposição que ganha é sempre o poder que perde. Como factores positivos destacam-se o profundo conhecimento (mais de 10 anos) dos dossiers municipais e a grande capacidade de trabalho nas muitas frentes em que está envolvido.
Vale o que vale: ligação familiar à vila do Soito.
O candidato independente nas listas do MPT-Partido da Terra, Joaquim Ricardo, o primeiro candidato assumido, veio baralhar as contas dos actores políticos tradicionais no concelho do Sabugal. Não consideramos que seja um factor negativo. Aliás, o actual presidente da Câmara do Sabugal, Manuel Rito Alves, não é militante partidário e foi candidato independente nas listas do PSD. O candidato natural de Aldeia de Santo António aparece com uma mensagem marcadamente ambientalista num partido que preza os valores da Natureza. As candidaturas independentes (sem apoio partidário) à luz das actuais leis eleitorais são praticamente irrealizáveis. Assim, Joaquim Ricardo, assumiu a liderança local de um projecto com valores nacionais do Partido da Terra que tem dois deputados eleitos nas listas do PSD. A nível concelhio uma campanha transversal aos partidos tradicionais poderá trazer muitos dividendos com conquistas nos eleitorados laranja e rosa que não se revêem nos respectivos candidatos. Factor muito positivo é a aposta evidente e em força nas novas tecnologias de informação. Tem contra si, como factor negativo, uma imagem relativamente desconhecida no eleitorado sabugalense e pouco ou nenhum conhecimento das relações e interesses jogados às quintas-feiras. A escolha (apresentação) do número dois poderá ter sido um pouco precipitada até pela falta de envolvência do mesmo, até ao momento, no confronto público de ideias.
Vale o que vale: ser do lado de lá do Côa.
A grande expectativa prende-se agora com as possíveis nomeações femininas para a corrida eleitoral. A Lei Orgânica n.º 3/2006, de 21 de Agosto, conhecida como Lei da Paridade estabelece que as listas para a Assembleia da República, para o Parlamento Europeu e para as Autarquias Locais são compostas de modo a assegurar a representação mínima de 33 por cento de cada um dos sexos para promover a paridade entre homens e mulheres. Assim, a ordenação das listas não pode conter mais de dois candidatos do mesmo sexo colocados, consecutivamente, com excepção das freguesias com 750 ou menos eleitores. O não cumprimento obriga ao pagamento de uma coima e à afixação da lista faltosa na porta do Tribunal da Comarca respectiva. Aqui reside, agora, a curiosidade sobre as escolhas (ou não) dos candidatos.
A nível nacional, após o 25 de Abril, tivemos todos uma brutal relação com a política. Actualmente é difícil descobrir as diferenças entre os dois principais partidos portugueses. O eleitorado é uma espécie de mercado. A imagem submete as pessoas a alguma escravidão mas para os políticos é fundamental o tratamento da imagem. Não se esgota na diferença das pessoas porque as ideias são praticamente as mesmas. É tão importante o que se diz e as tomadas de posição como o que não se diz ou fica por dizer. Em Direito da Comunicação aprende-se que «o que não está na acta não está no Mundo» e, de facto, assim é. O Ministro não fala à hora dos jogos mas as decisões governativas que mais prejudicam os cidadãos como o aumento dos impostos são tomadas quando as atenções estão viradas para o futebol.
Actualmente, deixámos de estar no domínio da substância e vivemos no domínio da imagem. Desenganem-se aqueles que acham que não é necessário o confronto de ideias e que tudo se resume a um privado «toma lá, dá cá» do século passado. A incapacidade de transmitir a mensagem provoca a morte da mesma. Vão ser necessárias frases com impacto que sejam validadas pelo marketing político. «Mais Saúde, Menos Estado, Melhor Estado» são chavões e frases acertivas que entram no ouvido e são mobilizadoras. Os directores de campanha apostam em frases curtas. Vivemos um tempo de velocidade com a notícia à distância de um clique.

A nível distrital constou-me que Álvaro Amaro (actual presidente da Câmara de Gouveia) está dividido entre a candidatura a dois amores: a Câmara Municipal de Coimbra e o Parlamento Europeu. Mas o que pode ser verdade hoje…
«A Cidade e as Terras», opinião de José Carlos Lages

jcglages@gmail.com

Anúncios

Depois de toda esta operação, a cidade e o rio farão as pazes. A cidade visitará regularmente o rio e este, de fato domingueiro e airoso devolverá saúde e bem-estar aos seus habitantes.

Joaquim RicardoO rio Côa passa sorrateiro, cansado, algo envergonhado, parecendo doente (doença incurável), ao lado da cidade fria. E pisga-se logo que pode, sem olhar para o seu lado direito onde, silenciosa, despercebida mas exibindo, vaidosa, o seu castelo, peça única no país e quiçá no mundo. Os seus habitantes olham-no do alto da sua velha ponte com vaidade, único sítio permitido. Miram-no à chegada e à saída e depois vão-se embora satisfeitos, nostálgicos.
É um rio que se encontra longe da cidade. Estranho até! Urge por isso fazer as pazes entre ambos! É necessário e urgente rejuvenescer o rio Côa devolvendo-o à cidade e às suas gentes.
Os acessos ao rio frio, deverão ser dignificados com amplas estradas mas condicionando o trânsito automóvel para que não se estrague a beleza do seu ambiente natural. O seu leito deverá ser rigorosamente limpo e as suas margens arejadas com amplos passeios ao longo de todo o seu curso urbano.
A electrificação das suas margens é outra necessidade imperiosa para que os seus utilizadores possam, sem receio, percorrer a pé ou em bicicleta as suas margens.
A construção de verdes jardins principalmente frontais à cidade é outra necessidade que certamente trará qualidade de vida a todos os habitantes e visitantes do lindo rio que dá o seu nome a muitas aldeias, vilas e cidades por onde passa.
Depois de toda esta operação, a cidade e o rio farão as pazes. A cidade visitará regularmente o rio e este, de fato domingueiro e airoso devolverá saúde e bem-estar aos seus habitantes. Por fim, doa-lhe o seu nome e a cidade adopta-o orgulhosa e, assim, renasce «SABUGAL – A Cidade do Côa».
«Sabugal: A Cidade do Côa», opinião de Joaquim Ricardo

joaquimricardo2009@gmail.com

Sob a orientação do Padre Paulo, pároco oficial de Fóios, procedeu-se a alguns melhoramentos no interior do edifício da Igreja Matriz desta freguesia raiana do concelho do Sabugal.

Obras na Igreja dos FóiosO Padre Paulo, com a colaboração dos elementos da comissão fabriqueira da Igreja, pediram apoio financeiro à população para a realização das obras, que eram manifestamente necessárias. O povo fojeiro mobilizou-se por mais uma causa comum e, com a ajuda dos que quiseram voluntariamente contribuir e com algum dinheiro que a comissão fabriqueira tinha de reserva, foi possível juntar a verba suficiente para que se tivesse enriquecido o interior da Igreja.
Os trabalhos no interior do templo levaram cerca de três meses, tendo a Missa Dominical acontecido no pavilhão das eiras durante esse período.
As melhorias foram do agrado de todos e o serviço litúrgico está de volta ao seu local próprio, que agora se revela mais acolhedor, sendo-lhe devolvida a inteira dignidade.
A igreja de Fóios tem por orago o Apóstolo S. Pedro, em honra do qual se realiza a festa de Agosto.
Natália Pires

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 835 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3,091,611 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios