Após alguns pedidos neste sentido vou tentar esclarecer o cancro do colo de útero e a vacinação para o mesmo. O colo do útero é uma parte do aparelho reprodutor feminino. É a parte mais estreita do útero que liga a vagina a este. O colo do útero é também o órgão que produz o muco que vai ajudar os espermatozóides a deslocar-se desde a vagina até ao útero. Na gravidez este contrai-se para manter o bebé dentro do útero e no parto abre-se para permitir a sua passagem.

Cancro do colo do úteroCANCRO DO COLO DO ÚTERO – Na verdade é um órgão com funções muito importantes. Na Europa morrem diariamente muitas mulheres devido a esta doença. Pode atingir as mulheres mais frequentemente entre os 15 e os 44 anos.
Este tipo de cancro ao contrário de outros é provocado por um vírus o Papilomavírus Humano (HPV), para ser detectado o método é muito simples deslocar-se ao seu médico e pedir uma citologia também conhecido por teste de Papanicolau. Esta é sem dúvida a única forma de o detectar.
Se o seu exame apresentar um resultado anormal deverá agir de imediato. Falando com o seu médico sobre todos os procedimentos a ter. Este tipo de cancro apesar de ser provocado por um vírus também ele não apresenta qualquer tipo de sintomas, até atingir uma forma avançada.
Nestas fases pode existir:
– Hemorragia vaginal anormal;
– Dor durante as relações sexuais;
– Corrimento vaginal anormal;
– Dores pélvicas.
Se estiver na presença de algum destes sintomas não perca tempo nem os ignore a sua rapidez pode na verdade salvar-lhe a vida. No entanto não quer dizer que estes sinais só estejam associados ao cancro podem estar associados a outro tipo de infecções, mas como se diz em bom português o «seguro morreu de velho» então o melhor caminho é ter a certeza.
No entanto cerca de 70 por cento das mulheres sexualmente activas já estiveram expostas ao HPV tanto na adolescência como na fase adulta.
Esta vacina cobre os tipos de HPV que são causadores de 75 por cento das causas de cancro do colo de útero. Actualmente a protecção mais eficaz contra o cancro do colo do útero consiste na aplicação de duas medidas complementares: o rastreio e a vacinação.
Vera Villanova