O Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos PROVERE – Serra da Estrela, criado no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), está a ser dinamizado pela Câmara da Guarda e abrange os concelhos de Guarda, Celorico da Beira, Gouveia, Seia, Manteigas e Covilhã.

O plano de acção, que contém vários projectos susceptíveis de serem candidatados a fundos comunitários, já foi apresentado aos vários parceiros públicos e privados. O programa valoriza «a montanha e o ar de altitude» e a «excelência bioclimática» e poderá permitir a execução de projectos considerados importantes para a região da Serra da Estrela.
O plano de acção «Provere-Serra da Estrela» contempla actividades relacionadas com o turismo de natureza, de saúde e bem-estar, cultural e paisagístico e também dedica atenção ao relançamento das actividades tradicionais em formatos economicamente viáveis.
A criação de um centro de investigação e monitorização da saúde e ambiente, a construção de uma clínica para tratamento de doenças do foro respiratório e a construção de uma clínica de bem-estar, são projectos considerados âncora no plano delineado que contempla ainda a requalificação do Hotel de Turismo da Guarda, a criação de uma Cápsula do Tempo, o aproveitamento da envolvente da Barragem do Caldeirão para empreendimento turístico e a construção de um IndoorSnow (Gouveia).
Está prevista a criação de um parque temático em torno do ar e outro denominado «Serra da Estrela dos Pequeninos», que apresentará os ícones da Serra da Estrela e da sua envolvente.
O programa é dinamizado pela Câmara da Guarda, que tem como parceiros, entre outros, as Câmaras de Celorico da Beira, Covilhã, Gouveia, Manteigas e Seia, a Associação Comercial da Guarda, o NERGA-Associação Empresarial da Guarda, o Hospital Sousa Martins e o Instituto Politécnico.
jcl

Anúncios