You are currently browsing the daily archive for Segunda-feira, 20 Outubro, 2008.

A Escola de Karate do Sabugal (EKS) contratou quatro novos treinadores, cujos currículos são no mínimo invejáveis, tendo em vista criar condições para um maior desenvolvimento da modalidade.

O Karate no Sabugal existe desde há muitos anos. Com algumas interrupções pelo meio, é certo, mas esta é uma actividade com alguma tradição na Cidade, onde decorreram já vários campeonatos e estágios que aqui trouxeram muitos forasteiros.
O grupo de atletas que treinam Karate Shotokan na Cidade do Sabugal é bastante diversificado, constituído por crianças e adultos, tendo o atleta mais novo cinco anos e o menos novo quase dez vezes mais. Ao longo dos anos, vários atletas têm participado em torneios e campeonatos associativos, bem como nos da Federação Nacional de Karate – Portugal (FNK-P), nos quais têm tido excelentes prestações, conquistando alguns lugares cimeiros no pódio. Neste momento são três os atletas do Sabugal que se encontram em treinos regionais de Selecção da FNK-P.
Desde o início deste ano (época desportiva 2007/2008) que este grupo de Karatecas se encontra filiado na Academia Egitaniense de Karate Shotokan, através da Escola de Karate do Sabugal. Também desde essa data que a EKS se encontra associada à União Dojos Karate Shotokan, e filiada na Federação Nacional de Karate – Portugal, Liga Portuguesa de Karate Shotokan e Japan Karate Association – Portugal.
São cinco as máximas pelas quais os praticantes se orientam, não só no treino específico de Karate, mas em qualquer situação da vida – Carácter, Sinceridade, Esforço, Etiqueta e Auto-Controle – pelo que o objectivo do Karate consiste no aperfeiçoamento do carácter através de uma prática esforçada, feita com sinceridade e respeito, promovendo assim o auto-controle do praticante.
Esta época desportiva houve algumas mudanças quanto aos responsáveis de formação. Assim os novos treinadores são:
Rui Jerónimo, que tem no seu currículo vários títulos desportivos: onze vezes Campeão Regional FNK-P, sete vezes Campeão Nacional FNK-P, vice-campeão Europeu ESKA, terceiro classificado no Europeu ESKA , uma vez campeão Europeu FSKA, seis vezes campeão Mundial FSKA. É graduado com o 3º Dan pela Federação Nacional de Karate e é treinador de Nível 1 da mesma federação. Frequentou ainda os Cursos Superiores de Desporto, Educação Física e Ciências do Desporto. É Técnico Geral de Massagem e Fisioterapia.
Carla Jerónimo, que tem como principais títulos: dez vezes Campeã Regional FNK-P, duas vezes Campeã Nacional FNK-P, dez vezes Campeã Nacional LPKS, três vezes Campeã Mundial FSKA, uma vez Campeã Mundial JSKA, uma vez Campeã Universitária FADU, duas vezes Campeã da Taça de Portugal. É graduada com o 3º Dan pela Federação Nacional de Karate e é Treinadora de Nível 1. É Licenciada em Educação de Infância e é Técnica Geral de Massagem e Fisioterapia.
José Jerónimo: graduado com o 3º Dan da Federação Nacional de Karate – Portugal, Treinador de Nível 1 e instrutor de Karate desde 1997.
Rosa Jerónimo: graduada com o 1º Kyu pela União de Dojos de Karate Shotokan, Treinadora e Monitora da Federação Nacional de Karate – Portugal, sendo Instrutora de Karate desde 2003
Estes quatro novos treinadores conseguiram já formar vários Campeões Regionais, Nacionais, Internacionais e Mundiais. Têm atletas que representam actualmente Portugal em Selecções Nacionais, e que se encontram em treinos de Selecção da Federação Nacional de Karate.
Em cada treino estarão sempre presentes dois dos quatro treinadores referidos.
Espera-se que, com esta mudança, os atletas consigam alcançar ainda melhores performances, para que o Karate continue a divulgar, cada vez mais e melhor, a Cidade do Sabugal.
O horário dos treinos é das 19 às 20 horas, às segundas e quintas-feiras.
O local é o Pavilhão Gimnodesportivo do Sabugal.
Os interessados em praticar Karaté podem inscrever-se no local de Treino ou pelo telemóvel 962838710.
Celino Augusto

Anúncios

O Grupo Territorial da GNR da Guarda deteve oito condutores por infracções graves ao Código da Estrada no decurso da semana transacta. No total registaram-se 57 ocorrências criminais, dentre as quais se destacam ainda 15 crimes de furto.

Os condutores foram detidos em flagrante delito, tendo por base três situações de condução sob efeito do álcool, quatro por condução ilegal e uma por desobediência de um cidadão, que exercia a condução tendo a carta apreendida.
Dos furtos registados, um correspondeu a furto de veículo, outro de objectos no interior de veículo, dois em residências, um em estabelecimentos comerciais e 10 outros pequenos furtos.
Na madrugada do dia 14 de Outubro foi realizada uma operação em todo o distrito da Guarda, vocacionada para a prevenção e o combate à criminalidade, nomeadamente abordagem e intercepção indivíduos e viaturas suspeitas, na qual foram empenhados 59 militares. Desta acção resultou a elaborados 30 autos de contra-ordenação e foi detido um indivíduo por condução sem habilitação legal.
No mesmo período, de 13 a 19 de Outubro, foram participados seis incêndios florestais, por indícios de acção criminosa.
Registaram-se 30 acidentes de viação, sendo 20 por colisão, oito despistes e dois por atropelamento, do qual resultaram um morto, três feridos graves e 17 feridos leves.
Durante a semana os Núcleos Escola Segura (NES) dos Destacamentos Territoriais de
Guarda, Pinhel, Gouveia e V. Formoso, realizaram 10 acções de sensibilização no âmbito dos temas «Segurança Rodoviária, Segurança na Escola e Código Penal». Estas acções decorreram em varias escolas do Distrito da Guarda e foram presenciadas por um total de 227 alunos.
plb

O GAC (Grupo de Acção Cultural) foi fundado em casa de José Jorge Letria, no dia 30 de Abril de 1974, precisamente seis dias após o Golpe de Estado que devolveu a liberdade aos portugueses, então ainda sob a designação de CAC-Colectivo de Acção Cultural.

Joao Aristides DuarteEssa foi precisamente a data em que o cantor e compositor José Mário Branco, um dos mentores do movimento, regressou do seu exílio em França, e além dessa figura da música popular portuguesa estiveram ligados à fundação daquele movimento personalidades como Afonso Dias, Eduardo Paes Mamede, João Loio, Luís Pedro Faro (cuja formação etnomusicológica foi de especial importância para o movimento), Nuno Ribeiro da Silva (que foi Secretário de Estado num Governo de Cavaco Silva), Toinas (Maria Antónia Vasconcelos), o poeta Manuel Alegre e a violoncelista Luísa Vasconcelos, entre outros (muitos deles oriundos da Juventude Musical Portuguesa). Hoje o trabalho do GAC é considerado, pelos especialistas musicais, como fundamental para o enriquecimento da música popular portuguesa.
Algum tempo passado, devido a divergências sobre o seu posicionamento político, o GAC transformou-se em «GAC – Vozes na Luta» e passou a ser uma espécie de frente musical da UDP (União Democrática Popular), tendo os membros das outras organizações políticas abandonado a sua formação. Algumas das suas mais famosas canções eram «Alerta» ou «A Cantiga é Uma Arma».
Não tenho a certeza absoluta, mas julgo que foi em 1975 que o GAC veio ao Soito, em pleno PREC, quando o país estava dividido e a efervescência política estava ao rubro. Deve ter sido por alturas da Primavera, porque a imagem que guardo é de que os campos estavam verdes.
Tinha eu, portanto, 15 anos, mas lembro-me. Andava a estudar no Colégio do Soito, no antigo 5.º Ano Liceal (actual 9.º Ano).
Sei que tudo se passou quando uns rapazes do Soito, que viviam em Lisboa e deviam ser militantes ou apoiantes da UDP, convidaram o Grupo a dar um concerto (na época chama-se «sessão») nesta freguesia.
Sessão dos GAC no SoitoLembro-me de ver uns cartazes com a convocatória para a «Sessão».
Ora, o GAC era um grupo que tinha todas as características para não poder ser bem aceite no Soito, nessa época, uma vez que o Soito sempre foi uma terra muito à direita e o GAC era o representante de tudo aquilo que era combatido pela direita.
O que é certo é que a tal «sessão» lá se realizou no Salão Paroquial do Soito, à tarde, com cenas verdadeiramente surrealistas à mistura.
O GAC era um conjunto de rapazes e raparigas que cantavam. O acompanhamento era feito por violas acústicas.
Cantavam canções revolucionárias, com poemas o mais extrema-esquerda possível e imaginável.
Foi um problema para o pároco do Soito (Padre João Domingos) ceder o Salão e os microfones. Lembro-me de os organizadores terem ido pedir o salão e os microfones e o Sr. Padre não os querer ceder. Com insistência lá acabou por consentir.
Durante a «sessão» o GAC foi cantando as suas canções, ao mesmo tempo que aproveitava para fazer campanha política.
No meio da sessão, o pároco foi ao palco, fez um discurso contra as letras das canções apresentadas e os membros do GAC ficaram de cara à banda. A seguir começaram eles a debitar umas frases em contradição com o que o pároco tinha dito e voltaram a cantar.
O público não era muito e a maioria eram jovens. Algum público mais idoso estava todo espantado com aquilo. Como era possível aquilo estar a passar-se no Salão Paroquial? Nem sei como não houve algum confronto verbal ou violência física.
Noutro momento o Toninho Oliveira (que estava presente) agarrou na minha irmã (então com 9 anos) e levou-a para junto dos membros do GAC, no palco. Ela não sabia muito bem o que estava lá a fazer, mas lá se manteve algum tempo.
Aquilo terminou e o GAC foi fazer uma nova «sessão», desta vez no Sabugal. Nunca mais ouvi falar sobre o que se passou no Sabugal. Se algum dos visitantes deste blog se lembrar dessa «sessão» no Sabugal, agradecia que deixasse comentário.
Curiosamente, há, aproximadamente, um ano o meu irmão disse-me que ouviu numa rádio nacional os elementos do GAC a referirem-se a esta «sessão» que teve lugar no Soito, de tal maneira este evento foi inesquecível.
«Música, Músicas…», opinião de João Aristides Duarte

akapunkrural@gmail.com

José Saramago passou pelo Sabugal nos finais da década de 1970, como já o referiu neste blogue o cronista José Robalo, numa das suas sublimes crónicas semanais. O escritor calcorreava o País, tomando as notas que dariam origem ao seu livro «Viagem a Portugal», e o que verdadeiramente o fez vir ao Sabugal foi o propósito de admirar os ex-votos depositados na capela da Senhora da Graça.

Saramago chegou ao Sabugal ao fim de uma manhã. Como ele mesmo escreveu, vinha na mira dos ex-votos populares do Século XVIII, buscando-os na ermida de Nossa Senhora da Graça, onde era suposto estarem. Contudo o Ti Simão, mais conhecido por Ti Ratinho, guarda do santuário, não lhe soube dizer onde estavam, contentando-se o viajante com uma breve visita à capela nova, que achou de «espectacular mau gosto». O viajante almoçou no Sabugal. Não se sabe o restaurante que o acolheu, contudo, foi em local central, porque deixou nova nota de reparo: «nada mais viu que o geral aspecto duma vila ruidosa que vai para a feira ou vem de feirar». Desiludido com o Sabugal rumou à Guarda, onde tinha alojamento.
Os afamados ex-votos que José Saramago procurou e não encontrou, existem de facto, e são verdadeiras obras-primas. Quando Saramago veio ao santuário, não revelando a conselho de quem, as peças estariam depositadas na sacristia da capela velha, degradadas e amontoadas a um canto. De pouco lhe valeria tê-las examinado, e talvez fosse isso que levou o guardião a dizer que desconhecia o seu paradeiro.
Dos painéis dedicados à Senhora da Graça, analisemos um deles, que no presente se encontra exposto na capela do santuário. Trata-se de uma tela pintada a óleo, datada de 25 de Maio de 1760, pela qual se agradece o milagre que Nossa Senhora da Graça concedeu a uma religiosa, afectada com um cancro num peito, despedida pelos médicos, mas que foi salva pela intervenção divina.
O quadro é obra de artista. Em baixo representa-se a paciente, amparada e consolada pelas enfermeiras que dela cuidam. Ao lado os médicos com ar de desalento, seguros de que a ciência já nada pode fazer para salvar a doente. Numa mesa coberta com vistosa toalha, repousam os frascos de remédios e demais instrumentos da medicina. Fixadas na parede do quarto estão representações da Virgem e do Sagrado Coração, um espelho e um ramo de flores. Em cima, do lado esquerdo, sob um claustro gradeado representa-se um grupo de sete religiosas rezando à Virgem pela salvação da irmã doente. No canto superior direito está uma nuvem contendo no interior uma comovente representação de Nossa Senhora da Graça, de túnica branca e manto azul ferrete, com o Menino Deus no regaço. À sua volta seis querubins fazem-lhe escolta, concedendo-lhe especial encanto. Em rodapé a legenda em português vernáculo, explicando o milagre que Nossa Senhora concedeu à religiosa. A moldura de madeira, dum vivo azul celeste, dá ao quadro um magnífico efeito, ajudando a tecer o jogo das tonalidades que o compõem.
Os ex-votos de Nossa Senhora da Graça estão agora devidamente restaurados e expostos na capela do santuário graças à acção de uma mordomia, que decidiu recuperar estes importantes testemunhos da fé popular, autênticas obras-mestras da arte sacra. Pode agora vir o nosso Nobel visitar o santuário, que sem dúvida avistará o que na altura pretendeu ver mas que não lhe foi apresentado.
plb

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.144.916 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios