Integrado na Festa das Associações, organizada pela Câmara Municipal do Sabugal, o concerto dos Liverpool teve lugar no dia 1 de Agosto de 2003. Nesses tempos a Festa das Associações ainda não se chamava Festa da Europa e realizava-se no recinto do Largo da Fonte, no local onde costumam acontecer as Festas de S. João.

Joao Aristides DuarteO local era demasiado grande para este evento. O público mantinha-se muito longe do palco, já que os expositores estavam espalhados por todo o recinto do Largo da Fonte.
Continuo convencido que o local onde este ano decorreu a Festa da Europa é o mais indicado para esse tipo de realizações.
Os Liverpool são uma banda que faz covers dos Beatles. Constituídos por 5 elementos, são originários de Múrcia, em Espanha.
Para além de se apresentarem em palco, vestidos como os Beatles, os elementos da banda utilizam, guitarras dos anos 60 como as que usavam os Beatles, algumas das quais verdadeiras raridades.
Para além dos habituais instrumentos bateria, guitarra -baixo, guitarra-ritmo e guitarra-solo, os Liverpool apresentaram ainda um teclista, que também tocava harmónica.
Toda a gente sabe que nuestros hermanos têm grandes dificuldades com as línguas estrangeiras. Curiosamente, os Liverpool não apresentavam essas limitações. A sua pronúncia do inglês era quase perfeita.
O grupo tocava bastante em Espanha, chegando a fazer até uma apresentação na televisão espanhola, mas em Portugal só ainda tinha tocado em Mourão, no Alentejo, antes deste concerto no Sabugal.
Logo à tarde, aquando da realização do check-sound, deu para perceber que esta banda tinha potencial.
LiverpoolO concerto iniciou-se, com pouco público presente, pelas 22 horas. Foi pena não ter comparecido mais público a este concerto, mas tem que se ter em consideração o desconhecimento da banda e o facto da promoção ter sido quase nula (esta é a grande falha que a Câmara Municipal tarda em perceber). Com certeza que muito mais gente teria comparecido se soubesse que se estava perante uma banda que imitava os Beatles na perfeição, mais que não fosse por uma questão nostálgica.
O concerto iniciou-se com «Please, Please Me» e seguiu-se um desfilar de variados temas dos Beatles, tais como «Love Me Do», «Help», «Day Tripper», «I Want To Hold Your Hand», «A Hard Day’s Night», «Love Me Do» (este com harmónica), «She Loves You», «Roll Over Beethoven», a balada «Don’t Let Me Down» e «Revolution», num total de 25 canções.
Realmente, nunca tinha assistido a uma banda que imitasse tão perfeitamente o som dos anos 60. E os elementos da banda andavam pela casa dos 20/30 anos.
Nas pausas entre as canções, os músicos interagiam com o público presente e brincavam. O baixista chegou a anunciar que tinham recebido a informação que tinha sido levantada a proibição de dançar por parte do Presidente da Câmara Municipal do Sabugal e que quem quisesse dançar o podia fazer, sem sofrer represálias.
O concerto foi gravado pelo técnico de som português, em mini-disc e tenho em meu poder uma cópia em CD desse concerto, que considero dos melhores a que assisti, no Sabugal.
No final do concerto o técnico de som colocou a gravação nas colunas de som e nem os próprios músicos dos Liverpool conseguiram perceber que eram eles que estavam a tocar, pensando que se tratava dos Beatles. Na foto pode ver-se a actuação da banda Liverpool, no concerto do Sabugal, fotografia essa que foi tirada por mim.
«Música, Músicas…», opinião de João Aristides Duarte

akapunkrural@gmail.com

Anúncios