Tal como anunciado esta semana, está já em marcha, a Capeia Arraiana do ano de 2009, a largos meses de distância, a ter lugar no Campo Pequeno, a 2.ª desta nova era e a XXXI, desde o seu dealbar.

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaSerá cedo, estranharão alguns, mas como diriam os antigos, é de manhã que se começa o dia, permitindo uma melhor preparação, havendo tempo suficiente para se estudarem algumas eventuais surpresas agradáveis para esta data, que se deseja de festa rija do Concelho de Sabugal, cá para estes lados.
A esta distância, também vai permitir dissecar alguns pormenores da anterior, levando a que se possa corrigir o que de menos bom aconteceu no ano passado, se bem que, para retorno ao Campo Pequeno, até correu de maneira bem satisfatória, melhor talvez do que muitos esperariam, dentro da bitola de tantas outras organizadas anteriormente, mas agora com outras condições, que a principal Praça do País proporciona.
As Capeias de Lisboa, noutros tempos, começavam a delinear-se por altura de Janeiro ou Fevereiro, decorrendo as reuniões com a Câmara de Lisboa, de modo a serem integradas nas Festas da Cidade a decorrer em Junho, como é bem conhecido, dando uma maior visibilidade tanto à Casa, como ao Concelho de Sabugal, pois o programa das festas era consultado por milhares de lisboetas, aportando ao Campo Pequeno outras pessoas, a acrescentar aos aficionados do Forcão.
Tão importante como a publicidade, que se vai desenvolver, será o passa-palavra, «falando-se» desta Capeia, havendo assim tempo para todos poderem programar este dia. Iremos mantendo viva esta notícia, ao longo dos meses, para não acontecer como nesta última, em que muitos outros não chegaram a saber.
Uma visita inesperada aos sites, pode proporcionar a leitura desta notícia, ocasionando a que muitos mais possam estar presentes neste espectacular acontecimento anual.
Na nova era de Capeias no Campo Pequeno, todos temos uma palavra importante, de modo a fazermos jus a uma tradição que é só nossa, constituindo uma bela oportunidade de a preservarmos, engrandecermos e tornarmos mais atractiva, acrescentando mais visibilidade ao Concelho de Sabugal na Capital, pelo menos nesta época, à falta de outros acontecimentos, que levem a nossa terra a ser badalada em tudo o que é sítio, com destaque para a impressa falada e escrita, publicitando, um pouco mais, o interior, já de si votado ao esquecimento por muitas circunstâncias conhecidas, mas isto, são contas de outro rosário.
Desde o ano de 1978, a Capeia de Lisboa, com uma ou outra dificuldade pontual, é certo, foi cumprindo a sua missão, trazendo uma mais valia para o nosso Concelho, levando a que de outras regiões nos visitem, nas tradicionais festas e Capeias de Agosto, que pela raia sabugalense vão tendo lugar todos os anos.
«Ecos da Aldeia», opinião de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com

Anúncios