You are currently browsing the daily archive for Terça-feira, 7 Outubro, 2008.

O filósofo e pensador Eduardo Lourenço, natural de S. Pedro do Rio Seco, concelho de Almeida, recebeu a Medalha de Mérito Cultural das mãos do Ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro.

A cerimónia aconteceu no dia 6 de Outubro, no decurso da sessão de abertura do Congresso Internacional Eduardo Lourenço – 85 anos. O evento, organizado pelo Centro Nacional de Cultura, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, visou homenagear o ensaísta e reflectir sobre o seu pensamento e a sua abundante obra literária.
Vários oradores de prestígio reflectiram sobre o percurso e o pensamento de Eduardo Lourenço, considerado o maior filósofo e pensador português da actualidade.
Exemplar foi a forma como Eduardo Lourenço se referiu ao facto de ter sido condecorado pelo Governo, confessando ficar «muito grato ao ministro da Cultura e ao Governo português» e acrescentando depois: «O País não nos deve nada. Nós é que devemos tudo ao País e ao Mundo».

Uma modéstia porventura excessiva, diremos, mas que marca bem a personalidade modelar do grande pensador raiano.
plb

Anúncios

Já está estacionada no Centro de Saúde do Sabugal a nova ambulância de Suporte Básico de Vida (SBV) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Ambulancia do INEM no SabugalJá está estacionada desde segunda-feira, 6 de Outubro, no Centro de Saúde do Sabugal a nova ambulância de Suporte Básico de Vida do INEM.
A ambulância funcionará todos os dias da semana no período entre as 20 horas e as 8 horas do dia seguinte.
As ambulâncias de Trancoso e de Figueira de Castelo Rodrigo vão funcionar 24 horas por dia.
O distrito da Guarda passa, assim, a contar com três ambulâncias de Suporte Básico de Vida sobre a responsabilidade directa do INEM.
Com a entrada ao serviço destas novas ambulâncias sobre para 59 o número de veículos de Suporte Básico de Vida a funcionar com profissionais do INEM e surge no âmbito da política de profissionalização dos meios de socorro pré-hospitalar.
As Ambulâncias de Suporte Básico de Vida são tripuladas por dois técnicos de ambulância de emergência. Do equipamento faz parte material de avaliação e estabilização, quer nas vertentes de trauma e doença súbita. Estão também equipadas com Desfibrilhador Automático Externo.
jcl

A «Imagem do dia» e a «Imagem da Semana» são dois destaques em imagens sobre acontecimentos, momentos ou recordações relevantes. Ficamos à espera que nos envie a sua memória fotográfica para a caixa de correio electrónico: capeiaarraiana@gmail.com

Data: 5 de Outubro de 2008.

Local: Largo do Castelo do Sabugal.

Legenda: Concentração de carros antigos de Coimbra que vieram passear até ao concelho do Sabugal.

Autoria: Tutatux.

 

Clique na imagem para ampliar

A decisão do INEM de colocar ambulâncias de suporte básico de vida no concelho de Trancoso mereceu uma tomada de posição imediata de Júlio Sarmento, Presidente da Câmara Municipal local afirmando não lhe ter sido dado conhecimento da decisão.

Ambulancia do INEM em TrancosoO Presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Júlio Sarmento, afirmou hoje que a colocação da ambulância de suporte básico de vida do INEM no seu concelho não esmorece a luta por melhores condições de saúde no Hospital Distrital da Guarda. Em comunicado o autarca afirma:
«A Câmara Municipal de Trancoso não teve conhecimento directo, até agora, que iriam ser colocadas ambulâncias de SBV do INEM como unidade de suporte de Vida. Ninguém da Administração Regional de Saúde comunicou à Câmara Municipal a intenção de colocar tal ambulância do INEM. Entende, porém, que é um passo na melhoria da resposta aos cidadãos do concelho de Trancoso mas a circunstância da ambulância não ter um méedico e um enfermeiro adstrito ao serviço da ambulância referida, acaba por não ser uma melhoria muito significativa.De resto não faz esquecer a reivindicação de Trancoso ter um Serviço de Unidade Básica de Saúde atendendo aos resultados demográfico s e outros indicadores do INE e à circunstância de Trancoso estar situado junto a um dos corredores estruturantes em termos rodoviário que é o IP2.Esta decisão do INEM não nos faz esmorecer a luta por melhores condições de Saúde no Hospital Distrital da Guarda tal como decorre na Moção aprovada por maioria da Assembleia Municipal aprovada por larga maioria na Assembleia Municipal de Trancoso, ratificada pelo Município.
Considerando:
. Que a Saúde é um Bem Social de primordial importância,
. Que o direito à saúde com carácter universal e prestado de acordo com as normas de qualidade exigíveis, está garantido na Constituição Portuguesa,
Considerando ainda,
. Que no distrito da Guarda não existem estruturas públicas de saúde com padrões de qualidade,
. Que o hospital da Guarda é uma não realidade, sucessivamente adiada, continuando por requalificar, carecendo de recursos humanos e técnicos,
. Que existe uma constante indefinição de políticas, quanto à implementação de respostas de saúde no distrito,
.Que existe um clima de desconfiança em relação ao hospital da Guarda, alimentada por sucessivos exemplos de grosseiros erros médicos, praticados em vários munícipes, o que origina um sentimento de insegurança na população do concelho,
Considerando também,
. Que o concelho vizinho de Aguiar da Beira irá ser integrado na rede de respostas de saúde de Viseu,
. Que se consta que o mesmo vai acontecer com o concelho de Foz Côa,
Entende a Assembleia Municipal de Trancoso na defesa dos direitos dos Munícipes que representa, propor e aprovar uma MOÇÃO no sentido de solicitar ao Ministério da Saúde a inclusão do concelho de Trancoso na rede de Viseu, ou seja na futura Unidade de Saúde de Viseu.»

Esta tomada pública de posição do responsável pela autarquia de Trancoso mostra claramente a falta de diálogo entre o INEM e as autarquias.
Ainda recentemente estalou a polémica no concelho do Sabugal por causa de reuniões decisórias sobre o estacionamento de idêntica ambulância e onde não estiveram algumas das partes interessadas.
jcl

A Câmara Municipal da Mêda em colaboração com o Agrupamento de Escolas e os Centros de Saúde do concelho promovem no dia 16 de Outubro o colóquio «Prevenção da Obesidade Infantil». A iniciativa integra-se no âmbito do programa de actividades da empresa municipal «Nova Mêda».

Câmara Municipal da MêdaO responsável da empresa municipal «Nova Mêda», Aurélio Saldanha, considera ser este «um tema premente no debate e análise de professores, pais e educadores, tendo em conta fenómeno que se verifica em termos de obesidade derivado de erradas atitudes de alimentação e da próprio sedentarismo crescente da juventude a que os pais sobretudo devem estar atentos».O Presidente da Câmara Municipal, João Mourato, salienta o «empenhamento conjunto de todas as entidades envolvidas, sobretudo das escolas, sendo esta temática que, integrado no Mês da Alimentação, deve envolver todos agentes com responsabilidade nesta matéria». «Esta realização vem no seguimento de varias acções que tem sido contratualizadas com as Escolas e Centro de Saúde da Mêda tendo sempre em vista uma melhor saúde da população e seu bem-estar», concluiu o autarca.
O Município da Mêda considera que a realização deste colóquio, para além do carácter pedagógico, é uma questão de grande actualidade, tendo em conta que a Obesidade Infantil é um problema sério que tem de ser atacado nas escolas.
O programa do colóquio de quinta-feira, 16 de Outubro, tem a sessão solene de abertura marcada para as 14 horas com intervenções do Presidente da Câmara Municipal da Mêda, João Mourato, o director do Centro de Saúde, José Vieira Jacinto, e o representante do Conselho Executivo do Agrupamento de Escolas do concelho. As palestras estão a cargo de Christo Martinez Riazu, da Pediatria do Hospital da Guarda, com «Obesidade infantil no distrito da Guarda e Estado da arte da consulta de referência»; de Anabela Monteiro, psicóloga do Centro de Saúde da Mêda com «Bordagem cuidativa da criança na actualidade»; e de Luís de Matos, nutricionista do Centro de Saúde da Mêda com «Intervenção e prevenção da obesidade infantil».
A jornada termina com um lanche demonstrativo de uma alimentação saudável.
aps

A crítica tende a apresentar-se cada vez mais como um crime ou uma traição.

António EmidioO novo estatuto disciplinar dos trabalhadores da Função Pública tem uma alínea que se não for respeitada pelo funcionário originará o seu despedimento, que é a Prática de
Actos Ofensivos das Instituições e a Princípios Constitucionais.
No que a mim me concerne como funcionário público tenho a dizer que nas minhas crónicas e livros, quase todos e todas versando problemas políticos e sociais, nunca ofendi nenhuma Instituição nem nenhum Princípio Constitucional. Critico, e continuarei a criticar os homens e mulheres que fazem um uso bastardo do poder. As Instituições estão obrigadas a ser justas se querem ser legítimas. Não é uma simples crítica mais acesa à Assembleia da República que a desprestigia, por exemplo. O que a desprestigia são muitas leis saídas dela, que trazem os cidadãos na angústia e no medo.
Senhores do poder, nem toda a acção política é legítima e moral. Promessas baseadas na mentira, na manipulação e no engano não deviam ter lugar na política. A minha luta é contra isto. Por disciplina de espaço tenho que terminar, mas não o posso fazer sem mencionar um caso passado em Portugal há um par de anos. Quem não se lembra da bandeira nacional ser desrespeitada quando dois poderosos oligarcas fizeram nela publicidade a um banco e a um jornal? Propriedade deles. Maior ofensa? Só rasgando-a ou deitando-lhe o fogo. O que lhes aconteceu? Nada. Ganharam mais dinheiro com a publicidade que fizeram num símbolo da Soberania da República Portuguesa.
Se não fosse a resignação, o cepticismo, a indiferença, o medo e a ignorância (política) da maioria dos cidadãos, eu queria ver qual era o destino de alguns políticos…
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

Na semana transacta o Grupo Territorial da Guarda da GNR deteve oito indivíduos quando exerciam a condução de veículos: sete por conduzirem alcoolizados e um por conduzir sem carta.

Cinco das detenções por excesso de álcool aconteceram no decurso de uma grande operação, que ocorreu na madrugada do dia 5 de Outubro. Nessa operação, vocacionada para a prevenção da criminalidade, a GNR empenhou 47 militares, que fiscalizaram 282 veículos e elaboraram 20 autos de contra-ordenação. Numa outra operação realizada na mesma data a Equipa de Protecção Florestal da GNR fiscalizou o exercício da caça, tendo então apreendido uma arma de caça ilegal, de calibre de 12 milímetros, e levantado 20 autos de contra-ordenação.
Durante a semana em referência, de 29 de Setembro a 6 de Outubro, registaram-se 61 ocorrências criminais, 18 delas pela prática de furtos. Desses furtos, cinco aconteceram em residências, quatro em estabelecimentos comerciais, três no interior de veículos, dois de automóveis e quatro outros furtos não especificados.
Foram participados ao Ministério público sete incêndios florestais, por suspeita de origem criminosa.
Registaram-se na mesma semana 31 acidentes de viação, sendo 22 por colisões e nove por despistes, dos quais resultaram um ferido grave e cinco feridos leves.
Os Núcleos Escola Segura dos Destacamentos Territoriais de Guarda, Pinhel e Gouveia, realizaram 14 acções de sensibilização no âmbito do tema «Segurança Rodoviária e Segurança na Escola». Estas acções decorreram em Escolas dos Concelhos da Guarda, Sabugal, Pinhel, Trancoso, Gouveia e Seia, tendo a elas assistido 319 alunos e 10 professores.
plb

O Presidente da Câmara da Mêda, João Mourato, promoveu a realização de um estudo acerca do maior fogo florestal deste ano no País, que deflagrou numa zona do concelho onde, desde 1990, já aconteceram cerca de 200 incêndios.

BombeiroNo dia 05 de Agosto de 2008, pelas 13 horas deflagrou na freguesia de Carvalhal, concelho de Mêda, um incêndio florestal que assumiu grandes proporções. As operações de combate às chamas, em que estiveram empenhados 305 bombeiros, dois helicópteros, dois aviões pesados e 82 viaturas, foram dificultadas por o incêndio se ter dividido em duas frentes.
O fogo começou a ser circunscrito com o cair da noite, beneficiando da diminuição da temperatura ambiente, aliada ao aumento da humidade e ao abrandamento do vento. Foi dado como extinto às 6 horas do dia seguinte, 06 de Agosto.
A orografia do local, com escarpadas de difícil acesso, dificultou o combate ao fogo, que consumiu sobretudo combustíveis finos.
O levantamento efectuado pelo Município conclui que arderam 790 hectares, dos quais 73 por cento (573 hectares) era área de matos. Queimaram-se 15 hectares de carvalhos jovens e todos os terrenos que estavam cultivados tiveram apenas algumas oliveiras e algumas videiras secas pela acção do calor. Verificou-se ainda a perda de algumas zonas de Vinha e Olival, mas que não estavam minimamente cultivados
Também arderam cerca de 70 hectares de lameiros e de pasto, que apenas são contabilizadas como unidades de paisagem, visto que se regeneram automaticamente.
O estudo conclui que cerca de 60 por cento da área ardida já tinha sido queimada no ano 2006 e que quase 80 por cento da área total ardeu nos últimos 10 anos. As únicas áreas que não tinham ardido referem-se a dois pinhais, que estavam em bom estado vegetativo.
Na Carta de Perigosidade da Câmara Municipal de Mêda, esta zona já estava considerada como sendo Zona de Risco de Incêndio Muito Elevado.
O prejuízo directo causado pelo incêndio eleva-se a 55 mil euros, não incluindo os custos relativos ao combate ao fogo.
O estudo realça o empenho dos Bombeiros Voluntários do Distrito da Guarda e de outros distritos no combate ao sinistro, evidenciando também a prestimosa acção dos meios aéreos envolvidos.
A iniciativa serviu sobretudo para se estudar este caso como exemplo, tirando-se daí conclusões que ajudem melhor a prevenir o futuro.
Apesar de não ter afectado significativamente a economia regional o fogo criou dificuldades para a retenção da água nos solos e o equilíbrio natural em termos de flora e fauna.
Conclui-se alertando contra as queimadas fora da época autorizada e apelando á limpeza da floresta, dos caminhos e acessos às propriedades rurais e á adopção de medidas de acção que dificultem a deflagração e propagação dos fogos.
plb

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.144.606 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios