O sabugalense Joaquim Ricardo explica, pela primeira vez, em comunicado oficial as razões da sua disponibilidade para encabeçar uma lista independente candidata à Câmara Municipal do Sabugal nas eleições autárquicas do próximo ano.

Joaquim Ricardo«ESTOU DISPONÍVEL!…

Nasci e cresci no espaço concelhio. Fui autarca. Imigrei (cá dentro) durante mais de duas décadas e regressei. Lá fora (mas cá dentro), trabalhei e progredi na carreira profissional.
À noite tratei da minha formação académica onde conclui uma licenciatura em contabilidade e administração de empresas e duas Pós-Graduações – uma em Prospectiva e Estratégica das Organizações (CNAM-Paris/CCT-Porto) e outra em Gestão Pública para dirigentes da Administração Pública (INA).
Fui responsável por diversas Pós-Graduações em fiscalidade ministradas em estabelecimentos de ensino superior nacionais e palestrante em diversas organizações de profissionais de que destaco a Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas e ainda em diversos estabelecimentos de ensino superior.
Pelo meio, a carreira profissional sempre presente e, actualmente, o desempenho de cargo dirigente na administração pública. Sou autor de algumas publicações técnicas de que se destaca o livro “Direito Tributário” que tem actualmente a sua 8.ª edição, para além de outras participações literárias e a colaboração semanal sobre temas actuais em órgãos de comunicação regionais.
Durante toda a minha carreira profissional (e já lá vão mais de três décadas) tenho-me pautado por princípios que resultam em servir a organização e não servir-me da organização. É assim que eu entendo o serviço público: SERVIR e não ser SERVIDO.
Ao longo de toda a minha intervenção jornalística tenho levantado problemas e sugerido soluções para o nosso concelho. Tenho planos ambiciosos para o desenvolvimento do concelho do Sabugal e alguns já foram objecto de discussão e de análise.
Chegou agora o momento de agir e actuar na resolução dos principais problemas que obstam ao desenvolvimento do concelho. Acho que posso contribuir positivamente para a sua solução porque quem me conhece sabe que sou um homem de projectos e com capacidade para os levar a bom porto e disso já dei provas ao longo de toda a minha vida e alguns deles concretizados muito recentemente.
Pelo exposto, estou disponível para liderar, como independente, uma equipa que desenvolva e leve a cabo um ambicioso projecto para o Sabugal que o coloque no pelotão da frente das autarquias modernas do país.
Sabugal, 12 de Setembro de 2008
Joaquim Ricardo
»

O cenário agora criado é novo na realidade política sabugalense mas o «Independente» Joaquim Ricardo não é propriamente um candidato-surpresa. Nos últimos meses tem publicado muitas opiniões e defendidos muitas ideias para o «seu» Sabugal. E é isso que se espera de um candidato democrático. Que traga para a discussão pública aquilo em que pensa, aquilo em que acredita, aquilo que defende, aquilo que deseja executar se vencer as eleições.
jcl