Esta semana vamos falar de mais uma doença silenciosa: a Hipertensão Arterial. Não só é uma doença crónica como também pode ser causadora de muitas complicações como AVC, enfarte do miocárdio ou insuficiência renal.

Tensão ArterialHIPERTENSÃO ARTERIAL – No nosso país existem cerca de dois milhões de hipertensos. Destes só metade conhece o seu estado e só 25 por cento é que está controlado.
O doente é considerado como hipertenso quando apresenta valores para a sistólica superiores ou iguais a 140mmHG (Milímetros de mercúrio) e para a diastólica superiores ou iguais a 90 mm HG. Na maioria das vezes apenas um dos valores aparece alterado.
Não se conhece uma causa específica para o aparecimento da hipertensão arterial apesar de poder estar associado a várias doenças, sabe-se no entanto que a idade e a hereditariedade são dois factores a ter atenção.
No entanto devido apenas ao nosso estilo de vida moderno e aos nossos maus hábitos existem outras causas:
– Obesidade;
– Consumo exagerado de sal e de álcool;
– Sedentarismo;
– Má alimentação, cheia de gorduras;
– Tabagismo;
– Stress.

Não há duvida que a forma de prevenir esta doença é ter hábitos de vida saudável e entre os quais a redução drástica de sal e gorduras na alimentação.
Uma dieta de fruta, vegetais com baixo teor de gorduras saturadas, cereais integrais, lacticínios magros, e todas as sopas evitando apenas as que são feitas com natas.
É aconselhável o consumo de todo o tipo de peixe (aos mais gordos apenas se deve retirar a pele) evitando os fritos e o marisco consumir com moderação.
Carne, de aves (perú e frango), vitela e carne de caça (evitar a carne com gorduras, salsichas, enchidos, etc.).
A gordura deve ser utilizada com a máxima atenção e moderação.
Os Vegetais e frutas podem ser todos os que conseguir consumir.
Nas sobremesas seleccionar saladas de frutas, gelatinas e gelados à base de água.
Moderação nos frutos secos e frutos gordos, amêndoas, nozes e castanhas e evitar os que são fritos ou com sal.
Bebidas sem calorias, chá, café de saco ou instantâneo e sumos de frutas .
A juntar a esta alimentação o exercício físico especifico que passa pela marcha (caminhada), a corrida, a dança e de evitar os exercícios físicos com pesos ou de esforço.
O hábito do tabaco bem como o consumo de bebidas alcoólicas deve ser reduzido ou mesmo eliminado.
A medição da tensão arterial deve passar ser um hábito para ter a certeza que está tudo a correr bem.
O diagnóstico desta doença é feito apenas através da medição de pressão arterial no entanto uma pessoa que apresente valores elevados pode não ser hipertensa apenas se torna quando esses valores se repetem após varias medições. Apenas o médico pode detectar esta doença com o conhecimento do historial do doente.

Para mais informações consulte a Direcção-Geral de Saúde ou a Fundação portuguesa de Cardiologia.
Vera Vilanova