Lurdes Saavedra, presidente da Pró-Raia-Associação de Desenvolvimento Integrado da Raia Centro Norte, anunciou esta quarta-feira, 10 de Setembro, a apresentação de uma candidatura ao PRODER-Programa de Desenvolvimento Rural que prevê a criação de cerca de 400 novos postos de trabalho nos concelhos do Sabugal e da Guarda.

Lurdes Saavedra«A candidatura ao PRODER-Programa de Desenvolvimento Rural no valor de 11,5 milhões de euros foi entregue nos serviços do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e da Pescas, insere-se no âmbito do QREN-Quadro de Referência Estratégico Nacional e visa a criação de dinâmicas territoriais económicas, sociais e culturais», explicou Lurdes Saavedra, presidente da Pró-Raia e vereadora da Câmara da Guarda.
A autarca adiantou que em caso de aprovação da candidatura global «serão convidados os privados, as associações locais, as Juntas de Freguesia a apresentarem os seus projectos no âmbito do referido programa de desenvolvimento».
A proposta económica pretende aumentar o investimento produtivo, a fixação da população activa jovem, incentivar o empreendedorismo jovem e apostar na agricultura biológica. «Está prevista a criação de um observatório para investimento produtivo e escoamento de produtos do território, a criação de pequenas infra-estruturas de diversificação nas explorações agrícolas e a criação de micro-empresas locais em respeito pelo ambiente», esclareceu Lurdes Saavedra.
A candidatura da Pró-Raia tem ainda como objectivo promover a inserção social e profissional elevando o número de empregos qualificados e a empregabilidade de jovens e mulheres em meio rural e aumentar a capacidade instalada em respostas sociais, como serviços itinerantes de saúde, acompanhamento domiciliário e animação sócio-cultural.
jcl