É comum por estas alturas «cruzarmo-nos» com cegonhas brancas. Uma ave pernalta de grandes dimensões e que nidificam geralmente em pequenas colónias. Actualmente, na Península Ibérica a população têm vindo a aumentar o que leva a que certos casais permaneçam durante o ano inteiro na mesma região.

Com objectivo de fotografar esta ave aventurei-me a percorrer alguns dos locais mais comuns, como é o caso de campos de cultivo abertos, lameiros e margens do rio Côa. Numa primeira fase que seria de identificar os locais onde se encontravam, avisto uma cegonha branca em Rendo num campo aberto.
Numa abordagem espontânea, tentei aproximação sabendo de antemão que iria levantar voo. Lembrei-me então que poderia captar esse mesmo levantamento, porém tinha um fundo com muita vegetação e que iria distrair o olhar do motivo. Numa questão de segundos resolvi baixar a velocidade de obturação e realizar o método de panning, ou seja acompanhar o movimento da cegonha no levantamento. Resultado: um desfoque do fundo.
Uma foto feliz para uma abordagem não muito convencional no que deveria ser só um reconhecimento e identificação dos locais destas aves.

Pode adquirir as fotografias em vários formatos na página na Internet de Pedro Afonso.

«A Objectiva de…», galeria fotográfica de Pedro Afonso
pmiguelafonso@gmail.com