A Volta a Portugal em Bicicleta andou por terras beiroas passando no distrito da Guarda, onde causou furor entre a população, que vê na Volta uma festa.

A Volta passando em Cheiras - PinhelAs terras do lado Norte do distrito da Guarda conheceram cedo a passagem dos ciclistas, logo à terceira etapa, no tradicional ataque ao Alto da Torre, na Serra da Estrela. Na «etapa rainha» da Volta Rui Sousa afirmou-se como melhor trepador e posicionou-se em vantagem para lutar pela vitória final.
No dia 17, domingo, houve a ligação da Guarda a Viseu, com a caravana a percorrer as terras da Beira Alta. Pinhel incluiu-se no percurso e os ciclistas cruzaram as terras do concelho, para gáudio das populações que acorreram à estrada, animando os atletas.
À última hora o percurso foi porém alterado. As obras existentes na estrada nacional que liga a Guarda a Pinhel, passando pelas Feixedas, estava em obras e a alternativa foi a caravana seguir por Pínzio, Safurdão, Manigoto e Vascoveiro para alcançar assim a Cidade Falcão.
A notícia correu célere de boca em boca e rapidamente jovens e idosos se juntaram ao redor da estrada, à espera de ver passar a volta. E lá vieram as motas da Brigada de Trânsito, os veículos da RTP, os carros de apoio e dos directores da prova e das equipas e, claro, os ciclistas, que passaram em grande velocidade pelas aldeias, para gáudio de todos.
A Volta é uma festa que se repete todos os anos e vale bem a pena lutar para que passe nas nossas terras.
plb

Anúncios