Não correu muito bem a primeira tourada com forcão realizada em Ruivós na noite de ontem, 9 de Agosto. O primeiro touro surpreendeu pela agilidade com que investia e tentava contornar o forcão, tendo mesmo logrado atingir alguns dos pegadores.

O primeiro sinal de perigo veio da galha esquerdaA rapidez na investida do touro, pequeno mas experimentado, e alguma falta de calo dos lidadores do forcão, levou a que a espera ao primeiro touro da noite não corresse como o desejado.
Depois de aguentarem com êxito as primeiras investidas, os pegadores viram-se a braços com uma movimentação muito intensa e um rodopiar constante, dada a agilidade do animal, aliada à pequenez da praça improvisada.
O primeiro sinal veio da galha esquerda, quando o homem da frente e o que lhe estava atrás entram em desequilíbrio, valendo a força braçal dos restantes pegadores, que mantiveram o forcão em posição. O touro continuou porém a investir e a tentar contornar o aparelho, o que logrou fazer, atacando então os elementos desprotegidos da galha direita. O forcão foi abandonado e todos se precipitaram em socorro dos colegas alvo das investidas do animal. Com valentia os rapazes imobilizaram o touro, dando oportunidade a que os atingidos abandonassem a praça e o forcão fosse retirado.
Os rapazes colhidos receberam pronta assistência numa ambulância dos Bombeiros Voluntários do Soito, tudo se resumindo porém a pequenas escoriações e hematomas que foram desinfectados.
Houve quem aventasse que a capeia de Ruivós ficara por ali, porque a falta de experiência dos moços da terra na arte de lidar com o forcão levaria a que já não houvesse quem lhe pegasse nos touros seguintes. Puro engano, porque com redobrado denodo os jovens ruivosenses voltaram a pegar à galha e ao rabicho, mostrando então, nos touros seguintes, que sabiam enfrentar o perigo.
Foi a primeira tourada com forcão na freguesia, que este ano quis inovar na garraiada de Agosto que todos os anos se vem realizando.
Para além dos naturais da terra muitos curiosos vieram a Ruivós assistir à capeia. Quanto a individualidades registámos a presença de António Robalo, vereador da Câmara Municipal, Vítor Proença, chefe de gabinete do presidente da câmara, José Lucas, presidente da Casa do Concelho do Sabugal, Norberto Manso, presidente da empresa Sabugal+ e vários presidentes de junta de freguesia.
plb

Anúncios