Aproximam-se, a passos largos, as férias e as diversas festas anuais arraianas. Todo o Concelho, especialmente a Raia, onde nos inserimos, é invadido por uma juventude ansiosa e ávida de divertimentos e actividades proporcionadas pelas festas e Capeias, ponto alto das comemorações nas diferentes povoações.

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaÀ nossa Aldeia vai chegando, em primeiro lugar, toda uma imensa juventude, pois terminadas as aulas mais os exames, é vê-los regressar contentíssimos, antes dos pais, para a companhia dos avós ou outros familiares, libertando-se um pouco da rigidez de um ano de estudo, dando asas a uma liberdade quase total, que só as nossas terras sabem proporcionar.
Há muitos anos a esta parte, as nossas Aldeias ganham cada vez mais, uma nova vida, com o bulício dos jovens, a vida que transportam, mais o gosto por este período de repouso, nas origens dos seus antepassados.
A todos nós compete-nos, um pouco, acompanhá-los e, se possível, orientá-los o melhor que soubermos, proporcionando-lhes as diversões possíveis neste período, tendo os Mordomos das Festas um papel preponderante na organização das actividades, sejam desportivas ou outras, ajudando a concentrar a rapaziada jovem, mantendo-os ocupados com as diferentes programações das festas.
Aldeia da Ponte tem sido fértil em actividades no Verão, conseguindo manter a grande maioria da juventude mais ou menos ocupada, com as inúmeras realizações neste mês de Agosto. O mesmo se passará nas outras aldeias, servindo bem estes objectivos.
Estamos a lidar com muitos dos homens de amanhã, é importante que se realce e toda a juventude merece um pouco do nosso esforço.
Por ali andaremos, como é bem habitual da nossa parte, convivendo, petiscando e bebendo um copo, jogando também alguma, muita, conversa fora.
Bons divertimentos para a malta nova são os nossos desejos. Aproveitem bem as coisas boas, que as férias na nossa zona, a todos proporcionam.
«Ecos da Aldeia», opinião de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com