You are currently browsing the daily archive for Segunda-feira, 9 Junho, 2008.

O Grupo Territorial da GNR da Guarda deteve no decurso da última semana cinco condutores por exercício da condução sob a influência do álcool, um cidadão por posse ilegal de arma e também um caçador por captura de espécie animal não cinegética.

GNRTrês das detenções, duas por condução com álcool e uma por posse de arma, ocorreram no decurso de uma operação realizada em Vilar Formoso, junto à fronteira. Para além das detenções resultaram dessa acção a elaboração de 75 autos devido a diversas infracções á lei. Na operação estiveram envolvidos 124 militares.
No período em referência, de 2 a 8 de Junho, a GNR da Guarda registou um total de 38 ocorrências criminais. Para além das situações que conduziram às detenções, destacam-se seis crimes por ofensas à integridade física, três por ameaças, um por difamação e injúrias, dois de violência doméstica, quatro por furto em veiculo, cinco por dano e um por condução sem habilitação legal.
Na mesma semana registaram-se 21 acidentes de viação, dos quais 14 resultaram de colisões, cinco despistes e dois de atropelamentos. Dos sinistros resultaram 11 feridos leves.
Noutra vertente de actuação, os militares do destacamento da GNR efectuaram nove acções de sensibilização em escolas, às quais assistiram 1.982 alunos e 159 professores.
plb

Anúncios

A edição de hoje, 9 de Junho, do Diário de Notícias, revela que muitos empresários espanhóis estão a voltar-se para os parques empresariais da raia portuguesa, dando como exemplos o que se passa no Alto Minho, em Barrancos, Figueira de castelo Rodrigo e Sabugal.

Centro de Negócios TransfronteiriçoSegundo aquele jornal diário, a falta de interesse dos empresários portugueses em fazer investimentos nas zonas de fronteira está a ser compensada pela aposta dos espanhóis. Tal facto conduz a que grande parte dos parques industriais e áreas de negócios criados por autarquias raianas comecem a ser ocupados por empresas sedeadas do outro lado da fronteira.
Um dos exemplos citados é o do Centro de Negócios Transfronteiriços do Soito, no concelho do Sabugal. A infra-estrutura, que adaptou para área de fixação empresarial uma antiga fábrica de refrigerantes, desactivada em 1994, pretende atrair empresas portuguesas e espanholas, aproveitando a localização junto à fronteira e as boas acessibilidades existentes. O jornal refere mesmo que o presidente Manuel Rito tem divulgado o projecto anunciando como vantagens competitivas a diminuição das rendas de instalação, associada à criação de postos de trabalho.
Para além do caso do Sabugal citam-se outros exemplos reveladores desta estratégia de captação de investimento espanhol através da cedência de terrenos e espaço em infra-estruturas a preços quase simbólicos, menor carga fiscal, mão-de-obra mais barata e os bons acessos rodoviários à fronteira. Isso passa-se em vários municípios do Alto Minho, onde os empresários espanhóis, empurrados pela excessiva concentração industrial na Galiza, são atraídos pelas condições vantajosas oferecidas pelas autarquias portuguesas.
A sul é Barrancos que dá cartas. A câmara local já tem três empresários espanhóis interessados em instalar-se no segundo parque industrial do concelho, que está ainda em construção. Com o investimento esperado poderão criar-se mais de uma centena de postos de trabalho naquele concelho alentejano, que tem apenas dois mil habitantes.
Espanha está também no horizonte de Figueira de Castelo Rodrigo, cuja Câmara está a criar um ninho de empresas para atrair profissionais liberais dos dois lados da fronteira.
plb

Mais uma actividade realizada na Rebolosa. Depois da cultura com o Festival de acordeonistas e tocadores de realejo, realizou-se no passado dia 8 de Junho uma actividade desportiva, que contou com 210 participantes vindos de vários pontos do distrito.

BTT na RebolosaLogo pelas oito horas da manhã já havia alguns ciclistas prontos a pedalar. Cerca das nove horas juntaram-se as equipas para registar o momento e facilitar a confirmação do número de inscrições. Verificou-se rapidamente que a equipa do Tó de Ruivós (Bravo`s Bar) era a que trazia maior número de participantes (60 ciclistas). De seguida, a equipa da «Taberna» da Rebolosa, com 40 participantes e, em terceiro lugar, ficou a equipa da Guarda «Sport Bike», com 35. Os restantes vieram como participantes individuais.
Pelas 9:30, partiu o grupo de «profissionais» mais resistentes, fazendo um percurso de 60 quilómetros, passando por caminhos por vezes difíceis e lamacentos devido à chuva que caiu no mês de Maio. Dez minutos depois, foi a vez dos restantes partirem para um percurso de 25 quilómetros. Mais de duas centenas de participantes percorreram estradas e caminhos da Rebolosa e freguesias limítrofes.
A partir das 11:30, começaram a regressar, ao Largo de Santa Catarina, os primeiros participantes para o merecido almoço que durou até às três da tarde, porque os últimos participantes só chegaram, como previsto, por volta 13:30.
Promover a sã camaradagem e o gosto pela prática desportiva e o convívio entre todos foram os objectivos plenamente alcançados. Mais uma actividade patrocinada pela Junta de Freguesia e Associação S.C. D. de Rebolosa. Parabéns à organização e a todos os participantes!
Manuel Barros

A própria selecção nacional, que brilhou em 1966, no Mundial de Inglaterra, era constituída com base nos jogadores benfiquistas. Por esta altura, o Benfica era Portugal e para tal «identificação» muito contribuiu a propaganda salazarista.

José GuilhermeMas disso não teve culpa o Benfica, que se transformava cada vez mais no clube da maioria dos portugueses. Se o período hegemonico do Sporting dos «Cinco Violinos» tivesse tido uma dimensão internacional, o que não sucedeu porque as provas europeias apenas se iniciaram num periodo posterior, talvez os «leões» pudessem concorrer hoje em popularidade com as «águias»…
Mas mesmo este raciocínio hipotético cai por terra se tivermos em conta as origens sociais dos dois clubes…
Referimos antes que o Benfica foi «beneficiado» pela propaganda do Estado Novo no sentido da identificação clube-nação, mas é igualmente verdade que, talvez devido ao seu carácter genuinamente popular, o grémio da «águia» deu grande lições de democracia ao longo destes conturbado anos das décadas de 60 e 70, assumindo-se como um dos únicos palcos de verdadeira democracia em Portugal, realizando eleições e assembleias-gerais livres e extremamente concorridas.
Além disso, a grandeza do clube era tal que nunca viveu demasido dependente de um só homem. Teve presidentes carismáticos e importantes – como Joaquim Bugalho, Maurício Vieira de Brito, Borges Coutinho, Fernando Martins – e mentores cruciais para o crescimento da agremiação, como Cosme Damião e Ribeiro dos Reis, mas no caso do Benfica a ideia de que se «os homens passam e o clube fica» foi, quase sempre, uma realidade.
Clube popular e nacional, o Benfica dos «seis milhões de adeptos» (nas palavras de João Vieira Pinto) é o mais bem sucedido dos clubes portugueses de futebol, quer no plano interno quer no externo. O seu palmarés no século xx é verdadeiramente impressionante: 30 títulos de campeão nacional (durante muito tempo, este número foi superior ao total de títulos conquistados por todos os rivais juntos) e 13 Taças de Portugal, só para referir os mais importantes. No plano internacional, o Benfica conquistou 2 Taças dos Campeões Europeus, além de ter marcado presença em mais 5 finais desta competição, a que se junta outra final perdida na Taça UEFA. Nos dias que correm, apesar de uma fase menos vitoriosa, os «encarnados» ainda mantém um admirável quarto lugar no ranking geral de todas as competições europeias.
Naturalmente, o sucesso chama adeptos, e o Benfica tem uma história plena de glórias, de tardes e noites mágicas – principalmente nas décadas de 60 e 70, nas quais ganhou tudo o que havia para ganhar, e muitas vezes. Hoje, continua a tirar os dividendos desses anos absolutamente brilhantes. No estrangeiro, o Benfica é conhecido como um dos mais importantes simbolos de Portugal, a par do seu mais emblematico jogador, Eusébio. Nas comunidades de emigrantes portugueses, o clube continua a ser uma das mais importantes formas de ligação às raizes.
Talvez por isso, apesar dos momentos desportivos menos felizes vividos pelo Benfica no final do século XX, correspondendo ao maior periodo de abstinência de vitórias na história do clube (nenhum título nacional entre 1994 e o final da década) e à hegemonia nacional do rival FC Porto. Ainda se afirma com orgulho entre os adeptos do clube que «quem não é benfiquista não é bom chefe de família». Não é difícil perceber o que significa tal frase: quem é verdadeiramente homem e português, é do Benfica. É tal o poder da grande nação «encarnada».

Os símbolos da identidade…
Eusébio, o Estádio da Luz e a «águia». Estes são, não obrigatoriamente por esta ordem, os grandes símbolos benfiquistas. O primeiro merece uma estátua no segundo, onde se encontra também uma reprodução gigante da terceira. Eusébio é reconhecidamente o melhor jogador português de todos os tempos, tendo estado presente, e sido perfeitamente decisivo, nos grandes sucessos benfiquistas dos anos 60 e 70. O Estádio da Luz é o «ninho da águia», construção monumental que já foi capaz de albergar cerca de 120 000 pessoas, que o tornaram num dos maiores estádios do mundo, a «casa» adequada para o estatuto do seu dono. Finalmente, a «águia» representa, desde o início do SLB, o voo alto e amplo, algo que sempre caracterizou a vida do mais histórico clube português.
Extracto de «A Paixão do Povo – História do Futebol em Portugal», de João Nuno Coelho e Francisco Pinheiro (2002).
«Futebol – A Paixão do Povo», opinião de José Guilherme

joseguilherme.r@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.146.776 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios