You are currently browsing the daily archive for Domingo, 1 Junho, 2008.

No passado sábado, dia 31 de Maio, estivemos no Campo Pequeno, por ocasião da realização da XXX Capeia Arraiana da Casa do Concelho do Sabugal. Ouvimos alguns testemunhos acerca do regresso do forcão, ao fim de 10 anos de itenerância, ao palco que o acolheu em 1978, quando pela primeira vez a tradição raiana desceu a Lisboa.

António ChorãoAntónio Chorão, de Aldeia da Ponte, aposentado e sócio honorário da Casa do Concelho do sabugal
«O retorno da nossa festa a Lisboa foi uma atitude importante e mesmo fundamental. Hoje estamos aqui no convívio raiano, com muita gente representando as nossas aldeias, grande parte vindo de propósito a Lisboa para assistirem ao espectáculo. É assim, neste intercâmbio entre as terras do concelho e Lisboa, através da Casa do Concelho, que o Sabugal progride. É bom voltar ao Campo Pequeno e ver aqui a valentia dos vergalhudos do forcão.»

Morgado CarvalhoJosé Morgado Carvalho, do Soito, coronel na reserva
«Na altura em que tive contacto com a Casa do Concelho, logo nos primeiros anos da sua existência, havia muita vontade e fez-se muita coisa e uma delas foi a realização da capeia arraiana em Lisboa. A associação tem vivido com altos e baixos, mas quando existe boa vontade e espírito associativista as coisas acontecem. Neste momento, não só como sócio da Casa, mas também como presidente do seu conselho fiscal, sinto-me muito satisfeito com este regresso da capeia ao Campo Pequeno.»

Manuel BarrosManuel Barros, professor e presidente da Junta de Freguesia da Rebolosa.
«Acho que é uma excelente ideia este regresso da tourada ao Campo Pequeno. Se possível, devem continuar a fazê-la aqui, porque este é um lugar mais central, e convidativo para que mais gente venha assistir à capeia arraiana. Se fosse noutra praça, nos arredores de Lisboa, tenho a certeza que muita gente da que aqui está hoje não teria vindo ao espectáculo.»

Manuel NabaisManuel Nabais, funcionário público e membro da Junta de Freguesia do Sabugal.
«Louvo muito a iniciativa de fazer retornar a capeia ao Campo Pequeno. Este local é para nós emblemático, porque foi aqui que ela se realizou pela primeira vez em 1978. Estive cá nessa altura e participei no desfile desde o Areeiro até aqui. Lanço até um repto à direcção da Casa para que na próxima edição da capeia volte a realizar-se esse desfile. Vi há dias as fotografias do saudoso João Leitão no blogue Capeia Arraiana e fiquei emocionado, porque me recordei como tudo aquilo foi, com o pessoal da raia a encher as ruas, e toda a gente à janela a ver-nos passar.»

Joaquim BogasJoaquim Bogas, comandante dos Bombeiros Voluntários do Sabugal
«O regresso ao Campo Pequeno é muito importante, porque a capeia arraiana é uma mais valia para o concelho do Sabugal. Este é o grande palco nacional da festa brava e é um local também muito bonito e agora melhorado, pelo que as pessoas do concelho só ficam a ganhar com o facto da festa se realizar aqui. Já vim muitas vezes do Sabugal a Lisboa para assistir a esta festa, e penso que aqui no Campo Pequeno o convívio tem outro valor.»

Fernando ProençaFernando Proença, presidente da Junta de Freguesia de Vale das Éguas
«Apoio a cem por cento este regresso ao Campo Pequeno. Foi esse facto que permitiu a mobilização do pessoal de Vale das Éguas, Ruivós e Ruvina, que encheu dois autocarros para se deslocar aqui hoje e conviver com as restantes pessoas do concelho. Foi um grande convívio e foi muito bonito ver a gente que veio da terra juntar-se aqui aos seus familiares e amigos para comerem um petisco e festejarem este regresso ao Campo Pequeno.»

Daniel SimãoDaniel Simão, de Vila do Touro, presidente da Associação Desenvolvimento Sabugal (ADES)
«Todos nos congratulamos com este regresso da festa sabugalense ao Campo Pequeno. A capeia é uma ponte de ligação entre o concelho e a Casa que nos representa na capital. Em Lisboa a nossa festa fica mais central, beneficia de melhores acessibilidades e tem outro brilho. Além disso há no Campo Pequeno um simbolismo muito importante porque foi aqui que tudo começou há 30 anos.»

António AiresAntónio Aires, de Nave de Haver, oficial da PSP
«Este retorno à praça de touros do Campo Pequeno foi uma boa ideia é de continuar, para que venha mais gente das nossas terras até esta grande festa dos raianos em Lisboa. A capeia aqui nesta praça tem mais força porque junta mais gente, devido à centralidade. Por isso digo que importa tentar mantê-la sempre aqui.»
plb

Anúncios

O sucessivo aumento do preço dos combustíveis levou o Conselho Nacional da Liga de bombeiros, que decorreu em Estremoz, Évora, a decidir manifestar-se nos próximos dias, colocando faixas autocolantes nas suas ambulâncias, pedindo socorro face à situação em que se encontram.

Viatura dos BV de Fornos de AlgodresAs propostas vieram da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) e da Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto e tiveram aprovação unânime. As manifestações de desagrado vão começar a surgir e os protestos incluirão a aposição de faixas autocolantes nas viaturas com a frase «Bombeiros pedem socorro – contra o aumento dos combustíveis».
Os aumentos dos combustíveis estão a causar graves problemas à manutenção da operacionalidade dos bombeiros, sobretudo os afectos ao serviço de emergência e de transporte de doentes. Face à situação também se decidiu apresentar ao Ministério da Saúde uma proposta de actualização para 60 cêntimos por quilómetro o valor de transporte dos doentes, valor que actualmente está em 40 cêntimos.
Os bombeiros garantem contudo que as acções de protesto em nada afectarão a sua capacidade operacional, que estará sempre garantida. A frota de veículos continuará em estado de prontidão.
O Conselho Nacional da Liga dos Bombeiros Portugueses, que decorreu no Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, integrou-se no programa dos 75 anos dos Bombeiros Voluntários de Estremoz.
plb

Os militantes do PSD filiados na distrital da Guarda votaram maioritariamente em Manuela Ferreira Leite, mas na concelhia do Sabugal a maioria dos militantes preferia Santana Lopes para líder do partido.

Manuela Ferreira LeiteManuela Ferreira Leite conseguiu no distrito 424 votos, contra 344 de Pedro Passos Coelho, 282 de Santana Lopes, e seis de Patinha Antão. Os resultados do distrito tiveram percentagem similar aos resultados nacionais, ajudando a «Dama de Ferro» portuguesa a levar de vencida a luta pela liderança do maior partido da oposição.
Mas nem todas as concelhias estiveram com Ferreira Leite. Desde logo a do Sabugal, onde Santana Lopes ficou em primeiro lugar na votação. Tal como o Sabugal também Seia e Aguiar da Beira preferiam Santana para líder.
Pedro Passos Coelho foi vencedor nas concelhias de Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Manteigas e Pinhel.
Manuela Ferreira Leite, embora sendo a preferida dos militantes do distrito, ganhou apenas em Celorico da Beira, Gouveia, Meda, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.
plb

As Igrejas Cristãs festejam o mistério da Ascensão de Jesus Cristo numa quinta-feira, na semana anterior ao Pentecostes, ou festa do Espírito Santo.

Jesué Pinharanda – Carta DominicalUniversalmente é a Quinta-feira da Ascensão. Quando eu era criança, nessa quinta ninguém trabalhava em trabalho servil. Levavam-se as vacas para o lameiro, onde pastavam durante todo o dia, ia-se à missa, de tarde faziam-se as peregrinações pelos campos e, por fim, num monte sobranceiro à paróquia, depois de cantadas as rogações (ladaínhas dos santos) o senhor abade aspergia (abachucava) os campos em nome da Santíssima Trindade. As famílias levavam cestas e cestos com os farnéis: pão de trigo, enchidos crus de comer à faca – quem era rico levava galinha assada –, e bolos de pão de trigo com ovos e açúcar. Tinto que bastasse, nunca era muito! Se bem que as crianças só tivessem de beber água, mas também comiam do primeiro queijo mole das ovelhas e das cabras.
Quinta-feira da Ascensão como que acabou em Portugal. O Estado laicista acabou com esse dia de festa. E a Igreja, por forma a salvar o espírito da festa, transferiu-a para o domingo mais perto dessa Quinta-feira, que é o domingo antes do Pentecostes.
No Ribatejo ainda os povos celebram essa gozosa Quinta, porque algumas Câmaras tornaram esse dia feriado municipal. Em Riba Coa, não sei o que se faz, ou se faz. Naturalmente nada!
«Carta Dominical», opinião de Pinharanda Gomes

pinharandagomes@gmail.com

Não nos compete a nós, organizadores, fazer a avaliação deste Encontro que se realizou no passado dia 24 de Maio no auditório do Centro Cívico «Nascente do Côa» em Foios. Poderíamos pecar por excesso de modéstia ou por alguma falta de objectividade, dado que o mesmo foi preparado e vivido essencialmente com o coração. Contudo, podemos reflectir sobre o acontecimento e é isso que nos propomos fazer aqui.

1.º Encontro de Escritores das Terras de RibacôaCulturalmente, tivemos ocasião de partilhar saberes, de aprender com mestres, de levantar algumas questões e apresentar propostas que, a serem implementadas, muito contribuirão para o desenvolvimento cultural e até mesmo económico da região. Abordou-se o tema «Mentalidades» ou, mais concretamente, «Mudança de mentalidades», problema difícil mas não impossível de atenuar ou mesmo resolver se todos nós dermos o nosso contributo. Temos um passado de solidariedade, de luta e de coragem de que nos orgulhamos. É um facto indiscutível. Mas não podemos continuar a viver esse passado no presente e muito menos a perspectivá-lo para o futuro. A sociedade mudou, teremos que mudar também se quisermos acompanhar a evolução. Falou-se em interioridade e no abandono e esquecimento a que somos votados por parte do Poder Central. Inegável… Mas somos de rija têmpera, nós, os filhos de Ribacôa. Aproveitemos essas qualidades do passado que muito fizeram sem a ajuda do Poder Central que nos ignorou. Continuemos na mesma via e não esperemos eternamente pela ajuda que raramente vem. Adaptemo-nos aos tempos e à nossa realidade geográfica e sociocultural sem copiar modelos que nada têm a ver connosco. Talvez que a ideia da criação de uma Associação de Escritores de Ribacôa, proposta pelo Dr. Pinharanda Gomes no Encontro, seja um factor de mudança das mentalidades já que a mudança passa sempre pela informação e o conhecimento. Oxalá se concretize.
Todavia, o mais marcante do Encontro foi o clima de amizade que se viveu.
A maior parte dos oradores, até 24 de Maio, só era conhecida por nós através das suas obras e alguns contactos formais via email. Chegaram como convidados ilustres, partiram como amigos verdadeiros com a promessa de regressarem. A todos eles o nosso agradecimento profundo pelo belo dia que nos foi dado viver. Bem-hajam, à boa maneira de Ribacôa.
De lamentar apenas a falta de alguns órgãos da comunicação social da região. Talvez estejam connosco num próximo evento. Esperemos que assim seja.
Amélia Rei
(Assessora Cultural do Centro Cívico Nascente do Côa)

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.151.966 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios