A quarta edição da Mostra Agro-Alimentar do Alto Côa, realizada no passado fim-de-semana no Soito, foi prejudicada pela chuva intensa e pelo frio que se fez sentir, facto anormal para esta época primaveril.

Festa do Mundo Rural - SoitoOs diversos stands que acolheram as exposições de produtos regionais estiveram abertos e receberam os visitantes que ali se deslocaram, mas desta feita em número muito inferior ao que era esperado. O mau tempo assentou arraiais em todo o fim-de-semana, facto que prejudicou a realização.
Mesmo em condições adversas, os pavilhões de exposição de produtos regionais estiveram ocupados, realizando-se também as exposições de ruminantes e de máquinas e alfaias agrícolas, bem como as provas gastronómicas. Também houve divertimentos para as crianças e actuações musicais. Porém o número de visitantes ficou muito aquém do que era esperado pelo município sabugalense, que organizou a iniciativa no sentido da promoção da economia do concelho.
Na tarde de domingo, dia 25 de Maio, acorreu muita gente no local, na expectativa de assistir à tourada que estava em cartaz, porém também esta ficou sem efeito devido à chuva. Nos momentos que antecederam a hora prevista para a corrida o tempo melhorou e o sol espreitou mesmo por entre as nuvens, fazendo crer às pessoas que o espectáculo se realizaria, porém os cavaleiros consideraram não haver condições mínimas para a corrida, atendendo ao piso lamacento da praça de touros.
A Câmara Municipal chegou a um entendimento com os cavaleiros (António Ribeiro Telles e António d’Almeida), o matador espanhol (Javier Castaño) e os grupos amadores de forcados (de Coruche e de Coimbra), no sentido de não se gorarem de todo as expectativas e os compromissos acordados. Assim será agendada nova data para a realização da corrida no mesmo local.
plb

Anúncios