No passado dia 26 de Abril, uma comitiva de arraianos, liderados pelo Presidente da Casa do Concelho do Sabugal, José Eduardo Lucas, deslocou-se à herdade do Sr. José Dias, em Santo Estêvão, Benavente, para aferir a escolha dos Touros para a Capeia do dia 31 de Maio, como é bem sabido, na moderna e remodelada Praça de Touros do Campo Pequeno.

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaPara quem não saiba, a ligação entre a Casa do Concelho do Sabugal e o Sr. José Dias, já vem dos primórdios da Capeia em Lisboa, fornecendo os touros para a maioria das Capeias, fruto de velhas amizades, acrescido do trato e simpatia recíprocas, que a Casa manteve ao longo dos tempos com este Ganadeiro.
No regresso ao Campo Pequeno, achámos por bem, reencontrar o Sr. José Dias, depois de alguns anos de interregno.
O ganadero José Dias recebeu-nos na sua herdade com toda a amizade e simpatia, habituais na sua pessoa, presenteando-nos com um almoço a condizer, depois da vistoria e escolha dos animais, que irão estar presentes na nossa Capeia de Lisboa.
Tem sido habitual, na Casa, efectuar-se uma Festa Campera, mas devido ao adiantado do tempo, apenas um mês antes, não se reuniram as condições para se realizar, as tarefas são mais que muitas, não havendo tempo para se preparar convenientemente um encontro dos Sabugalense na Quinta dos touros em Benavente.
Escolha dos touros para a Capeia do Campo PequenoPara o próximo ano, com certeza, que se vai retomar este costume da Festa Campera, proporcionando a todos os interessados, um dia bem passado, à semelhança de muitos outros, que já vivemos, com mais tempo para se poder preparar condignamente, fazendo chegar a mensagem a todos os que não dispensam estas lides e queiram estar presentes. Apenas a falta de tempo o impediu, desta vez, este o motivo, que levou esta delegação reduzida a escolher os touros.
Aqui deixamos as fotos possíveis da comitiva, bem como de alguns dos possantes animais, assim o esperamos, que irão estar presentes no dia 31 de Maio, no Campo Pequeno.
Esperamos que proporcionem uma boa Capeia, lá corpo não lhes falta, resta esperar pela sua bravura ao Forcão.
«Ecos da Aldeia», opinião de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com