No comunicado acerca da actividade semanal o Grupo Territorial da GNR da Guarda, informa ter procedido a sete detenções em flagrante delito, para além de ter registado um total de 49 ocorrências criminais.

GNR-Guarda Nacional RepublicanaNo período de 3 de Março a 6 Abril, foi intensa a actividade operacional da GNR, o que está bem expresso nas 49 ocorrências criminais registadas pelos militares dessa força de segurança. Dentre os crimes verificados destacam-se quatro de violência domestica, outros quatro de condução sem habilitação legal, três de ofensas à integridade física, três de dano, três de condução sob influencia do álcool e um de introdução em lugar vedado ao público.
No que respeita a detenções a nota enviada à imprensa refere que «durante a semana efectuaram-se sete detenções sendo: três por condução sob efeito do álcool, duas por condução sem habilitação legal e duas por introdução em lugar vedado ao público».
No mesmo período registaram-se 18 acidentes de viação, sendo 13 em resultado de colisões e cinco devido a despistes. Em consequência dos acidentes houve a lamentar um morto e oito feridos ligeiros. Segundo o comunicado da GNR da Guarda essa sinistralidade rodoviária ficou sobretudo a dever-se ao desrespeito pela prioridade por parte dos condutores dos veículos.
plb