A cruz de São Damião está desde 30 de Março a percorrer os arciprestados da Diocese da Guarda, no âmbito da preparação para o jubileu do ano 2009. A cruz passará também pelo Sabugal, no dia 16 de Abril.

O périplo manter-se-á até 30 de Abril e percorrerá 16 localidades da diocese. Esta iniciativa insere-se no triénio de preparação da Família Franciscana, para o grande jubileu do ano 2009, ano em que se celebra o oitavo centenário da conversão de S. Francisco de Assis, do início do carisma Franciscano e da aprovação da forma de vida evangélica por parte do Papa Inocêncio III. Um dos passos decisivos nesta conversão foi o encontro do jovem Francisco de Assis com o Crucifixo de S. Damião.
Por isso, a Família Franciscana Portuguesa lançou a peregrinação da Cruz de S. Damião (uma réplica) por todas as Fraternidades Franciscanas existentes em Portugal. Em 2007, a Cruz percorreu as Dioceses do Sul, cabendo essa missão, em 2008, às Dioceses do Centro, onde se inclui a Diocese da Guarda. Depois de ter passado por Viseu, a Cruz chegará à Guarda no próximo Domingo, 30 de Março, iniciando desde logo a volta pela diocese.
De acordo com o programa elaborado, a Cruz será recebida na Sé da Guarda, durante a missa da tarde, onde estarão representadas as comunidades Franciscanas da Diocese, bem como os Franciscanos de Viseu. Depois a Cruz segue para Trancoso (30 de Março a 6 de Abril), Figueira de Castelo Rodrigo (6 de Abril), Almeida (7 de Abril), Rochoso (8 de Abril), Seminário Maior (10 de Abril), Celorico da Beira (11 de Abril), Gouveia (12 de Abril), Seia (13 de Abril), Pinhel (14 de Abril), Belmonte (15 de Abril), Sabugal (16 de Abril), Penamacor (17 de Abril), Alpedrinha (18 de Abril), Covilhã (19 de Abril), Fundão e Aldeia Nova do Cabo (20 a 29 de Abril). O encerramento será no dia 30 de Abril, com vigília de oração na Sé da Guarda, seguindo-se o envio para a Diocese de Lamego.
O Crucifixo de São Damião foi pintado no século XII por um desconhecido artista da Úmbria, região da Itália. A pintura é de estilo romântico, sob clara influência oriental: o pedestal sobre o qual estão os pés de Cristo pregados separadamente; e de influência siríaca: a barba de Cristo; a face circundada pelo emoldurado dos cabelos; a presença dos anjos e cruz com a longa haste segurada na mão, por Cristo (só visível na pintura original), no alto, encimando a cruz.
O Crucifixo original de São Damião está guardado com grande zelo pelas irmãs Clarissas, na Basílica de Santa Clara de Assis, e é visitado por estudiosos, devotos e turistas do mundo todo. É um monumento histórico franciscano e universal.
plb

Anúncios