O projecto «Bricosolidário», ajuda a idosos e dependentes em pequenas reparações no lar, desenvolvido pela Câmara Municipal da Guarda em parceria com a Pró-Raia (Associação de Desenvolvimento Local) para o concelho guardense vai estender-se ao Sabugal. (31-03-2008)

CanalizadorOs idosos dos concelhos do Sabugal e da Guarda vão passar a dispor de apoio domiciliário em pequenos serviços de reparações domésticas e bricolage.
O projecto «Bricosolidário» foi desenvolvido pela Pró-Raia em parceria com o pelouro de Acção Social da Câmara Municipal da Guarda e estará no terreno entre Abril e Maio. Uma viatura devidamente identificada, com dois técnicos, responderá às chamadas feitas para uma linha telefónica gratuita que funcionará de segunda a sexta-feira. As intervenções incidirão sobre canalizações, electricidade, carpintaria ou, por exemplo, trocar um vidro ou uma fechadura.
Em declarações à Rádio Altitude a vereadora da Câmara da Guarda e presidente da Pró-Raia, Lurdes Saavedra, esclareceu que «os destinatários da iniciativa são cidadãos com mais de 65 anos e dependentes avaliados e registados pela acção social dos dois concelhos para que o seja mais rápido identificar a chamada para o call center».
«Na zonas rurais temos idosos isolados que não vêem televisão porque avariou e não sabem ou não podem repará-la», lembrou ainda Lurdes Saavedra.
O projecto é financiado pelo «Programa Leader+» com 30 a 40 mil euros e prevê a prestação de serviços até 2012. Para já apenas estão contabilizados os custos com os funcionários e no fim do ano serão acrescentados os valores decorrentes das reparações efectuadas. No final será feita uma avaliação do projecto e se tiver funcionado bem passará para a competência das Câmaras para que possa ter continuidade.

Actualização (17-11-2008)
Com uma duração de cinco anos, o Projecto BricoSolidário arrancou no concelho de Sabugal no início desta semana (17 Novembro de 2008) depois de na última sexta-feira, dia 14, ter sido realizada uma sessão de apresentação pública do mesmo. Os pormenores deste projecto de intervenção social e solidária foram dados a conhecer no Salão Nobre da Câmara Municipal com a presença das entidades envolvidas e dos parceiros do Conselho Local de Acção Social (CLAS).
O Bricosolidário tem em funcionamento uma linha telefónica e uma viatura que poderão dar pequenas/grandes ajudas nas casas de pessoas idosas que necessitem de alguns reparos nas suas habitações.
Através do Programa de Conforto Habitacional para Idosos (PCHI), a autarquia, em conjunto com a associação de desenvolvimento local Pró-Raia, acciona mecanismos para que os idosos economicamente desfavorecidos possam ser auxiliados nas suas casas. Para tal, terão de obedecer a critérios como ter baixos rendimentos, residir com outras pessoas idosas ou portadoras de deficiência e outras condições disponíveis em regulamento. Deverão, ainda, ligar para o número 800 222 008.
O vereador António Robalo considerou a propósito deste apoio aos municípes mais idosos que «… assim se resolve um pequeno problema que às vezes é um grande problema… »
jcl