O sector da prestação de serviços à população sénior, atingiu já níveis de empregabilidade importantes mas tem ainda um grande espaço para se desenvolver, nomeadamente apostando na qualidade dos serviços prestados e deste modo ser motivo para que utentes de outras regiões nos procurem.

Joaquim Ricardo («Ideias Soltas»)No sector terciário, o concelho do Sabugal tem como pontos fortes a desenvolver o turismo – histórico (aldeias históricas) e desportivo (caça e pesca) e os serviços relacionados com o apoio à terceira idade e ainda a organização de eventos.
O concelho possui um património histórico muito valioso e encontra-se em razoável estado de conservação, fruto da intervenção autárquica nos últimos anos. A rota das aldeias históricas e não só, poderiam constituir um motivo para trazer à região gente de todo o país. Porém, carece de medidas tendentes ao seu desenvolvimento, nomeadamente ao nível da divulgação e, neste particular a intervenção municipal tem um papel muito importante. Esta intervenção seria importante ao nível da organização de eventos de cariz histórico e teria como objectivo o de sensibilizar a vinda ao concelho de gentes de todos os pontos do país e muito particularmente da população sénior, que dispõe de tempo e dinheiro para este tipo de actividades.
O sector relacionado com a pesca e a caça desportiva deverá ser desenvolvido e apoiado, nomeadamente e também ao nível da divulgação e organização de eventos O rio côa e a barragem da Senhora da Graça seriam objecto de intervenção ao nível da preservação da qualidade da sua água de modo a que os seus habitantes – os peixes, se desenvolvam livres de quaisquer contaminação. O rio, habitat natural da tão divulgada truta do côa, seria objecto de intervenção da suas margens e abundantemente fiscalizadas para evitar que ali cheguem águas sem qualquer tratamento.
A barragem da Senhora da Graça para além do potencial para a pesca desportiva, seria também aproveitada para o desenvolvimento de desporto aquático e nas suas margens criar-se-ia um parque de campismo. Assim, retirar-se-ia algum aproveitamento daquele equipamento, construído na sua totalidade em território do concelho mas cujos beneficiários directos não são os seus habitantes – Rega e abastecimento de água.
As margens do rio côa, na zona urbana da cidade, seriam objecto de intervenção profunda com a finalidade de serem ali criados percursos pedestres e para velocípedes – cada vez mais aconselhadas para preservação da nossa saúde –, praias fluviais e outros motivos de diversão.
Os serviços relacionados com o apoio à população sénior são já importantes no concelho pelo elevado número de postos de trabalho directos e ainda pelo bem-estar proporcionado aos seus utentes. Este sector tem ainda grande espaço para se desenvolver, nomeadamente apostando na qualidade dos serviços prestados e deste modo ser motivo para que utentes de outras regiões nos procurem.
Pelo exposto, este sector de actividade não deverá ser negligenciado. É já uma das principais actividades do concelho e tem ainda grande espaço para se desenvolver e contribuir assim para o desenvolvimento e bem-estar do concelho. Por isso, apostar em iniciativas para o seu desenvolvimento serão bem-vindas.
«Ideias Soltas», opinião de Joaquim Ricardo

dr_jfricardo@hotmail.com

Anúncios