Um rapaz de haveres, que caça na serra, encontra por entre as urzes uma bela rapariga, por quem se apaixona imediatamente. Mas a galfarra diz-lhe ser filha do Montejo e o moço estremece, apavorado de ouvir o nome do sanguinário bandido que assola as terras da raia sabugalense.

O Livro de António José de CarvalhoObra ultra-romântica, «Rosa da Montanha» foi escrita por António José de Carvalho, natural do Sabugal, filho de um médico da vila, que no entanto optou por se radicar em Lisboa por largo tempo da sua vida. O romance tem por enquadramento o Sabugal, Quadrazais e a Serra onde se acoitava a quadrilha do temível Montejo.
Eugénio, assim se chama o jovem estudante e caçador, encanta-se com a jovem que diz ser filha do bandido, ficando profundamente apaixonado pela cândida criatura que encontrou na serra. Mas o destino conduziu-o esse mesmo dia a uma outra paixão: a de uma jovem contrabandista quadrazenha chamada Florinda.
De resto o livro é a história de um jovem ultra-apaixonado, dividido entre dois amores, sob a permanente atenção e protecção de uma mãe extremosa. Em todo o tempo o livro moraliza, tratando da valoração do bem e do amor e da rejeição absoluta do mal, do crime e da vilania.
Malgrado o exagero próprio de um romance sentimental, Rosa da Montanha tem a virtude de levar o leitor até à sociedade raiana de meados do século XIX, dando-lhe um quadro bem real dos modos de vida do povo. Também o conduz a alguma da realidade histórica, marcada pelas malfeitorias praticadas pelo bando do Montejo, que de facto existiu naquele tempo.
Como seria de esperar, o romance acaba em bem: os vilãos são mortos ou aprisionados, os cativos libertados das garras dos bandidos e Eugénio e Rosa casam felizes, prometendo amor eterno.
O livro foi originalmente publicado em 1871. A Casa do Concelho do Sabugal reeditou-o em 2002, com adaptação do texto às normas ortográficas actuais. Pinharanda Gomes escreveu um elucidário e colocou-lhe algumas notas, pelo que a edição ficou enriquecida, podendo agora ser adquirida na Casa do concelho do Sabugal em Lisboa ou na Câmara Municipal do Sabugal.
plb

Advertisements