Foi inaugurada ontem, 17 de Dezembro, em Odivelas, a primeira loja do cidadão de segunda geração, com novos modelos de atendimento e uma nova imagem. Nos próximos dois anos criar-se-á uma ampla rede nacional destas lojas, que incluirá a Guarda, Aguiar da Beira, Seia e Pinhel.

Loja da Cidadão 2.0 em OdivelasA maior novidade da nova loja do cidadão é o balcão multiserviços, que permite a realização de diversos serviços simples com diferentes entidades. Outras inovações são a Loja da Empresa, destinada a empresários, e o Balcão «Perdi a Carteira», voltado para quem extraviou documentos e necessita de novas emissões.
A moderna Loja do Cidadão foi inaugurada pelo primeiro-ministro, José Sócrates, que afirmou: «O que aqui está foi feito por funcionários públicos, dando assim uma nova imagem da administração pública portuguesa». Para José Sócrates, a nova loja é alicerçada num melhor funcionamento e numa melhor qualidade do serviço público
O ministro da presidência, Pedro Silva Pereira, também presente, considerou que as novas lojas representam uma «revolução cultural», por irem de encontro às verdadeiras necessidades dos cidadãos, juntando diversos serviços públicos e modernizando esses serviços, no espírito do plano tecnológico e do programa Simplex.
O novo espaço de atendimento está no centro comercial Odivelas Parque, facto que poderá proporcionar economia de tempo e melhor acessibilidade aos interessados.
Esta é a primeira de um conjunto de novas lojas do cidadão que o governo tem por objectivo criar a médio prazo em todos os concelhos.
Porém, dentro do plano governamental, verifica-se que o Sabugal não está incluído no plano de expansão para 2008 e 2009. No que toca ao distrito da Guarda, no próximo ano serão criadas as lojas da Guarda e Aguiar da Beira, e em 2009 as lojas do cidadão chegarão a Seia e a Pinhel.
plb

Anúncios