You are currently browsing the daily archive for Sexta-feira, 7 Dezembro, 2007.

Em 2008 o projecto «Guarda Distrito Digital», desenvolvido pela Associação Distrital para a Sociedade de Informação, vai colocar ao dispor do cidadão vários portais na Internet, como forma de promover o desenvolvimento da região.

Sé da GuardaTrata-se de um projecto que usará as novas tecnologias da informação para possibilitar aos cidadãos um acesso rápido e seguro a bens e serviços da região.
Haverá um portal genérico (guarda.pt) que disponibiliza informação sobre turismo, empresas, agricultura e florestas, juventude e municípios. As câmaras municipais dói distrito irão colaborar na iniciativa, gerindo directamente os portais autárquicos incluídos no projecto.
Sérgio Duarte, responsável pelo projecto, foi ouvido pela Agência Lusa, tendo considerado que o portal Guarda Digital fará «chegar as tecnologias da informação e da comunicação a toda a população do distrito, modernizando a administração pública local e criando um acesso mais rápido a bens e serviços da região».
Para o desenvolvimento dos conteúdos foram celebrados protocolos com algumas entidades regionais, de entre as quais o Governo Civil da Guarda, Região Turismo da Serra da Estrela, Arquivo Distrital da Guarda, Museu da Guarda, Clube Escape Livre, Parque Arqueológico do Vale do Côa e Reserva Natural da Serra da Malcata.
O município do Sabugal está entre os 13 municípios parceiros do projecto, sendo os restantes Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Seia, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.
A Associação de Pais e Encarregados de Educação do Sabugal é uma das entidades parceiras do projecto, a par com o Instituto Politécnico da Guarda, a Associação de Desenvolvimento ADM Estrela e o NERGA.
O projecto é financiado pelo Programa Operacional da Sociedade do Conhecimento e orça 2,9 milhões de euros, 70 por cento dos quais comparticipados por fundos comunitários e o restante pelas entidades aderentes.
plb

O Museu do Pão em Seia foi o espaço museológico privado mais visitado, em 2006, em Portugal, tendo registado mais de 110 mil entradas. Na rede estatal o Museu dos Coches ficou em primeiro e o Museu Monográfico de Conímbriga em segundo lugar.

Museu do Pão em SeiaO Museu do Pão em Seia, com 110.318 visitantes, alcançou o terceiro lugar no ranking dos museus mais vistos durante o ano de 2006 em Portugal. O feito é digno de realce por dois motivos: ficou em primeiro lugar nos museus privados e apenas foi superado pelo Museu dos Coches (que dispensa apresentações) e pelo Museu Monográfico de Conímbriga (vestígios arqueológicos reconhecidos mundialmente) da rede do Instituto dos Museus e Conservação (IMC).
«A localização junto à estrada que dá acesso à Serra da Estrela, a aposta nos serviços de qualidade e o espólio que possuimos são as principais causas do sucesso aliadas ao próprio pão que é um produto que está no imaginário de cada um de nós» explicou Sérgio Carvalho, director do museu, ao diário «As Beiras». Continuando nos números e nas estatísticas acrescentou: «Desde a sua inauguração em 2002 já contabilizámos 591.200 visitantes pagantes e esperamos chegar aos 600 mil até ao final deste ano, apesar de não haver registo dos espectadores com acesso apenas ao bar e biblioteca dos onze eventos culturais anuais.
Para o director do Museu do Pão «a Serra da Estrela é uma região de turismo nacional por excelência e em épocas em que há uma maior afluência nós também nos ressentimos pela positiva e outro dos factores são as actividades culturais e científicas e as parcerias pedagógicas com escolas». Para Sérgio Carvalho o sucesso ultrapassou as expectativas mais optimistas e concluiu dizendo que «havia projecções mas com honestidade os números foram claramente pulverizados».
Os dados entretanto divulgados pela agência Lusa indicam que o número de visitantes dos 27 museus do IMC ultrapassou um milhão de visitantes pelo segundo ano consecutivo. O Museu dos Coches (incluindo o núcleo do palácio de Vila Viçosa) foi visitado por 210.817, o Museu Monográfico de Conímbriga (110.355), o Museu de Arqueologia (109.312) e em quarto o Museu de Arte Antiga (89.565) que foi destronado do segundo lugar do ano anterior. Os responsáveis apontam a subida ao segundo do museu de Conímbriga ao facto ter sofrido obras de remodelação e à instalação de um restaurante de apoio que permitiram atrair mais público.
Parabéns aos responsáveis pelo Museu de Seia. Afinal, mesmo nas regiões ditas do Interior, as boas ideias são recompensadas.
jcl

As bordadeiras do tradicional «Bordado de Castelo Branco» vão passar a dispor de um programa de computador e de uma página na Internet para optimizar a fase de produção do desenho das peças. A velhinha folha de papel vegetal vai ser substituída por ficheiros digitais na Internet.

Bordado de Castelo BrancoAs folhas de papel vegetal têm os dias contados nos ateliês das bordadeiras do «Bordado de Castelo Branco».
O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) tem em fase de ensaio final uma aplicação informática desenvolvida internamente que irá ser colocada numa página na Internet para optimizar a fase de produção do desenho a bordar. Os criativos podem desenhar digitamente novos desenhos e colocá-los à apreciação da comissão de certificação possibilitando novas soluções de produção de bordados.
«O programa vai ter uma vasta biblioteca com desenhos sendo possívelr imprimi-los, no ateliê, directamente no pano evitando o tradicional processo da cópia em papel vegetal e passagem para o pano-cru», esclareceu à agência Lusa, José Gago da Silva, um dos docentes do IPCB envolvidos no projecto.
O projecto «Ex-Libris – requalificar, adaptar e certificar o Bordado de Castelo Branco» é uma iniciativa liderada pela Associação de Desenvolvimento da Raia Centro Sul envolvendo diversas entidades regionais. O apoio financeiro da União Europeia obriga a desenvolver um processo de formação profissional e de certificação para evitar adulterações e contrafacções criando em simultâneo incentivos à comercialização do Bordado.
As colchas com o «Bordado de Castelo Branco» com desenhos bordados com fio de seda natural existem desde meados do séc. XVI e eram presença obrigatória nos enxovais das noivas das regiões raianas.
Estão inscritas na ADRACES cerca de 200 bordadeiras, 17 formadoras e 34 entidades formadoras dos concelhos raianos da Beira Baixa.
Portanto já sabe. Se perdeu aquele velho vegetal com o desenho que queria para a sua colcha não fique triste. Pode agora pesquisá-lo na Internet. Novos tempos, novos bordados!
jcl

Situado ao longo da estrada para Albergaria de Argañan, Espanha, o Vale de Aldeia da Ponte é composto de cinco espaços, onde nasceram algumas obras importantes.

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaDo grande complexo do Vale, sobram apenas duas grandes fatias deste território, o principal e o do Cabecito, separado daquele, pelo ribeiro que atravessa esta zona do Vale, que vai desaguar à nossa Ribeira da Aldeia, vulgo, rio Ceserão, que por sua vez desagua no rio Côa.
Num primeiro espaço, que antigamente, ainda serviu para desafios de futebol, quando o Vale era inundado pelas imensas Mêdas de trigo e centeio, para as malhas, a seguir às últimas casas do povo, foi destinado à construção, há um bom ror de anos. Ao lado da Capela de Santo Cristo, nasceu o Lar de Santo Cristo, ocupando todo este espaço, sendo, em outros tempos, também bastante utilizado como campo de futebol, na altura das malhas. Do outro lado da Estrada para Albergaria, situa-se o novo Parque Desportivo e o recinto das festas, composta por um parque de estacionamento, onde se situou a anterior sala da ordenha, Ringue de Futebol de 5, Balneários e Campo de Futebol de 11, restando o espaço principal e o dito vale do caminho do Cabecito, completamente vedados, pois são alugados anualmente, advindo deste aluguer uma receita para a Junta de Freguesia, entidade a quem pertencem todos estes terrenos.
A acarranja e a malhaAs terras do Vale são de uma qualidade especial pois, mal caem as primeiras chuvas de Outono, de imediato, irrompem as suas abundantes ervas, sendo a primeira terra a rebentar, na nossa Aldeia, conferindo-lhe uma paisagem, que vale a pena contemplar. É frequente descortinar, quem por aqui passa, parar a viatura e sair um pouco, admirando este espaço verdejante, que se lhes depara, então no Inverno, totalmente coberto de um manto de neve, mais atractivo se torna.
Para além do Futebol e outros desportos, mais as tradicionais brincadeiras de épocas recentes, que lá tiveram lugar, serviu para as pastagens de várias espécies de animais, chegando para todos, pois a fartura de erva era abastada, como acima descrevemos, e ainda, para as malhas de trigo, centeio e outras utilidades, que em tempos mais remotos, as pessoas utilizavam a seu bel prazer, consoante as necessidades.
Apesar de não agradar muito à malta nova, na época, pois durante algum tempo, as malhas «roubavam-nos» o melhor espaço para o jogo da bola, devemos confessar, que todo este movimento diário proporcionava um espectáculo digno de ser apreciado, superlotando o Vale, com uma infinidade de grandes Mêdas de centeio e trigo, então com a chegada das máquinas de malhar, que faziam a delicia da canalha miúda, a azáfama começava bem cedo, todos os dias, durante um ou dois meses, num trabalho que dava os resultados das colheitas do ano neste capitulo, com o encher dos sacos de grão e mais as «faxas» de palha atadas com «nagalhos» de palha, feitos, previamente, para esta grande operação, sendo guardadas nos palheiros, com toda a utilidade que se conhece, seja para alimentação dos animais durante o Inverno rigoroso, que todos os anos acontece, seja também para a cama dos ditos cujos, nas suas cortes.
Na década de 50 destacam-se ainda, as aterragens e descolagens de pequenas avionetas, qual campo de aviação improvisado, de que o saudoso piloto-aviador Raul Fernandes, o célebre Raul da casaca azul, se serviu várias vezes, nas diversas visitas a Aldeia da Ponte, provocando um alvoroço danado na pacatez da nossa Aldeia, de cada vez que lá aterrava ou descolava. Voltaremos a este assunto.
«Ecos da Aldeia» de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Dezembro 2007
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3,003,491 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES