Organizado pela Lageosa e Aldeia Velha, teve lugar, no dia 18 de Agosto, na Praça de Touros de Aldeia da Ponte, o XXII Festival «Ó Forcão Rapazes», englobando as mesmas nove Freguesias do ano anterior.

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaApós o sorteio e, como sempre acontece, este Festival inicia-se com a entrada das equipas na arena da praça, ao som dos tambores, recebendo os merecidos aplausos de uma assistência, salientando-se as claques, impacientes e ruidosas, pelo início deste Festival.
Presidido por Sua Ex.ª o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Sabugal, o Sr. Manuel Rito deu as boas vindas a todos, desejando boa sorte a todas as equipas, recordando o que tem dito, que este espectáculo sirva para engrandecer o Concelho de Sabugal.
A equipa do Soito inaugurou este festival, conforme determinou o sorteio, seguindo-se Alfaiates, Aldeia da Ponte, Ozendo, Lageosa, Foios, Forcalhos, Aldeia Velha e a culminar, Aldeia do Bispo.
Ao contrário do ano passado, em que teve o melhor touro, conforme reportei, a equipa do Soito não foi bafejada pela mesma sorte, pois o touro não correspondeu, apesar dos esforços desenvolvidos pela rapaziada na sua busca repetidamente, à espera de umas marradas, mas sem resultados, o touro nada quis com o Forcão, para desespero dos pegadores. Pode acontecer a qualquer equipa pois, noutros anos têm sido outras equipas contempladas com alguns touros menos afoitos. Não se pode culpar ninguém, muito menos a malta do Forcão, que tudo fez para lidar bem o touro, culpa apenas do sorteio, nada mais, não era dia, acontece a qualquer equipa.
XXVII Festival «Ó Forcão Rapazes»Apesar de alguma desilusão, é sempre frustrante quando o touro não colabora, tendo a equipa sido aplaudida no final da sua lide, premiando o seu esforço.
Depois desta lide, seguiram-se as outras equipas em que os touros, um após outro, foram bem esperados, batendo bem às galhas, havendo alguma dificuldade em escolher o melhor da tarde, pois todos corresponderam bem ao Forcão, danificando um dos Forcões. De salientar que nas lides, apesar de haver algumas bem conseguidas, apenas a equipa de Aldeia da Ponte conseguiu agarrar o touro, mas outras equipas também tiveram a sua oportunidade, mas não o consumaram, o que foi pena.
Com uma Praça a abarrotar pelas costuras, este festival foi animado, durante a tarde, pela Charanga La Mosca de Ciudad Rodrigo, com duas músicas para cada equipa, premiando o entusiasmo de toda a rapaziada do Forcão e servindo para animar o ambiente fantástico, que este Festival proporciona, todos os anos.
Uma palavra de simpatia para as claques, com destaque, mais uma vez para Alfaiates, que se portaram à altura do acontecimento, bem como para a magnifica assistência executando algumas “holas”, que acompanhou as incidências deste Festival.
Também merecem os parabéns a Organização, A Associação de Jovens da Lageosa e Aldeia Velha, que este ano teve a seu cargo a condução deste Festival do Forcão-2007, o Ganadeiro Zé Noi, bem como toda a rapaziada das equipas que esteve à altura deste acontecimento, que engrandece a Raia e o Concelho de Sabugal.
Pela noitinha, como é habitual, as equipas recolhem às suas terras para o merecido jantar, num bom ambiente de convívio, que este Festival proporciona.
«Ecos da Aldeia» de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com