No passado dia 22 de Setembro, faleceu o Padre Amadeu Augusto Leal, natural da Bismula, que estava internado no Lar de Idosos do Rochoso desde que deixara o sacerdócio activo.

Padre Amadeu faleceu no RochosoO Padre Amadeu Leal foi sepultado no cemitério de Pousade, freguesia onde foi pároco durante muitos anos. A cerimónia fúnebre foi presidida pelo Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, que concelebrou com D. António dos Santos e muitos outros sacerdotes da diocese, que se associaram à cerimónia.
Ao funeral compareceram centenas de pessoas, grande parte provenientes da sua terra natal de das várias paróquias que o sacerdote falecido teve a seu cargo.
O padre Amadeu Augusto Leal nasceu na Bismula, concelho do Sabugal, em 1 de Dezembro de 1918. Sendo filho de Manuel Leal Vaz e de Maria da Natividade Leal. Foi ordenado sacerdote no dia 7 de Setembro de 1941, na Guarda, pelo então bispo da diocese, D. José Alves Matoso.
Iniciou as funções de pároco na localidade de Torroselo, passando depois a Vila Cova à Coelheira e a Folhadosa, no concelho de Seia. Em 1946 ficou pároco da Castanheira e dos Gagos, no concelho da Guarda, passando em 1950 a pároco de Pousade e do Albardo, no mesmo concelho. Manteve-se 47 anos nestas paróquias, onde era muito respeitado pela população. Em 1997, devido à idade e a problemas de saúde, foi dispensado do sacerdócio activo, passando a residir no Lar do Rochoso, propriedade da Liga dos Servos de Jesus.
Desde há muito que a artéria principal de Pousade se chama Avenida Padre Amadeu Augusto Leal, o que prova o carinho que a população local tem pelo padre bismulense, que se dedicou com generosidade aquele povo durante os muitos anos em que ali pastoreou.
plb

Anúncios