«Baú das memórias» é o nome da exposição temporária que está patente no Museu do Sabugal, onde se irá manter até 9 de Setembro.

Telefonia, realejo e telefone numa casa antigaDurante as férias de Verão os interessado poderão visitar no Sabugal uma interessante e bem enquadrada mostra etnográfica, a qual revela as formas de vida de antigamente nas nossas terras. Por iniciativa da empresa municipal Sabugal+, a exposição temporária foi montada no Museu do Sabugal. Recorrendo-se ao acervo do Município e ao de alguns particulares, assim se obtiveram os objectos etnográficos que revelam o quotidiano de outros tempos.
Olhando a exposição os mais novos poderão aprender o modo de viver dos seus antepassados nestas terras raianas, enquanto que os mais velhos nela reavivarão as memórias dos tempos difíceis que fizeram parte do seu passado.
Ali estão patentes as vivências do lavrar da terra e do sachar do renovo, da junta das vagas junguida à canga e da burra tocando a nora, do joineiro a carrejar a lenha e da forneira a cozer o pão, dos pobres ao rebusco e dos contrabandistas de carrego às costas, do moleiro a medidor a maquia e do pastor tosquiando as ovelhas. Dentro de um bom arrumo, a exposição divide-se por áreas temáticas, onde se mostram os objectos ligados ás tarefas antigas que ali se recordam. A destoar, apenas a representação de um alvo moinho de vento, certamente recordando outras paragens, que não as do concelho do Sabugal, onde o cereal era moído nos moinhos da ribeira ou azenhas.
Vale a pena ir ao Museu do Sabugal visitar a mostra, porque quem assim optar não dará o tempo por mal empregue.
plb