O ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território, Nunes Correia, anunciou no passado dia 27 de Julho que o primeiro centro português de criação em cativeiro do lince ibérico vai ser construído na Herdade das Santinhas no Algarve.

José Sócrates e Nunes CorreiaO ministro do Ambiente, Nunes Correia, aproveitou a visita às obras da Barragem de Odelouca, no barlavento algarvio, acompanhado pelo primeiro-ministro José Sócrates, para divulgar a assinatura no próximo dia 1 de Setembro de «um protocolo que faz com que Portugal e Espanha participem no programa de repovoamento do lince ibérico».
«Aqui, numa área de 150 hectares, vai nascer o primeiro centro português de reprodução do lince em cativeiro com animais vindo de Espanha» esclareceu Nunes Correia no Algarve acrescentando que «se a experiência for bem sucedida como em Espanha, dará origem a várias estirpes de lince, que vão depois permitir fazer o repovoamento devidamente monotorizado».
O projecto da construção da Barragem de Odelouca que deverá estar pronta em 2010 contempla vários programas de conservação da natureza como o repovoamento do coelho bravo e da águia de bonelli, a recuperação de habitats e a replantação de matas ripícolas.
A componente ambiental tem orçamentada 11 milhões de euros que servirão para por em prática 62 medidas de minimização, compensação e sobrecompensação do habitat natural.
Na altura de decidir o poder central opta invariavelmente por esquecer e prejudicar a Beira Interior.
jcl