A Associação Musical Malhadense comemora 100 anos de actividade, tendo celebrado a efeméride com um conjunto de actividades sociais que ocorreram em Almeida e na Malhada Sorda. O Grupo Etnográfico do Sabugal associou-se também às comemorações.

malhada-banda01a.jpgFoi no dia 10 de Junho, que as comemorações do centenário da mítica Banda da Malhada tiveram lugar.
De manhã os corpos sociais e os membros da banda filarmónica apresentaram cumprimentos ao executivo municipal nos Paços do Concelho, em Almeida, visitando também os bombeiros voluntários da vila raiana.
Depois as comemorações voltaram-se para a Malhada Sorda, onde foi apresentado um livro evocativo da comemoração. Nele se conta a história da banda, desde a sua fundação em 1907 até à actualidade. Descreve as várias fazes na evolução da associação, os músicos e os dirigentes que a serviram, tudo ilustrado com fotografias, muitas já antigas com um grande valor histórico.
Ao meio-dia houve almoço para todos no Largo do Ribeiro, onde foram assadas sardinhas. De tarde a banda formou à entrada da aldeia para receber o Grupo de Cantares do Jarmelo e o Grupo Etnográfico do Sabugal, que vieram ajudar à festa. De seguida a banda e os grupos convidados tocaram, cantaram e encantaram o povo que se reuniu no largo do Ribeiro. A enchente de pessoas demonstrou o apreço que o povo tem à sua banda, que durante cem anos actuou em toda a raia, noutros pontos do país e no estrangeiro, honrando nome da Malhada Sorda e do seu povo.
O presidente da Câmara Municipal de Almeida esteve em todos os actos comemorativos.
Nos dias 1 e 2 de Setembro as comemorações vão ter continuidade com a realização de um grande encontro de bandas na Malhada Sorda.
plb