A Associação dos Bombeiros do Distrito da Guarda (ABDG) promove uma análise pública ao acidente de Famalicão da Serra, onde no ano passado perderam a vida 6 bombeiros.

Incêndio florestalNo dia 23 de Junho a população interessada é convidada a juntar-se aos especialistas e aos bombeiros do distrito da Guarda para subir à serra e analisar de perto o acidente de Famalicão da Serra, que no dia 9 de Julho de 2006 vitimou seis bombeiros.
A iniciativa da ABDG segue o exemplo de muitos outros países do mundo, onde os locais em que se dão acidentes com bombeiros, servem de locomotiva à investigação dos fenómenos blow-up (efeito de sopro). A principal ideia é rever o acidente para que efectivamente se possam tirar lições. Esta é uma forma a educar os bombeiros e assim tentar evitar tragédias similares no futuro.
Segundo o programa divulgado, às 14 horas haverá a concentração dos participantes no quartel dos Bombeiros da Secção de Famalicão da Serra. Depois sobem a serra até ao local onde foi largada a Brigada Chilena no dia fatídico. Aí será analisado o primeiro efeito eruptivo e percorrer-se-á o aceiro feito pela brigada Chilena e bombeiros portugueses, analisando-se também a fuga encetada pelos bombeiros para evitarem ser colhidos pelas chamas. Seguindo as várias etapas do acidente, analisa-se de seguida o segundo efeito eruptivo, que levaria à carbonização dos bombeiros e identificar-se-ão os locais onde ficaram os corpos.
Para finalizar, realizar-se-á no local, pelas 17 horas, uma homenagem aos bombeiros falecidos.
plb