A reunião de Lisboa do Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), entidade responsável pela regulação mundial da Internet, rejeitou a criação do domínio .xxx, proposto para sites dirigidos a adultos, nomeadamente de conteúdos pornográficos.

Vint CerfHá alguns dias Capeia Arraiana deu expressão a uma nota curiosa acerca da reunião de Lisboa do ICANN, por ali se ir discutir uma proposta polémica, que tinha a ver com a criação na Internet do domínio .xxx para conteúdos pornográficos, importando agora actualizar a informação. Segundo explicou o presidente daquele organismo, Vint Cerf, a reunião rejeitou a proposta, declarando que isso «foi o resultado de um estudo muito cuidadoso e da consideração de todos os argumentos apresentados».
Ainda segundo o que informou Vint Cerf houve forte discussão entre os que defendiam a medida e os que a rejeitavam. O sim ao domínio .xxx baseava-se na ideia de que assim seria mais fácil reunir os sites de sexo e filtrá-los. Por seu lado, os opositores argumentaram que o domínio específico apenas tornaria mais fácil encontrar conteúdo adulto na Internet. Vint Cerf informou que ele próprio foi um dos opositores à proposta.
O certame contou com a presença de quase mil participantes, oriundos de 83 países. Esta foi mesmo a segunda reunião mais participada de sempre.
plb