D. José Alves, actual bispo de Portalegre e Castelo Branco, é dado como provável sucessor de D. Maurílio Gouveia, arcebispo de Évora, que em breve será substituído. A acontecer, o bispo nascido na Lageosa da Raia, concelho do Sabugal, retornará à cidade onde teve a formação religiosa e exerceu o sacerdócio.

D. José Alves, Bispo de Portalegre e Castelo BrancoSegundo informou a agência Lusa existe uma muito forte probabilidade do Papa Bento XVI nomear D. José Alves, actual bispo de Portalegre e Castelo Branco, como sucessor de D. Maurílio Gouveia, actual arcebispo de Évora. O prelado eborense vai fazer 75 anos em Agosto, altura em que vai apresentar a Bento XVI a sua resignação.
Os rumores quanto a esta substituição surgem na sequência de outras mudanças na hierarquia da Igreja Católica Portuguesa, onde em apenas duas semanas o Vaticano nomeou dois bispos para as dioceses do Porto e Funchal.
D. José Francisco Sanches Alves nasceu em 1941 na Lageosa da Raia. Em 1954 entrou no seminário de Vila Viçosa, e em 1966 terminou o curso de Teologia e foi ordenado sacerdote pelo arcebispo de Évora D. David de Sousa.
Em 1971 foi para Roma, onde de licenciou e doutorou em Ciências Pedagógicas, na Universidade Pontífica. De volta a Évora foi professor na universidade e acumulou as funções de reitor, vigário geral e cónego.
Em 1998 foi eleito para bispo auxiliar de Lisboa, em cujo patriarcado se distinguiu na acção pastoral junto dos bairros próximos da capital e pelo papel que desempenhou na coordenação da actividade eclesiástica.
É desde 2004 bispo de Portalegre e Castelo Branco, onde se tem destacado pela acção pastoral junto das comunidades da diocese.
plb

Anúncios