A região da Guarda pode ver extintos sete dos 25 postos do Grupo Territorial da GNR.

GNR - Guarda Nacional Republicana

Com vista à integração e rentabilização de recursos e meios um estudo realizado pela consultora Accenture defende a extinção de todos os postos territoriais da GNR com menos de 12 efectivos com a correspondente integração de meios e pessoal em postos de maior dimensão.
Em causa estão os postos da Miuzela no concelho de Almeida, Pínzio e Freixedas (Pinhel), Freixo Numão (Vila Nova de Foz Côa), Vila Franca das Naves (Trancoso), Loriga (Seia) e Vila Nova de Tazem em Gouveia.
No entanto e de acordo com o Diário Económico existem «no distrito da Guarda uma série de variantes que terão de ser contabilizadas para uma eventual reorganização do dispositivo policial como, por exemplo, a necessidade de postos de localização estratégica em zonas fronteiriças, em áreas de grande fluxo de emigrante nos períodos de férias e de turismo como é o caso da Serra da Estrela».
jcl